Quinta-feira, 16.04.15

Sorvete de morango

sorvet morango.jpg

As mudanças continuam. Uma das mais importantes e mais esperadas - pela maioria da humanidade - é  a primavera. Felizmente, a alergia ao pólen está controlada. Este ano os comprimidos estão a resultar. Abençoada medicina :) Não sou propriamente fã desta época do ano. Já tive que correr para o outro lado da rua à conta de um singelo gafanhoto que quis atravessar o meu caminho. Mas também há coisas que me emocionam: os campos floridos, as roupas leves, os piqueniques com amigos, o aroma doce das frutas, os gelados ;)

Um amigo deu-me morangos maduros, que tive de escolher dado o seu grau de madureza avançado e quase ultrapassado. Aproveitei e peguei num livro da Tessa Kiros, que folheei do início ao fim e encontrei uma receita marcada. De um lado da folha estavam os biscoitos de chocolate e arandos que faço muitas vezes, e do outro estava um sorvete de morango que nunca tinha experimentado. Vamos a isso! E já está. Primavera no palato.

 

Sorvete de morango, de "apples for jam" from Tessa Kiros:

500g de morangos amadurecidos

180 g de açúcar

Sumo de meio limão

1 tira de casca de limão

4 colheres (sopa) de leite sem lactose

 

Preparação:

Faça os morangos em puré num processador e coloque-os num recipiente com tampa.

Leve o açúcar, sumo e casca de limão a ferver com 375 ml de água fria. Deixe cozinhar, mexendo, até que o açúcar se dissolva completamente. Retire do fogo e deixe arrefecer por cerca de 10 minutos.

Retire a casca de limão e envolva o xarope de açúcar no puré de morangos. Adicione o leite, misture  bem e coloque no frigorífico para arrefecer. Posteriormente, coloque no congelador e bata para quebrar os cristais de hora a hora até que o sorvete esteja quase firme. Em alternativa pode usar a máquina de gelados seguindo as instruções do fabricante.

 

publicado por Ameixinha às 10:54 | link do post | comentar | ver comentários (5) | partilhar
Domingo, 29.06.14

Gelado de caramelos werther´s

 

Ontem apanhei um escaldão, declaro aberta a temporada de gelados no Verão :)

Caramelo é o meu sabor de eleição, alguém diz a uma colherada destas que não?!

 

Ingredientes:

3 ovos

100 g de açúcar

6 caramelos de nata werther´s sem açúcar

250 ml de leite*

500 ml de natas*

 

Preparação:

Bata os ovos com o açúcar até ficar cremoso.

Coloque o leite e os caramelos num tacho e leve a lume brando, mexendo sempre até que os caramelos derretam. Não deixe ferver. Retire do lume e junte gradualmente à mistura de ovos. Leve novamente a lume brando e cozinhe por 2 minutos, mexendo sempre. Remova do lume, adicione as natas e passe a mistura para um recipiente com tampa. Deixe arrefecer, mexendo de vez em quando. Depois de frio, leve ao congelador, mexendo de hora a hora para quebrar os cristais. Faça isso mais 2 ou 3 vezes até obter uma mistura firme. Opcionalmente, coloque a mistura fria na máquina de gelados e siga as instruções de utilização.

 

 

 *Usei leite e natas sem lactose, mas os caramelos de nata têm lactose, logo a receita não é apropriada para intolerantes.

 

Receita adaptada do livro "Apples for jam" da Tessa Kiros.

publicado por Ameixinha às 14:57 | link do post | comentar | ver comentários (6) | partilhar
Quinta-feira, 13.09.12

Gelado de cheesecake



Não podia deixar passar Setembro sem uma receita e apresento, novamente, algo frio para encerrar o Verão. Outono, fico à tua espera :)

 

Ingredientes:

1 embalagem de queijo-creme à temperatura ambiente

3/4 chávena de açúcar

1/2 colher (chá) de sal

2 colheres (chá) de extrato de baunilha

1/2 chávena de natas azedas

1 chávena de leite à temperatura ambiente

 

Preparação:

Junte o queijo, açúcar e sal e bata por cerca de 3 minutos até obter uma mistura leve e fofa. Adicione a baunilha e natas azedas e bata por mais um minuto. Envolva o leite e leve ao frigorífico por 1-2 horas ou durante a noite, até estar completamente gelado. Coloque a mistura na sorveteira e proceda de acordo com as instruções do fabricante.

