44 comentários:

Nani a 12 de Julho de 2008 às 13:35
Com que então a música do Tony???????? Eu já fui a alguns concertos dele e apesar de não ser fã, gostei bem, foram momentos bem passados.

O gratinado de gourgetes da postagem abaixo me pareceu divinal, e a parceria e cumplicidade entre mãe e filha é lindo demais da conta.

Em relação ao pãozinho, ainda bem que viraste fã da máquina, eu já tive alguns disabores com a dita cuja, uma dessas vezes deixei a máquina a fazer o dito cujo e fui trabalhar, ás páginas tantas, telefona-me a minha filha muito aflita pq estava a deitar por fora, fiquei com a casa por uns dias a cheirar a queimado.... enfim coisas q acontece.... pão integral, para já não tenho, como a conversa já vai longa, bom fim de semana-, bjs
Ziza a 12 de Julho de 2008 às 13:51
O pão ficou lindo. Valeu abatumar o primeiro só por este post que me deixou rolando no chão de tanto rir .
Beijos!
Cláudia M. a 12 de Julho de 2008 às 14:20
É mesmo de morrer a rir, essa aventura. Ainda bem que tudo acabou em beleza... e revelaste mais dois talentos: padeira e letrista! Muito bem!
Bjs
Carla a 12 de Julho de 2008 às 15:27
Que aventura, é mesmo assim que se aprende não é? Valeu a pena pois o pão ficou com um aspecto delicioso. Uma fatia com doce e uma chávena de chá... hummmm que bom =)

bjs
luciana a 12 de Julho de 2008 às 16:07
este post,engraçadissimo fez-me lembrar que ha muito nao uso a minha maquinha de pao....


beijocas,adorei passar por ca e voltarei mais vezes....
mesa para 4 a 12 de Julho de 2008 às 16:13
Adorei esta padaria e esta não ardeu mas quase...hehe
Agora é sempre a aviar panito...
anna a 12 de Julho de 2008 às 16:31
Estou a habituar-me às tuas deliciosas histórias... Não tenho máquina de pão, mas até já estou com vontade de me meter nessa aventura!
Beijinhos.
Cenourita a 12 de Julho de 2008 às 19:32
Olá Ameixinha

Também a mim me aconteceu à terceira ou quarta vez que me armei em padeira, a massa crescer, crescer, crescer e nunca mais parar, levantou a tampa da máquina, transbordou bancada abaixo, bem... foi cá um filme... e neste preciso momento ela está a trabalhar, a fazer um pãozinho receita da Risonha, mas parece-me que também não vai sair bem, a massa não levedou praticamente nada e está completamente crua e só faltam 50 minutos para desligar... A ver vamos o que vai de lá sair.

Beijocas***
edinha a 12 de Julho de 2008 às 20:35
Apesar do primeiro ter tido um azar este pãozinho ficou com um óptimo aspecto.
Eu acho melhor o fermento usado ser dos pacotinhos em pó ,próprio para o pão.É só uma opinião mas penso que fica muito melhor :)
Beijinho
Natércia a 12 de Julho de 2008 às 20:50
Ameixinha já te disse que eu sou a mais pelintra de todas as pelintras que anda aqui nos blgs...como tal não tenho máquina de fazer pão e, como quem não tem cão caça com gato ás vezes faço com a mão e não é que se come! Gostei do teu mesmo com todos os comtratempos está uma maravilha. Um bjo Natércia...