49 comentários:

paula MARIANA a 10 de Agosto de 2011 às 22:28
Olá ameixinha sinto-te um tanto ou quanto amargurada, azeda. Não te sintas assim pois nada nem ninguém vale ao ponto de levar-nos a sentir assim. Importa mesmo é as pessoas que nos querem bem e que se acercam de nós sem interesse... Valeu o teu brownie para adoçar essas palavras e espero que seja isso que aconteça contigo e que te encha só de boas energias e palavras doces...

Um beijinho adoçicado para ti!!
ameixa seca a 10 de Agosto de 2011 às 22:34
Paula, não estou amargurada, estou possuída :) Se estivesse doente há 2 meses e os médicos olhassem pra ti e não te vissem... tenho certeza que estarias na mesma. Azeda nunca, esperançosa sempre!
Babette a 10 de Agosto de 2011 às 22:34
Não gostei de perceber o tom com que escreveste este post, mas o brownie é de facto a recompensa! O seu (brownie) a seu dono!...
Babette
PS. o pratinho é lindo!
Bergamo a 10 de Agosto de 2011 às 22:48
Ameixinha,
Entendi perfeitamente seu texto. Sinto o mesmo. Não sei se fico feliz por saber que outras pessoas queridas pensam como eu, ou se fico triste por termos a mesma percepção do mundo.
Saiba que, mesmo com a distância que nos separa, lembro de você com carinho pois pude, metaforicamente falando, provar uma fatia generosa desse brownie.
Beijo,
Marcelo
Simples Assim a 10 de Agosto de 2011 às 22:55
Oi Ameixa,
Deixa prá lá essas pessoas e faça como vc mesma disse e concordo: " Felizmente, tenho a sorte de me cercar de pessoas boas, interessadas - não interesseiras - amorosas e acolhedoras. São essas que devemos lembrar e acarinhar, manter-nos achegados a elas e agradecer o carinho".
É isso aí,
Bj,
Lylia
Felismina a 10 de Agosto de 2011 às 22:55
Concordo contigo...
Belo brownie, que maravilha...

Bjs.
Smsn-artes e ideias a 10 de Agosto de 2011 às 22:57
ficou com optimoooooooo aspecto!!
Gina a 10 de Agosto de 2011 às 23:21
Olhe que para lhe tirar do sério, não é algo frequente, não é mesmo?
Receba o meu carinho, que atravessa o Atlântico, e atravessaria qualquer distância para deixar algumas palavras de ânimo, quando encontramos pessoas como você, sempre alto astral.
Seja lá o que estiver lhe incomodando, tente esquecer.
Você poderia ter trazido um bolo de limão, algo azedinho, mas escolheu um doce bem caprichadinho.
Fique na paz!
Bjs.
Moira a 10 de Agosto de 2011 às 23:25
De volta às courgettes?
Tem bom aspecto sim senhora.
Quanto ao resto, tenho a certeza que há muito mais pessoas boas do que bestas ;)
Sandra G a 10 de Agosto de 2011 às 23:31
As pessoas que são umas bestas merecem o nosso desprezo.A que nos dão carinho e nos fazem felizes merecem a nossa atenção e um brownie igualzinho a esse.

Bjs