 

 

Notas:

Receita do blog Bless This Mess.

tags:
publicado por Ameixinha às 17:11 | link do post | comentar | ver comentários (21) | partilhar
Sexta-feira, 31.08.12

Sorvete de cantaloupe

 

Agora, dizem por aí, é que vem o calor a sério e, por isso, trago-vos um sorvete da época. Podem usar qualquer tipo de meloa mas a cor da cantaloupe faz a diferença, porque os olhos são os primeiros a comer :)

Uma receita super rápida e hiper simples, ótima para aproveitar as frutas menos docinhas e para saborear em tardes quentes e pacatas.

 

Ingredientes:

1 meloa cantaloupe fresca sem sementes

1/2 chávena de açúcar

 

Corte a meloa em pedaços e coloque-a no liquidificador. Junte o açúcar. Ligue a máquina.

Verta a mistura para a máquina de gelados e siga as instruções do fabricante.

Guarde no congelador.

 

Notas:

Receita retirada do blog Bell'alimento.

Diminuí a quantidade de açúcar para 1/3. Usei formas para picolé mas podem guardar num recipiente qualquer e levar ao congelador. Retirem alguns minutos antes de servir.




publicado por Ameixinha às 22:37 | link do post | comentar | ver comentários (30) | partilhar
Domingo, 17.06.12

Gelado de pistácio


 

Tal como tinha prometido à minha mãe, fiz-lhe o gelado favorito: pistácio. É um verde esperança, sabemos que tudo vai melhorar, aos poucos. Tudo melhora com umas colheradas de verde pistácio :) Mãezinha, o nosso amor é verde!

 

Ingredientes:

100 g de pistácios sem casca 

250 ml de leite

400 ml de natas

1 colher (sopa) de brandy

4 gemas de ovos

120 g de açúcar

 

Preparação:

Pele os pistácios (se não saírem facilmente, coloque-os em água a ferver por cerca de 1 minuto, coe e pele). Coloque-os numa picadora e pulse até obter pedaços pequeninos. Transfira para uma panela com o leite, natas e o brandy e leve a ferver. Remova do lume e bata até ficar um pouco cremoso.

Bata os ovos com o açúcar por cerca de 5 minutos até ficar pálido e cremoso. Junte um pouco da mistura de pistácio e, gradualmente, acrescente o resto. Volte a levar a mistura a lume brando e mexa constantemente por cerca de 5 minutos até que fique espesso.

Retire do lume e deixe arrefecer completamente, mexendo de vez em quando. Transfira para uma tigela, cubra e coloque no congelador. Depois de uma hora, retire do congelador, bata a mistura energicamente e leve novamente ao congelador. Faça isso mais 2 ou 3 vezes, depois transfira para um recipente apropriado e deixe ficar no congelador até ficar firme.

Como alternativa, depois de frio, coloque a mistura na máquina de gelados, siga as instruções do fabricante e leve ao congelador.

O meu foi feito na máquina de gelados, depois de frio, ficou pronto em menos de 20 minutos.

 

Notas:

Receita do livro "Falling Cloudberries" da Tessa Kiros.

Não triturei demasiado os pistácios, prefiro encontrar pedacinhos crocantes deles no gelado mas fica ao critério de cada um.

Embora dê um pouco de trabalho pelar os pistácios, o resultado final compensa.

 

 

A Casa do Sal da Figueira da Foz contactou-me para que divulgasse o seu excelente projecto e fantásticos produtos. Para isso estão a oferecer a quem tem um blog de culinária, dois produtos à escolha. Passem por lá, inscrevam-se e conheçam produtos portugueses que todos deveríamos ter nas nossas cozinhas.

 

Boa semana a todos e obrigada!

publicado por Ameixinha às 22:14 | link do post | comentar | ver comentários (25) | partilhar
Sexta-feira, 30.03.12

Gelado de canela

 

Descobri de onde me vem este gosto especial por canela. Será com toda a certeza um gene vindo do lado da minha mãe. Uma das primeiras coisas que me pediu no hospita,l foi um frasco de sal e um frasco de canela em pó :) Tenho praticamente vivido no hospital, só venho a casa para jantar e dormir, e tratar da casa in between. Há bolachas, fruta, chá, colheres, palitos, lenços, escova de dentes, pente, cremes do corpo e dos pés, avental, chávenas, facas, mel, carregador de telemóvel e livros para eu me distrair e nutrir. E há uma mãe que apesar de tudo me faz rir alto porque, quando lhe pergunto porque faz tantos filmes manhosos na cabeça, ela responde-me: "Eu sou muito mágica!". E eu, que tenho os neurónios muito cansados, tenho que pensar duas vezes para perceber o significado da expressão. Ela é mágica porque magica muito nos assuntos, ainda não tenho uma mãe ilusionista ;)

Era óptimo fazer a doença desaparecer e, no lugar dela, dar vez a um gelado que se conservasse fresquinho no calor de um quarto de hospital. Sendo assim, já que a magia não dá para mais, aguardamos que volte para casa para saborearmos um geladinho de canela as duas, ou de pistachio como hoje lhe prometi que faria, assim que a "magia" de Deus aconteça!

