Quinta-feira, 24.10.13

Bolo de cenoura



Queria falar do amor e, mais que isso, queria senti-lo. Estes dias vi-o, de mão dada, e deu-me um calorzinho no coração e um sorriso esperançoso nos lábios. 

O amor está na tristeza, na doença e na pobreza, porque todos parecem amar quando há alegria, dinheiro e saúde. É o facilitismo da condição mas, amar verdadeiramente, amam aqueles que suportam a desfavorabilidade das suas vidas. Vi-o, o amor, em duas mãos trabalhadoras entrelaçadas, duas faces envelhecidas pelo labor, dois corpos a seguir um só caminho. A serenidade dos dois disse tudo, apesar do silêncio entre eles. Escutei tudo, com o coração, e neles havia a tranquilidade do verdadeiro amor, desprovido de riquezas materiais, enaltecido pela simplicidade de um entrelaçar de dedos. O amor está em todo o lado, em cada um de nós, desde que tenhamos os olhos abertos e um bilhete de comboio :)

O amor tem aroma de canela, porque podemos ser pobres mas havemos sempre de cheirar a limpo!

 

 

Carrot cake

(falling cloudberries from Tessa Kiros)

 

4 ovos, ligeiramente batidos

250 g açúcar

185 ml de óleo de girassol

250 g de farinha sem glúten (usei Mix B da Schar)

3/4 colher (chá) de sal

2 colheres (chá) de fermento

1 colher (chá) de bicarbonato de soda

2 colheres (chá) de canela moída

400 g de cenouras, descascadas e raspadas

55 g de nozes partidas

 

Cobertura:

180 g de manteiga, amolecida

250 g de açúcar em pó

180 g de queijo creme

3 gotas de extracto de baunilha

 

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma de fundo removível de 24 cm de diâmetro.

Bata os ovos e o açúcar até ficar cremoso, adicione o óleo. Peneire a farinha, fermento, canela, sal e bicarbonato. Adicione à mistura de ovos e bata para misturar.

Adicione as cenouras e as nozes e envolva rapidamente com a batedeira. Coloque a mistura na forma e leve ao forno por cerca de 1 hora ou até que um palito inserido no centro do bolo saia limpo. Deixe arrefecer um pouco na forma antes de desenformar para um prato.

 

Enquanto o bolo estiver no forno, faça a cobertura. Bata a manteiga com o açúcar, adicione o queijo-creme e a baunilha e bata até ficar homogéneo.

Quando o bolo estiver frio, espalhe a cobertura no topo e lados do bolo com uma espátula. 

 

Notas:

Para um bolo com glúten, use 300 g de farinha para bolos.

publicado por Ameixinha às 20:31 | link do post | comentar | ver comentários (10) | partilhar
Terça-feira, 01.10.13

Frittata de cebola caramelizada e salsa

 

 

Às vezes fazem-nos sentir uma frittata, não bastava que nos levassem ao lume, para depois vir o golpe final de nos acabarem de assar no forno.

A vida é assim, somos frittatas na mão do mundo. Exercemos esperanças, vivemos desilusões. Vivam os sonhos, que podemos controlar à nossa medida e deixá-los voar nas asas da loucura, porque nos sonhos podemos tudo, queremos tudo, conseguimos tudo!

Por mais que a vida insista em atirar-nos ovos à cara, nós podemos sempre escolher deixá-los escorregar por nós abaixo, ou aproveitar o que resta para transformá-los em pura resiliência. O que não nos mata, há-de tornar-nos mais fortes... ou menos vulneráveis.

Se a vida insistir em dar-nos ovos, façamos frittatas :)

 

Frittata de cebola caramelizada e salsa

(Real fast food, Nigel Slater)

 

450 g de cebolas, finamente fatiadas

4 colheres (sopa) de azeite

5 ovos grandes

uma mão de salsa picada

50 g de parmesão ralado

sal, pimenta, uma noz de manteiga

 

Preparação:

Coloque as cebolas numa frigideira com o azeite e cozinhe em lume-médio a alto até que as cebolas fiquem alouradas, cerca de 15 minutos, mexendo ocasionalmente.

Parta os ovos para uma tigela e bata-os com um garfo.

Retire as cebolas da frigideira com uma escumadeira e junte-as aos ovos. Tempere com a salsa, parmesão, sal e pimenta.

Aqueça a manteiga numa frigideira anti-aderente. Despeje a mistura de ovos e leve a lume baixo, cozinhando-a até que fique firme por baixo mas ainda líquido no topo, cerca de 15 minutos.

