Terça-feira, 12.05.15

Bruschetta de abacate

Bruschetta de abacate.jpg

Dias de calor pedem refeições leves e calmaria. Depois de uns dias de tempestade a primavera chegou em força. Os passarinhos dançam descontroladamente nos céus, munidos de truques de acasalamento que não sei se resultam ou não, mas parecem-me felizes. O céu está raiado de azuis e brancos e há uma neve felpuda que enevoa o ar e entope tudo que é via respiratória. Ahhhh, a primavera, que alegria :/ Depois há esse bicho fantástico que se chama gafanhoto e que todas as primaveras se atravessa no meu caminho. Estes dias, enquanto caminhava encontrei um e decidi que o melhor era atravessar a rua. Fiquei a pensar nele, porque pela reação desses bichos, sei que têm tanto pavor de mim como eu tenho deles. Percebi que o meu medo não é o facto deles saltitarem, é o facto de eles panicarem e eu não saber para onde eles vão saltar. Se eles saltassem para longe de mim... estava tudo tranquilo. Mas não, os bichinhos ficam tão desorientados comigo que nem sabem por onde se enfiar e atiram-se desalmadamente para onde calha, na esperança de conseguirem fugir. Não é uma dança elegante, daí a minha reticência aos gafanhotos. Não são elegantes nem bonitos e devem ver-me exactamente da mesma forma. Cheguei à conclusão que vivemos bem um sem o outro, eu sem gafanhotos, eles sem mim :)

O abacate também não é o meu alimento favorito, mas tenho experimentado algumas receitas que me têm surpreendido. Para além disso, tem uma gordura saudável e é bastante benéfico. As experiências com este pseudofruto continuam nesta cozinha. Até breve ;)

 

Bruschetta de abacate - Na cozinha com Nigella:

1 abacate maduro

2 colheres (chá) de sumo de lima/limão

4 fatias grossas de pão

sal e pimenta a gosto

1 colher (sopa) salsa finamente picada

 

Parta o abacate a meio, retire a polpa para uma taça com o sumo de lima, esmague bem com o garfo e tempere a gosto. Espalhe grosseiramente sobre cada fatia de pão e polvilhe com salsa.

publicado por Ameixinha às 10:47 | link do post | comentar | ver comentários (4) | partilhar
Sexta-feira, 03.02.12

Ananás com bacon


Para quem é fã de fruta e de coisas agridoces, uma entrada simples e muito rápida. Para aqueles dias em que se convida alguém para jantar, mas o tempo não é tanto assim. É uma maneira de ir entretendo o estômago enquanto esperam pelo prato principal.

E por falar em coisas simples e rápidas, o Canela Moída deixou de ser perfil no facebook e passou a página de fãs. Clicando aqui - ou ali na barra lateral -  podemos ficar mais próximos :)

 

Ingredientes: 

4 rodelas de ananás

24 fatias finas de bacon 

24 palitos

 

Preparação:

Corte as rodelas de ananás em pedaços pequenos e envolva cada um numa fatia de bacon. Prenda com um palito.

Coloque-os num tabuleiro e leve ao forno a 180º C, durante 15 minutos.

 

Notas:

Receita retirada da revista "Mulher Moderna na Cozinha" nº 105.

Usei ananás enlatado.

 

Bom fim de semana!

sinto-me:
música: Save the world tonight - Swedish house mafia
publicado por Ameixinha às 21:00 | link do post | comentar | ver comentários (32) | partilhar
Terça-feira, 24.01.12

Borek



Sou da opinião de que, quando estamos doentes, devemos comer tudo aquilo que nos apetece. Portanto, eu tive direito a canja, arroz-doce, gelatina e estes pastéis recheados de queijo feta. Quer-me parecer que vou ter que continuar esta espécie de dieta por mais um mês, o tempo que a tosse demorará a passar :)

 

Pastéis turcos de massa filo:

 

400 g de queijo feta

2 ovos, ligeiramente batidos

3/4 chávena (25 g) de salsa fresca, picada

375 g de massa filo

1/3 chávena (80 ml) de azeite de boa qualidade

 

Preparação:

Aqueça o forno a 180ºC. Unte levemente uma forma/tabuleiro. Esfarele o queijo feta para dentro de uma tigela grande com o auxílio de um garfo ou mesmo com os dedos. Misture os ovos e a salsa e tempere com pimenta preta acabada de moer.