 

Ingredientes:

1 litro de leite

2 pedaços de casca de limão

3 paus de canela

1 1/2 chávena (375 g) de açúcar

6 gemas de ovo

1 colher (chá) de canela moída

 

Preparação:

Deite o leite, casca de limão, paus de canela e metade do açúcar numa caçarola e aqueça em lume alto, um pouco abaixo do ponto de fervura. Deixe de parte durante 10 minutos.

Com uma varinha de arames combine bem as gemas, o açúcar restante e a canela moída dentro de uma tigela, até a mistura engrossar e apresentar um tom claro. Adicione o leite à mistura, num fio constante, batendo sempre.

Lave a caçarola, deite no seu interior a mistura e mexa em lume muito fraco durante 5-10 minutos, até ficar espessa. Para averiguar a espessura, passe o dedo pela mistura concentrada na parte de trás de uma colher de pau. Se ficar uma linha bem delineada, o creme está pronto. Deite-o sobre uma tigela através de um coador e deixe arrefecer, até ficar à temperatura ambiente. Deite o creme num recipiente de metal raso, com capacidade para 1,25 litros. Deixe no congelador durante 2 horas, ou até a textura ficar firme.

Quando o creme estiver parcialmente congelado nas bordas, bata bem e volte a colocar no congelador. Repita esta operação (bater e congelar) mais 2 vezes.

Alternativamente, coloque a mistura arrefecida na máquina de gelados e siga as instruções de utilização.

 

Notas:

Receita retirado d' "O livro essencial da cozinha mediterrânica".

Para quem se pergunta o que está na base da bola de gelado, é apenas uma simples maçã assada.

 

Bom fim de semana a todos!

publicado por Ameixinha às 08:30 | link do post | comentar | ver comentários (32) | partilhar
Quarta-feira, 07.12.11

Gelado de baunilha e pimenta rosa

 

É certo e sabido que os apostos se atraem. É suposto os invernos serem frios e cinzentos. É a altura em que o amor sabe melhor, no aconchego e no calor dos afagos. O gato tende a ficar perto da lareira, os corpos sentem-se atraídos pelo sofá e há chás fumegantes com sabor a limão e mel, para acalmar as gargantas inflamadas. Uma monotonia incapacitante toma conta do céu, ou é cinzento ou negro, e o sol esconde-se na magnitude do horizonte. É preciso pedir licença a um pé para fazer avançar o outro, anda tudo em câmara lenta para não deixar escapar os raios de energia armazenados há uns meses. Ela queria que não fosse assim, sentia-se impelida a contrariar tudo na sua vida. Se era doença ninguém sabe, mas ela corria à chuva, ia à praia em pleno temporal e sonhava com os trópicos. Por que haveria de compactuar com as coisas, só porque todos teimavam em segui-las como se não houvesse outro caminho? Ela corria pela vida que queria, como queria que ela fosse e jurava que por muito que a achassem louca, ela ia continuar a traçar um rumo oposto ao dos outros. Tinha plena consciência que os gelados eram doces mas, por muito que pudessem duvidar da sua sanidade, ela ia continuar a apimentar a sua vida e a sonhar com o calor do verão em pleno inverno.

 

Ingredientes:

1 fava de baunilha

175 g de leite

75 g de natas

10 g de pimenta rosa

75 g de açúcar

3 gemas de ovo

 

Preparação:

Abra a fava de baunilha longitudinalmente e, com uma faca, raspe o interior.

Coloque numa caçarola o leite, as natas, os grãos de pimenta rosa - um pouco esmagados - e as sementes de baunilha. Leve a caçarola a aquecer em lume médio.

Bata as gemas com o açúcar numa tigela até formar um creme.

Quando a mistura da caçarola começar a borbulhar, não deixe que comece a ferver, vertemos as gemas e o açúcar. Deixe a mistura em lume brando e vá mexendo até que engrosse um pouco, mas sem deixar ferver.

Retire do lume e deixe esfriar.