Passe a frigideira para o forno para que acabe de cozinhar. Fatie e sirva quente ou à temperatura ambiente, com salada a acompanhar.

 

 

Notas:

Com esta frittata participo, mais uma vez, no desafio do Dia Um... Na Cozinha!

publicado por Ameixinha às 23:25 | link do post | comentar | ver comentários (14) | partilhar
Domingo, 23.09.12

Couscous no Gerês


 

 

Há duas semanas fui convidada para fazer uma caminhada no Gerês e percorrer a fenda de Calcedonia. Tudo muito bem, até fazermos a fenda e sairmos na outra extremidade. Piorou quando viramos à esquerda em vez de irmos para a direita. Uma caminhada que durou 5 horas porque andamos perdidos na serra, pelo meio do mato, com medo dos bois que pastavam livremente no habitat natural deles, e a pensar no almoço que tinha ficado nos carros. Foram quilómetros e quilómetros a desejar o couscous e a rir desalmadamente porque chorar parecia mal, embora alguns tenham cedido à emoção. Finalmente, encontramos estrada e conseguimos almoçar às 4 da tarde. A verdade é que, com fome, tudo sabe melhor :)

 

Ingredientes:

Peito de um frango assado ou grelhado

1 colher (sopa) de manteiga

1 colher (sopa) de azeite

1 cebola pequena, picada

1 dente de alho, picado

1 1/4 chávena de caldo de galinha

1 casca de limão

1 1/2 chávena de ervilhas congeladas

1/2 chávena de milho congelado

1 chávena de couscous

2 colheres (sopa) de sumo de limão

2 colheres (sopa) de salsa, picada

sal e pimenta

 

Preparação:

Parta o peito do frango em pedacinhos. Reserve. Coza as ervilhas e o milho por alguns minutos.

Aqueça a manteiga e o azeite em lume médio. Adicione a cebola e o alho e deixe cozinhar por 1 minuto.

Adicione o caldo, junte a casca de limão, o couscous, as ervilhas, o milho e o frango. Mexa e cubra por cerca de 7 minutos.

Adicione o sumo de limão, sal e pimenta. Volte a mexer com um garfo. Divida por tigelas e sirva, quente ou à temperatura ambiente, com a salsa picada e zest de limão.

 

Receita baseada no blog Confessions of a Foodie Bride.

publicado por Ameixinha às 23:15 | link do post | comentar | ver comentários (21) | partilhar
Quinta-feira, 16.08.12

Lasanha de courgette

 

 

 

Fi-la a medo, falta-me a confiança para me sentir mais ousada ao ponto de me deixar levar pela curiosidade de testar receitas pensadas por mim. Por enquanto, baseio-me nos melhores e dou um toquezinho meu. Felizmente a época das courgettes voltou. Este ano não me voltei muito para os doces, fiz algumas receitas salgadas que correram muito bem, embora as fotos não tenham ficado grande coisa. Gostei do tom bronzeado desta lasanha, combina com o calor, e o paladar foi uma surpresa. O béchamel é indispensável e as courgettes biológicas intensificam o sabor desta refeição. Além das courgettes, podem usar cogumelos, espinafres ou qualquer outro legume da vossa preferência. Uma combinação de todos há-de ser qualquer coisa de muito especial... a testar brevemente ;)

 

Ingredientes:

12 folhas de lasanha

2 colheres (sopa) de azeite

1 cebola

2 dentes de alho

1 receita de molho béchamel*

3 chávenas de courgette laminada

2 chávenas de queijo mozzarella ou parmesão

sal e pimenta q.b

 

Preparação:

Leve uma panela com água a ferver e tempere com sal. Cozinhe as folhas de lasanha até que estejam tenras mas não demasiado. Coe e disponha cada folha separadamente numa toalha de mesa, para que não peguem umas às outras.

Entretanto, lamine a cebola e o alho e leve ao lume até alourar, junte a courgette laminada, tempere com sal e pimenta e deixe saltear um pouco. Reserve.

Pré-aqueça o forno e unte uma assadeira rectangular com o azeite e espalhe um pouco de molho béchamel no fundo.

Coloque uma camada de folhas de lasanha, seguidas do recheio de courgette, um pouco de queijo. Repita as camadas até acabarem os ingredientes. A última camada deve ser de queijo. Leve ao forno até que o topo fique dourado. Retire e deixe repousar por cerca de 10 minutos antes de servir.