Tape a massa filo com um pano de loiça húmido, para que não fique seca. Retire uma folha de cada vez. Empilhe 4 folhas, pincelando cada uma levemente com azeite. Corte a massa em quatro faixas com 7 cm.

Coloque 2 colheres de chá da mistura de queijo num dos cantos de cada faixa e dobre na diagonal, compondo assim uma almofada triangular. Coloque-as numa travessa de ir ao forno, com a fenda virada para baixo, e pincele com azeite. Repita o procedimento com o resto da massa e o recheio, de modo a fazer 24 pastéis. Deixe cozer durante 20 minutos, ou até ficarem dourados.

 

Notas:

Receita retirada d'O livro essencial da cozinha mediterrânica.

Fiz apenas metade da receita.

O recheio dos borek é versátil e pode ser adaptado de forma a incluir os seus queijos preferidos, tal como o haloumi, gruyère, cheddar ou mozzarella.

publicado por Ameixinha às 11:41 | link do post | comentar | ver comentários (39) | partilhar
Segunda-feira, 20.06.11

Pastéis de courgette


Se eu fosse o capuchinho vermelho e tivesse que levar o lanche à avozinha, primeiro pensaria na condição médica da senhorinha. Hoje em dia, tem que se ter cuidado com tudo, incluindo a alimentação. Não vá o raio da veia ou artéria tecê-las e dar origem a algo que não queremos! O açúcar no sangue e o colesterol também têm que ser controlados, tudo para visar um prolongamento da vida às avós deste mundo, só para passarmos mais um bocadinho de tempo com elas ou então, como acontecerá com muitos, para nos lembrarmos que nos esquecemos dos nossos avós, ou porque são um bocadinho chatos ou porque o nosso tempo não chega para eles. Tristezas à parte, já que estamos a falar de comemorações e não de aflições, se eu tivesse uma avózinha, na minha cestinha levava apenas e só 2 ou 3 courgettes pequeninas, algumas especiarias e ia preparar estes pastéis na cozinha da minha avó, passar tempo de qualidade com ela :) Não há cozinha onde não haja um molho de salsa, uma cebola, pão e farinha. O queijo parmesão ia comigo, o limão ia colhê-lo ao quintal da avózinha e o ovo seria recolhido directamente da capoeira. Da prateleira este prato antigo e uma fotografia simples, à maneira de uma avó da aldeia. 

Ingredientes:
300 g de courgettes, raladas
1 cebola pequena, bem picada
1/4 copo (30 g) de farinha com fermento
1/3 copo (35 g) de queijo kefalotyri ou parmesão, ralado
1 colher (sopa) de hortelã fresca, picada
2 colheres (chá) de salsa fresca com folhas lisas, picada
1 pitada de noz-moscada moída
1/4 copo (25 g) de pão ralado
1 ovo, levemente batido
azeite, para fritar

Preparação:
Coloque as courgettes e a cebola no centro de um pano de louça limpo, junte os cantos ao mesmo tempo e esprema o mais apertado possível para libertar todos os sucos. Junte as courgettes, cebola, farinha, queijo, hortelã, salsa, noz-moscada, pão ralado e ovo numa tigela grande. Tempere bem com sal e pimenta preta em grão e misture tudo com as mãos até obter uma massa compacta e que fique pegada.
Aqueça o azeite numa frigideira grande em lume médio. Quando quente, deite, ao nível da frigideira, colheres de sopa da mistura e deixe fritar durante 2-3 minutos, ou até ficar bem alourada em toda a dimensão. Escorra bem em papel absorvente e sirva quente, com gomos de limão.

Notas:
Estes pastéis são a resposta ao desafio da Belinha, aqui está a minha participação :)
A receita foi retirada d' "o livro essencial da cozinha mediterrânica".
Se preferirem, podem usar um coador para espremer a courgette e retirar todos os sucos.