Se tiver máquina de gelados, siga as instruções de utilização. Caso não tenha, leve ao congelador e bata de 30 em 30 minutos para quebrar os cristais de gelo.

 

Notas:

Receita retirada do blog Uno de Dos.

Apesar de não se referir para coar a mistura, acho que não é agradável encontrar os grãos de pimenta.

Para quem, como eu, não gosta de doces muito doces, aconselho a diminuir a quantidade de açúcar.

Esta receita surge em resposta ao desafio Chocolate e Picante: um desafio de receitas com histórias dentro, lançado pela Suzana do blog Gourmets {amadores}. Infelizmente, a foto não está nada de especial e não há chocolate para saborear mas fica a tentativa. 

 

Continuação de boa semana a todos!

publicado por Ameixinha às 17:36 | link do post | comentar | ver comentários (40) | partilhar
Segunda-feira, 05.09.11

Sorvete de limão


Nos dias de muito calor saía de casa como se fosse muçulmana. A tez branca e os olhos sensíveis não lhe permitiam andar desprotegida. Besuntava-se de protector solar e cobria os cabelos com uma écharpe que combinava com o resto da vestimenta. A aldeia onde tinha sido parida era demasiado pequena, estava parada no tempo. Às vezes, ela sentia-se muito velha e os únicos sinais de modernidade eram o mp4 que levava sempre consigo, os óculos de sol e os cabelos assimétricos que iam escondidos. Passava pelas vizinhas e saudava-as com simpatia. Riram-se dela a primeira vez que saiu à rua assim, quase uma muçulmana, ainda com a face e a franja visível. Ela gostou, fez daquilo um hábito. Era a maneira de se tornar distinta dos demais. Antes isso que passar despercebida! - pensou ironicamente. Havia sempre alguém que criticava, uma vizinha sem nada para fazer que levava os trapos para lavar no tanque comunitário, ou uma velhota quase adormecida no parapeito da varanda a ver o mundo passar. Riam alto e comentavam sem pudor aquele atrevimento. De vez em quando, fervia por se sentir um alvo vivo em movimento. Depois passava, e ria por dentro contra a amargura direccionada sentindo a alegria de ser genuína.

Ingredientes:
2 limões orgânicos
1/2 chávena de açúcar
1/2 chávena de sumo de limão
2 chávenas de half-and-half
1 pitada de sal
limoncello (opcional)

Preparação:
Raspe a casca dos limões. Adicione o açúcar e junte tudo no liquidificador pulsando até obter uma mistura bem fina. Junte o sumo de limão e bata até se dissolver completamente. Adicione o half-and-half, o sal e bata bem. Deixe a mistura gelar, junte o licor e leve à sorveteira.

Notas:
Half-and-half é um produto constituído por metade natas e metade leite. Fiz a mistura em casa juntando uma chávena de natas e uma de leite.
Para quem não tem sorveteira, leve ao congelador e bata de hora a hora para quebrar os cristais de gelo.
Receita retirada do Chucrute com Salsicha.

Bom fim de semana :)
publicado por Ameixinha às 13:05 | link do post | comentar | ver comentários (35) | partilhar
Quinta-feira, 14.04.11

Gelado de alfazema


Aqui já não é Primavera, foi um ar que se lhe deu, ela foi-se mas não sem antes deixar uma promessa de  regresso. Está quente, abafado, demasiado intenso para esta época do ano. Está bom para queimaduras solares, passear, tomar café com blogueiras até então desconhecidas, enxaquecas, muitas dores nos ossos, conversar e comer gelados :) A lavanda está em plena fase de floração, passo e deslizo a ponta dos dedos para encerrar o perfume dela em mim por breves instantes. É uma lavanda que não me pertence mas que, por coincidência, descobri no meu caminho e fico tão fascinada quando lhe passo os dedos como quando saboreio uma colherada deste gelado cremoso.

Ingredientes:
8 caules de alfazema inglesa (ou 4-6, se na época estiver em plena floração)
2 1/2 chávenas (600 ml) de natas
1 pedaço pequeno de casca de limão
2/3 chávena (160 g) de açúcar
4 gemas de ovo, ligeiramente batidas

Preparação:
Passe a alfazema por água, seque-a, e em seguida coloque-a numa caçarola com as natas e a casca de limão. Aqueça até ficar quase a ferver e em seguida adicione o açúcar e mexa até dissolver. Passe a mistura por um coador fino e em seguida deite-a numa tigela juntamente com as gemas de ovo. Transfira novamente a mistura para a caçarola e deixe cozinhar em lume fraco, mexendo ao mesmo tempo, até engrossar o suficiente para cobrir a parte de trás de uma colher - não deixe ferver. Deite a mistura num tabuleiro de metal frio para que arrefeça, ou congele numa máquina de fazer gelados, seguindo as instruções do fabricante. Deixe congelar até toda a extensão da borda ficar congelada, mas não o centro.
Bata a mistura num robô de cozinha ou tigela até ficar lisa. Congele novamente. Repita esta sequência mais duas vezes. Tape com papel parafinado e coloque no congelador.