 

* Para o béchamel coloque 2 colheres de sopa de manteiga numa panela sobre lume médio. Quando a manteiga derreter, use um batedor para incorporar 2 colheres de sopa de farinha. Diminua o lume e cozinhe, mexendo constantemente, até que a misture fique homogénea, cerca de 3 minutos. Junte 1 chávena e meia de leite magro, um pouco de cada vez, mexendo sempre. A mistura vai ficar líquida, continue a cozinhar e a mexer até que ela engrosse. Tempere com sal e pimenta e use imediatamente.

 

 

Baseada na receita de lasanha de vegetais do livro "How to cook everything vegetarian" do Mark Bittman.

 

Bom fim de semana a todos e obrigada pelos comentários!

publicado por Ameixinha às 22:56 | link do post | comentar | ver comentários (16) | partilhar
Segunda-feira, 30.07.12

Tarte de acelga


 

Mais uma do Mark Bittman, porque é simples, leve, bonita e vegetariana. Perfeita para servir à temperatura ambiente como prato principal ou como aperitivo. Além disso, é versátil; podem usar espinafres, couve-flor, brócolos, repolho, couve, e cogumelos.

 

Ingredientes:

2 colheres (sopa) de manteiga

8 folhas grandes de acelga ou couve, finamente fatiada

1 cebola média, picada

sal e pimenta

1/4 chávena de ervas picadas como salsa, tomilho, cebolinho e cerefólio (usei salsa e tomilho puro sal Ervas da Zoé)

6 ovos

1 chávena de iogurte natural 

3 colheres (sopa) de maionese

1/" colher (chá) de fermento

1 1/4 chávena de farinha (usei 1 chávena de farinha 55 e 1/4 de farinha integral)

 

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Coloque a manteiga numa frigideira sobre lume médio. Um minuto depois, junte as acelgas e a cebola. Tempere com sal e pimenta e cozinhe, mexendo ocasionalmente, até que as folhas fiquem tenras, cerca de 10 minutos. Remova, adicione as ervas, prove e ajuste os temperos. 

Entretanto, coza 3 dos ovos, tire a casca e corte-os. Adicione à mistura de acelga e deixe arrefecer enquanto faz a massa.

Misture o iogurte, maionese e os restantes ovos. Adicione o fermento e a farinha e envolva até ficar suave. Unte uma assadeira em cerâmica ou vidro. Espalhe metade da massa no fundo, por cima coloque a mistura de acelga e cubra com a restante massa. 

Leve ao forno por 45 minutos até que fique dourada. Deixe arrefecer por 15 minutos antes de cortar em quadrados ou rectângulos. Coma morno ou à temperatura ambiente.

 

Receita do livro "How to cook everything vegetarian" do Mark Bittman.

 

Boa semana a todos :)

publicado por Ameixinha às 23:06 | link do post | comentar | ver comentários (19) | partilhar
Terça-feira, 24.07.12

Queijadas de cenoura

 

 

Serão realmente queijadas se não levam queijo? Não me parece, mas isso também não interessa nada. São boas e, apesar de ter alguns passos eu achei a receita bastante fácil de fazer. Forrar as forminhas é a parte mais chata do processo e podem fazer as queijadas sem a massa. Eu assei algumas assim porque, entretanto, a massa não chegou para tanto recheio. 

Sei bem que os dias têm andado quentes e abafados e não apetece nada ligar o fogão mas hoje amanheceu nublado por aqui e achei que umas queijadas de cenoura polvilhadas de canela, combinavam bem com este dia :) 

 

 

Ingredientes da massa:

250 g de farinha 1 colher (sopa) de óleo

1 colher (sopa) de vinagre

uma pitada de sal

água q.b.

 

Ingredientes do recheio:

375 g de açúcar

1,75 dl de água

85 g de manteiga

40 g de farinha

25 g de maisena

200 g de cenouras cozidas e trituradas

5 ovos

3 gemas

raspa de 1 limão

manteiga e açúcar em pó q.b.

 

Preparação:

Coloque a farinha numa tigela e adicione o óleo, vinagre e sal. Amasse bem e vá juntando água até obter uma massa macia e maleável. Deixe repousar por 15 minutos.

Entretanto, misture o açúcar com a água e leve ao lume. Adicione a manteiga e deixe arrefecer um pouco. 

Junte a farinha com a maisena e a cenoura triturada. Misture-lhes os ovos, as gemas, a calda de açúcar e a raspa de limão. Ligue o forno a 200ºC.

Unte forminhas com manteiga (ou óleo em spray), forre-as com a massa e apare as extremidades. Preencha-as com o preparado e polvilhe com açúcar em pó. Leve-as ao forno, durante 30 minutos. Desenforme ainda mornas e sirva.

 

Notas:

Receita da coleção "Alimentos com história".

Diminuí a quantidade de açúcar para 300 g.

