Sexta-feira, 31.03.17

Marmelos assados

marmelos assados.jpg

Olá gente amiga :)

Hoje há marmelos, marmelos bons! Marmelos da Tessa Kiros... calma, menos! Marmelos à moda dela.

Tudo começou depois de uma visita à Serra da Estrela em novembro do ano passado. Organizadas bem as coisas, achamos que na segunda semana desse mês já haveria neve na serra.

Lá fomos nós, nove pessoas divididas por dois carros, a caminho de um fim de semana na serra, preparadinhos para o frio, roupinha quentinha, alguma comida para o caminho e boa disposição.

Chegamos a Seia com o estômago a roncar, decidimos comer chanfana, estava boa, apesar de ser mal-servida e do atendimento ter sido péssimo. Decidimos nem pedir café nem sobremesa. Para isso fomos a uma pastelaria, pela qual tinhamos passado em frente aquando da deslocação para o almoço. E porquê? Porque quando passei cheirou-me a canela :) O meu nariz não engana e, não só o nome era lindo, como o atendimento, os bolos e o ambiente eram muito agradáveis.

Depois, foi sempre a subir até à torre. Neve? Nada, zero, nenhuma. Frio e vento? Sempre, claro! Aproveitei para comprar meias e pantufas :) Outros atacaram queijos e presuntos.

Toca a descer em direção à Covilhã, porque o nosso hotel ficava no Fundão. O Alambique de ouro, de seu nome, hotel resort de 4 estrelas, com um restaurante premiado, do mesmo nome. Tanto o hotel como o restaurante têm um atendimento maravilhoso, todos muito simpáticos e atenciosos. A comida é saborosa, muito bem servida, só de entradas foi uma farturinha.

Enchi o papo, consciente de que sofreria as consequências da contaminação de glúten. Ainda houve barriga para a sobremesa. A carta era extensa, estava pronta para a minha sobremesa favorita, maçã assada, mas ouvi dizer "marmelo assado" e teve que ser. Estava agradável, mas nada de muito extraordinário que me levasse a pedi-lo mais vezes. Foi nessa hora que achei que eu conseguia fazer muito melhor. Fiz! 

E o resto do serão passei-o agarrada à barriga. Bem feita que é para aprenderes a não ser lambona!

Deixo-vos os marmelos que fiz, uma delícia, muito melhores do que alguma vez imaginei.

 

Ingredientes:

3 colheres (sopa) de uvas passas

4 colheres (sopa) de brandy - usei vinho do porto

4 marmelos

3 colheres (sopa) de nozes, partidas aos pedacinhos

1 colher (chá) de canela moída

100g de açucar amarelo (diminuí para metade)

40 g de manteiga

 

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180°C. Coloque as passas a macerar com o vinho do porto/brandy.

Corte os marmelos ao meio, deixe a pele e descaroce-os. Coloque num prato/travessa de ir ao forno onde caibam todos ao lado uns dos outros, numa só camada. Coloque as passas no centro de cada metade e salpique o brandy/vinho do porto por cima. Divida as nozes, o açúcar, canela e manteiga pelas metades de marmelos. Junte 250ml de água no prato e cubra com papel de alumínio. Asse por 2 horas, adicionando água conforme for necessário a meio do tempo. Os marmelos devem ficar moles mas sem se desfazer, dourados e com um molho espesso. Sirva morno.

 

A foto está desfocada porque foi tirada com o telemóvel e porque não sei o que fiz às outras fotos! Perdão pela preguiça.

Bom fim de semana ;)

publicado por Ameixinha às 22:11 | link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar
Segunda-feira, 28.03.16

Cavalas com molho vilão

30-11 013.jpg

 

Da Madeira veio um vilão

E em molho foi feito.

Comeu-se com satisfação,

O peixe ficou perfeito!

 

Ingredientes:

3 ou 4 cavalas

sal q.b.

4 dentes de alho

manjerona ou oregãos

pimenta ou piripiri

salsa e tomilho

3 dl de vinho branco

1 dl de vinagre

azeite para fritar

 

Preparação:

Depois de arranjadas, cortam-se as cavalas em bocados enviesados, que se temperam com sal, alhos picados, manjerona ou oregãos, pimenta ou piripiri a gosto, a salsa picada e um raminho de tomilho.

Regam-se com o vinho misturado com o vinagre e deixam-se marinar por 4 horas.

Escorrem-se e enxugam-se os bocados de cavala e fritam-se no azeite bem quente. Retiram-se e depois de se deixar arrefecer um pouco o azeite, junta-se a marinada. Leva-se novamente ao lume, deixa-se ferver e apurar e deita-se o molho sobre as cavalas.

Acompanha-se com batatas cozidas (batata-doce e semilha).

Receita retirada do livro "Cozinha Tradicional Portuguesa" de Maria de Lourdes Modesto.

 

 

publicado por Ameixinha às 16:50 | link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar
Quinta-feira, 16.04.15

Sorvete de morango

sorvet morango.jpg

As mudanças continuam. Uma das mais importantes e mais esperadas - pela maioria da humanidade - é  a primavera. Felizmente, a alergia ao pólen está controlada. Este ano os comprimidos estão a resultar. Abençoada medicina :) Não sou propriamente fã desta época do ano. Já tive que correr para o outro lado da rua à conta de um singelo gafanhoto que quis atravessar o meu caminho. Mas também há coisas que me emocionam: os campos floridos, as roupas leves, os piqueniques com amigos, o aroma doce das frutas, os gelados ;)

Um amigo deu-me morangos maduros, que tive de escolher dado o seu grau de madureza avançado e quase ultrapassado. Aproveitei e peguei num livro da Tessa Kiros, que folheei do início ao fim e encontrei uma receita marcada. De um lado da folha estavam os biscoitos de chocolate e arandos que faço muitas vezes, e do outro estava um sorvete de morango que nunca tinha experimentado. Vamos a isso! E já está. Primavera no palato.