Notas:
Receita retirada d' O livro essencial da cozinha mediterrânica.
Não tendo alfazema fresca, usei 2 colheres de chá (mal medidas) de alfazema seca biológica.
Deitei a mistura directamente para um tupperware, deixei arrefecer e levei ao congelador. Sem máquina, tive que bater a mistura com a batedeira. Também não usei papel parafinado, se congelarem num tupperware e taparem bem, não há necessidade disso.
Guardo as claras de ovos para posteriores utilizações culinárias.

Fezoca, a primeira colherada é sua ;)
Bom fim de semana a todos!
publicado por Ameixinha às 21:31 | link do post | comentar | ver comentários (54) | partilhar
Domingo, 08.11.09

Um dia simples com gelado de romã


Não há festa mas há sempre bolo :)
Para além do bolo, este ano também há gelado feito por mim!
O meu primeiro gelado e, mesmo sem a arca frigorífica (tive que fazer ginástica para colocar tudo no congelador. É que o gelado rende bastante!), ficou tão bom que merece destaque neste dia!
Aproveitei as romãs colhidas gentilmente do terreno abandonado do vizinho (a minha mãe é que trata disso, eu tenho medo de ser presa he he) e preparei a sugestão que vi no livro "Nigella na Cozinha".
Ficou muito girly com a coloração rosa bebé que o sumo das romãs proporcionou, um gelado de gaja para todos comerem sem preconceitos! Isso inclui o facto de estar frio e ser Outono mas, a mim, os gelados sabem-me sempre melhor quando está frio e romãs frescas só se encontram no Outono, quando estão boas para ser colhidas :)
Uma receita simples porque a vida quer-se simples!

Ingredientes:
2 romãs (mais sementes de uma terceira para a decoração)
1 lima (usei limão)
175 g de açúcar em pó
500 ml de natas gordas

1. Esprema as romãs e a lima e coe os sumos para uma taça.
2. Junte o açúcar em pó e mexa para dissolver.
3. Misture as natas batidas e continue a bater até se formarem picos no creme rosa.
4. Passe o gelado para o recipiente hermético que escolher e congele durante pelo menos 4 horas, ou durante a noite.
5. Espalhe algumas sementes de romã antes de o comer.

Notas:
Este gelado não tem que ser batido para quebrar os cristais de gelo. É só espremer, mexer, bater, congelar e comer!

Façam como eu, festejem todos os dias a benção que é estar vivo e poder passar aqui mais 365 dias... com ou sem gelado de romã :)

O bolo ainda está a ser preparado, se ficar bom, será publicado em breve!
Bom Domingo a todas(os)!
publicado por Ameixinha às 09:30 | link do post | comentar | ver comentários (95) | partilhar

mais sobre mim

a possuída moída

Sobrevivo numa selva de hipocrisia, burocracia e cegueira de quem não quer ver. Prefiro não me lembrar da crise de valores que vivemos, mesmo sendo quase impossível esquecer-me disso. Cozinho e como com prazer, mesmo que alguma culpa surja depois. Gosto de andar a pé sozinha, viajar de comboio com um livro na carteira, dizer "Bom dia" com convicção e a sorrir. Ajudar quem precisa é o que me permito fazer sem pensar duas vezes, embora haja muita gente mal-agradecida. Sou adepta da boa disposição, da humanidade e respeito nos serviços de saúde e educação, acredito na capacidade de generosidade e bondade das pessoas que me rodeiam. Entristece-me que, nem sempre, essas capacidades sejam canalizadas quando deveriam. Não gosto das vizinhas coscuvilheiras e de pessoas mal educadas, prepotentes e ocas. Os meus olhos transmitem tudo o resto de mim e são cor da canela. Amo a Fauna e a Flora. Adoro o Outono e as folhas que caem. Não vejo qualquer utilidade em peluches. E a única coisa que é afrodisíaca é o amor.

pesquisar neste blog

 

posts recentes

Posts mais comentados

aqui acontece

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

arquivos

tags

links

subscrever feeds

quantos por cá passaram...