 

Boa semana!

publicado por Ameixinha às 09:01 | link do post | comentar | ver comentários (22) | partilhar
Quarta-feira, 20.06.12

Panquecas doces de courgette


Voltamos às panquecas e voltamos às courgettes. Elas estão por aí, lindas e verdes. Verde tem sido uma cor recorrente neste blog. Gosto de verde desde sempre e de courgette desde que provei pela primeira vez. Panquecas são uma paixão antiga, a que volto sempre que preciso de um certo conforto e sabor familiar. Pois bem, voltamos e partilhamos umas panquecas doces de courgette com iogurte grego... ui :)

 

Ingredientes:

1/2 chávena de farinha

3 colheres (sopa) de açúcar

1 colher (chá) de fermento

1/4 colher (chá) de bicarbonato

1/4 colher (chá) de sal

1 ovo

1/2 chávena de iogurte grego (ou iogurte natural drenado)

2 colheres (sopa) de manteiga derretida

1/2 chávena de água ou leite (opcional)

1 courgette, ralada 

 

 

Preparação:

Junte os ingredientes secos e reserve. Noutra tigela, bata o ovo, iogurte e a manteiga. Combine os ingredientes secos e líquidos. Envolva a courgette. Se a mistura estiver demasiado espessa, adicione o leite ou água. Asse 1/3 de chávena da mistura obtida de cada vez na frigideira.

 



Fonte:

Pinch of yum.

 

Obrigada a todas pelos votos de melhoras e pela força ;) Continuação de boa semana!

 

 

publicado por Ameixinha às 22:28 | link do post | comentar | ver comentários (25) | partilhar
Sábado, 18.02.12

Crumble de courgette


 

Não fossem os blogues, eu não teria conhecido a família Antunes. Foi numa noite de fim de verão, na feira de artesanato aqui da cidade, que combinamos um encontro com a Susana e o Paulo. Caipirinhas, música e conversa agradável. Mantivemos o contacto e até vieram cá a casa fazer uma sessão fotográfica ao Matias. Por essas e por outras, não poderia deixar de participar no desafio lançado no blog A cozinha da família Antunes. A Susana escolheu uma receita acertada, não poderia deixar de haver courgettes à mistura :)

Um acompanhamento rápido, de sabores simples e com uma crocância fantástica. O meu primeiro crumble foi este crumble salgado.

 

Ingredientes:

1 kg de courgettes

azeite q.b.

manjericão cortado (fresco ou congelado)

sal e pimenta q.b.

 

Cobertura:

150 g de farinha

100 gr de manteiga amolecida

50 g de parmesão

 

Preparação:

Lave as courgettes em água fria, corte as extremidades e rale-as. Coloque num recipiente de forno untado.

Junte o azeite, manjericão, sal e pimenta. Misture. 

Para a cobertura, misture tudo e reparta sobre o recipiente.

Leve ao forno por 30 minutos a 180ºC.

 

Notas:

Receita do livro "1.2.3. c'est réussi, Crumbles" da autora Angéline Pastre.

Fiz metade da receita, não usei manjericão e a farinha usada foi de centeio.

 

Bom fim de semana!

publicado por Ameixinha às 15:00 | link do post | comentar | ver comentários (27) | partilhar
Quarta-feira, 11.01.12

Lasanha de soja


Há dias em que só me apetece comer lasanha de soja, sinto-me uma espécie de Garfield bem comportado. Não como soja porque, supostamente, ela é saudável - até tenho as minhas dúvidas - mas porque me sabe mesmo bem e, finalmente, consegui que alguém gostasse dela tanto quanto eu, aqui em casa. Gosto de fazer um bocadinho a mais, para poder comer as sobras à colher. Fi-la da mesma maneira que se faz uma qualquer outra lasanha, apenas modifiquei os ingredientes. À soja podem juntar os legumes que preferirem, tal como cogumelos, espinafres, beringela, milho e por aí fora. A gula é o limite ;)

Ingredientes do recheio:

150 g de soja granulada

1 cebola média, picada

1 dente de alho, picado

1 cenoura média, ralada

1 courgette média, ralada

polpa de tomate a gosto

salsa, pimenta, noz-moscada, oregãos e sal q.b. 

3 colheres (sopa) de azeite

2 colheres (sopa) vinho branco

50 ml de água

16 folhas de lasanha fresca ou seca

queijo parmesão e mozzarella



Preparação:

Coloque a soja de molho em água por cerca de 30 minutos. Escorra-a bem e reserve.

