81 comentários:

Cucchiaio pieno a 29 de Setembro de 2009 às 16:00
Amiga, que delicia e super facil de fazer. Adorei, vou fazer também.
Bjim com karim
Léia
Luísa Alexandra a 29 de Setembro de 2009 às 16:06
Podiam ser o meu lanche, não me importava nada!!!!!
Heloísa a 29 de Setembro de 2009 às 16:06
Ameixa,
Voltei da viagem e vim lhe agradecer os comentários que fez ao meu passeio.
Como sempre suas receitas continuam de dar água na boca.
Beijos.
Mary a 29 de Setembro de 2009 às 16:10
Tenho que experimentar as palmeiras, o aspecto é bem gostoso! Com um copinho de leite sabem às mil maravilhas!:)
Ha, podias ter mostrado os dois olhinhos pedintes desse lindo bichano...:)
Smas a 29 de Setembro de 2009 às 16:16
Olha que estes palmiers já marchavam :)
Bjs
gasparzinha a 29 de Setembro de 2009 às 16:20
Mas que coisa boooa!
Só te faltou a massa folhada caseira! :) :) :)

Beijinhos.
a Trofa tem cozinheira a 29 de Setembro de 2009 às 16:28
lol os bixanos sao ta lindos!!! ADORO!! esse gato amo gatos!!!

e os palmieres estao 5*!!! adorei tudo!!!
Raspas de Laranja a 29 de Setembro de 2009 às 16:31
É triste quando chegamos à conclusão, que fica mais barato comprar do que fazer em casa. Mas em casa sabe melhor, ou não é assim?
Quando era novinha, fazia eu a massa folhada, a minha mãe adorava. Fazia esses docinhos e também tartes de maça, e claro pasteis de carne. Agora é uma preguiça, e está tudo no super ao n/ dispor, por isso nunca mais fiz.
Gostei da mistura de alecrim e limão, mas para mim melhor era limão e canela. Eheheh!
Bjs
Abóbora Amarelinha a 29 de Setembro de 2009 às 16:42
he he, eu nunca mostrei os palmiers que faço, quando a minha visinha dos pasteis de nata me dá sobras de massa folhada.
São de todos os feitios, para a próxima mostro, mas com alecrim e limão, nunca fiz, só com açucar e canela.
e têm o mesmo problema que os teus, desaparecem enquanto o diabo esfrega um olho.
Pracinha do tempo a 29 de Setembro de 2009 às 16:53
estão mesmo com bom aspecto.

e eu que tenho um utensílio igual a esse de "zestar" e não fazia a mínima ideia que se chamava assim.

Beijocas