 

Sorvete de morango, de "apples for jam" from Tessa Kiros:

500g de morangos amadurecidos

180 g de açúcar

Sumo de meio limão

1 tira de casca de limão

4 colheres (sopa) de leite sem lactose

 

Preparação:

Faça os morangos em puré num processador e coloque-os num recipiente com tampa.

Leve o açúcar, sumo e casca de limão a ferver com 375 ml de água fria. Deixe cozinhar, mexendo, até que o açúcar se dissolva completamente. Retire do fogo e deixe arrefecer por cerca de 10 minutos.

Retire a casca de limão e envolva o xarope de açúcar no puré de morangos. Adicione o leite, misture  bem e coloque no frigorífico para arrefecer. Posteriormente, coloque no congelador e bata para quebrar os cristais de hora a hora até que o sorvete esteja quase firme. Em alternativa pode usar a máquina de gelados seguindo as instruções do fabricante.

 

publicado por Ameixinha às 10:54 | link do post | comentar | ver comentários (5) | partilhar
Domingo, 22.03.15

Queques de manteiga de amêndoa

28 fev 001.jpg

 Guardo memórias da viagem a Londres. Da primeira que fiz, são memórias nubladas, tal como a cidade é, nublada e fria. Era demasiado jovem para a ter aproveitado intensamente. Muitos anos depois, 14 anos para ser mais precisa, voltei e foi tão bom. Continuo sem fazer tudo o que queria lá ter feito, sem visitar o que queria ter visto, sem vivê-la da forma que gostava. Todos estes anos, desejei muito regressar à cidade que sinto como se fosse minha, e acabei por regressar. Passaram quase 3 meses e, no meu coração, sinto ainda mais vontade de regressar. Sei que, muito provavelmente, Londres vai receber-me pela terceira vez e, resta-me esperar que não sejam precisos outros 14 anos para que isso aconteça. Da primeira viagem guardei algumas libras. Foram 14 anos a olhar para elas e, não, não recebi juros, não se multiplicaram. Levei-as comigo e gastei-as. Vim apenas com alguns trocos mas trouxe chá, roupa que comprei em Camden Town, bolachas do Tesco, postais e muitas fotografias. Na memória fica um grupo de amigos que me inspirou a escrever centenas de quadras e que me divertiu bastante. Porque aventuras em Londres, é outra classe ;)

É Primavera mas a chuva está de volta, pelo menos por estes lados. Um chá que veio de longe e um muffin a acompanhar este domingo, alguém aceita?

28 fev 012.jpg

 

 Ingredientes:

1 1/2 chávena de farinha sem glúten (Schar Mix B ou Doves Farm Self Raising)*

3/4 chávena de açúcar

1 colher (chá) de bicarbonato

1 colher (chá) de fermento

1/2 colher (chá) de sal

1 chávena de leite (usei sem lactose)

1/2 chávena de óleo

1 colher (chá) de extracto de baunilha

1 colher (sopa) de sumo de limão

1/2 chávena de manteiga de amêndoa myprotein

 

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Prepare um tabuleiro com forminhas para queques.

Numa tigela grande misture a farinha, açúcar, fermento, bicarbonato e sal. Junte o leite, óleo, extracto, sumo de limão e a manteiga de amêndoa e misture até ficar homogéneo.

Divida a mistura pelas forminhas e leve ao forno durante cerca de 18-20 minutos ou até que um palito inserido no centro saia limpo. Deixe arrefecer e sirva-se.

 

* Ou 1 3/4 chávena de farinha de trigo

 

Receita adaptada do blog Pastry Affair.

publicado por Ameixinha às 15:40 | link do post | comentar | ver comentários (4) | partilhar

mais sobre mim

a possuída moída

Sobrevivo numa selva de hipocrisia, burocracia e cegueira de quem não quer ver. Prefiro não me lembrar da crise de valores que vivemos, mesmo sendo quase impossível esquecer-me disso. Cozinho e como com prazer, mesmo que alguma culpa surja depois. Gosto de andar a pé sozinha, viajar de comboio com um livro na carteira, dizer "Bom dia" com convicção e a sorrir. Ajudar quem precisa é o que me permito fazer sem pensar duas vezes, embora haja muita gente mal-agradecida. Sou adepta da boa disposição, da humanidade e respeito nos serviços de saúde e educação, acredito na capacidade de generosidade e bondade das pessoas que me rodeiam. Entristece-me que, nem sempre, essas capacidades sejam canalizadas quando deveriam. Não gosto das vizinhas coscuvilheiras e de pessoas mal educadas, prepotentes e ocas. Os meus olhos transmitem tudo o resto de mim e são cor da canela. Amo a Fauna e a Flora. Adoro o Outono e as folhas que caem. Não vejo qualquer utilidade em peluches. E a única coisa que é afrodisíaca é o amor.

pesquisar neste blog

 

posts recentes

Posts mais comentados

aqui acontece

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

arquivos

tags

links

subscrever feeds

quantos por cá passaram...