Leve ao lume o azeite numa frigideira, junte a cebola, alho, salsa, cenoura e courgette. Deixe refogar por alguns minutos e adicione a soja e a água. Envolva e tempere. Junte a polpa de tomate e o vinho  e deixe cozinhar por mais 10-15 minutos. Prove e rectifique os temperos.

Caso use folhas de lasanha secas, leve-as a cozer por 2-3 minutos, passe por água fria e disponha-as num pano de mesa limpo. 

 



Molho branco:

30 g de manteiga

30 g de farinha sem fermento

500 ml de leite

1 pitada de noz moscada, sal e pimenta

 

Preparação:

Derreta a manteiga num tacho com o fundo pesado, sobre lume brando. Polvilhe com a farinha e cozinhe 1-2 minutos, sem deixar tomar cor, mexendo continuamente com uma colher de pau.

Retire do lume e adicione gradualmente o leite quente, batendo com uma vara de arames. Deixe levantar fervura, mexendo sempre, e coza 3-4 minutos ou até estar suficientemente espesso para cobrir as costas de uma colher. Tempere com sal, pimenta e noz-moscada.

 

Montagem:

Numa travessa rectangular ou quadrada, disponha um pouco do molho branco seguido de algumas folhas de lasanha. Coloque um pouco do recheio de soja, seguido de queijo ralado e mais um pouco de molho branco. Faça assim até que termine o recheio. A última camada deve ser de folhas de lasanha, seguida do resto de molho branco e queijo ralado. Polvilhe com oregãos e leve ao forno por 30-45 minutos.

 

Notas:

A receita de molho branco foi retirada do livro "Molhos" da Cordon Bleu.

música: Call me irresponsible - Michael Bublé
publicado por Ameixinha às 13:55 | link do post | comentar | ver comentários (37) | partilhar
Sexta-feira, 06.01.12

Couve e bacon


Tenho um livro pequenino do Nigel Slater, mas ele é recheado de boas e simples sugestões. O título, "Real fast food", diz quase tudo. Isto faz-me lembrar de um episódio fantástico, em que uma tia minha falava de um restaurante que servia comida para fora mas era comida "fast fod" - em bom português. Não sei se deu para entender mas, é certo, que foi gargalhada geral :)

Parafraseando o Nigel, podem usar qualquer tipo de couve embora ele use a couve lombarda. Eu usei couve coração. As cenouras são uma adição doce, não sendo essenciais ao prato, dão uma cor e certa vida à refeição. 


Ingredientes para uma pessoa como prato principal ou para duas como acompanhamento:

2 dentes de alho, pelados

2 cenouras médias, peladas

100 g de bacon fumado

1 colher (chá) de sementes de alcaravia (não usei)

450 g de couve lombarda

sal e pimenta preta q.b. 

Preparação:

Fatie o alho finamente e corte as cenouras em palito.

Corte o bacon em quadrados com certa de 1 cm. Fatie finamente as folhas da couve.

Cozinhe o bacon numa frigideira larga até que comece a dourar. Adicione o alho, cenouras e couve e envolva os vegetais na gordura do bacon sob lume médio. Cozinhe até que as cenouras estejam tenras mas crocantes, cerca de 5 minutos. Salpique algumas sementes de alcaravia e tempere com sal e pimenta. Sirva.

 

Bom fim de semana!

publicado por Ameixinha às 15:45 | link do post | comentar | ver comentários (30) | partilhar

mais sobre mim

a possuída moída

Sobrevivo numa selva de hipocrisia, burocracia e cegueira de quem não quer ver. Prefiro não me lembrar da crise de valores que vivemos, mesmo sendo quase impossível esquecer-me disso. Cozinho e como com prazer, mesmo que alguma culpa surja depois. Gosto de andar a pé sozinha, viajar de comboio com um livro na carteira, dizer "Bom dia" com convicção e a sorrir. Ajudar quem precisa é o que me permito fazer sem pensar duas vezes, embora haja muita gente mal-agradecida. Sou adepta da boa disposição, da humanidade e respeito nos serviços de saúde e educação, acredito na capacidade de generosidade e bondade das pessoas que me rodeiam. Entristece-me que, nem sempre, essas capacidades sejam canalizadas quando deveriam. Não gosto das vizinhas coscuvilheiras e de pessoas mal educadas, prepotentes e ocas. Os meus olhos transmitem tudo o resto de mim e são cor da canela. Amo a Fauna e a Flora. Adoro o Outono e as folhas que caem. Não vejo qualquer utilidade em peluches. E a única coisa que é afrodisíaca é o amor.

pesquisar neste blog

 

posts recentes

Posts mais comentados

aqui acontece

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

arquivos

tags

links

subscrever feeds

quantos por cá passaram...