Bom início de semana a todos!
publicado por Ameixinha às 21:00 | link do post | comentar | ver comentários (58) | partilhar
Quarta-feira, 01.06.11

Bastonetes de mostarda


Aqui está uma receita fácil, bonita e rápida, na minha mais modesta opinião. A minha vontade de fazer nadinha, continua, muito devido ao calor. Compilei forças para o encontro de Sábado passado, do qual não vou falar agora porque quem não foi que fosse, pois ficava logo a saber o que se tinha passado :)
Esta receita fica na categoria das entradas e, mal eu saí de casa para trabalhar... nunca mais vi nenhum. Cheguei ao fim do dia e ainda me perguntei pelos bastonetes de mostarda mas, os dois manhosos que ficaram em casa, acabaram com eles em três tempos. Ou seja, é uma entrada que teve saída ;)

Ingredientes:
1 rolo de massa folhada
Mostarda Dijon q.b.
1 ovo
sal marinho ou sementes (usei sementes de gergelim pretas)

Preparação:
Estenda a massa folhada e passe a mostarda apenas numa metade, deixando as margens sem mostarda. Dobre a massa ao meio e fatie, cortando tiras da largura de um dedo, usando um cortador de pizza ou de massas. Bata o ovo com um pouco de água e pincele sobre os bastonetes, salpique sal ou sementes. Leve ao forno pré-aquecido a 200º C por cerca de 15 minutos, ou até que a massa esteja dourada.


A receita vi-a no French Made Easy da Dorie e, com ela, participo no desafio Alquimia de Ingredientes que aceita sugestões com mel ou massa folhada.

Notas:
Podem usar a quantidade de massa folhada que entenderem. Eu usei uma já pronta a desenrolar, mas redonda. As rectangulares são mais apropriadas para esta receita. Usei o papel vegetal em que elas estão enroladas para levar ao forno, não precisando de untar o tabuleiro.

Miúdas de Lisboa e arredores, aproxima-se muito rapidamente encontro na capital. Precisava de saber quem está interessado em comparecer para combinar melhor as coisas. Por favor, enviem-me e-mail, ok?

Continuação de boa semana!
publicado por Ameixinha às 11:00 | link do post | comentar | ver comentários (57) | partilhar
Segunda-feira, 31.01.11

Pataniscas de bacalhau

Pataniscas - ou Fataniscas - são um petisco bem português e a Laranjinha fez o favor de nos dar a provar estas pataniscas de bacalhau que, creio, ficaram na memória de todos que lhe deitaram o dente. É certo que o bicho está em extinção mas... não estaremos todos? Um petisco destes de longe a longe sabe bem e não faz tão mal assim! Gostei muito da junção do pimento, a patanisca fica mais colorida e muito mais saborosa. Experimentem e vão ver que vão manter a pata-na-isca ;)

Ingredientes:
100 gr de farinha
sal
pimenta de moinho
2 ovos
0,5 dl de água
1 cebola
200 g de bacalhau demolhado
1 raminho de salsa
1/4 pimento vermelho
óleo para fritar

Preparação:
Deitar a farinha numa taça, adicionar o sal, a pimenta, os ovos e a água. Mexer muito bem com uma vara de arames até obter um polme liso. Descascar e picar finamente a cebola. Adicioná-la ao polme. Limpar o bacalhau de peles e espinhas. Desfiá-lo e juntá-lo ao polme. Picar a salsa e cortar o pimento em cubinhos. Adicionar tudo ao polme e mexer com uma colher de pau. Se necessário, rectificar os temperos.
Colocar um pouco de óleo numa frigideira larga e levar ao lume. Quando o óleo estiver quente, deitar a massa em colheradas e deixar fritar até a parte de baixo estar dourada, voltar e deixar fritar do outro lado.
Escorrer as pataniscas em papel absorvente.

Boa semana a todos!
publicado por Ameixinha às 11:59 | link do post | comentar | ver comentários (63) | partilhar
Segunda-feira, 24.01.11

Croutons caseiros

Há umas semanas atrás senti-me como se fizesse parte daquele filme de terror "Pesadelo em Elm Street" em que os personagens, ao tentar sair da cidade, passam vezes sem conta pelo mesmo sítio. Tudo parecia um labirinto sem saída possível. Isto tudo porque não queríamos pagar as SCUT para ir ao Ikea e tivemos que nos embrenhar pelas ruelas do Porto. Foi difícil lá chegar e mais difícil foi encontrar o caminho para casa he he É que as indicações eram quase inexistentes e demos por nós a ir ter ao mesmo sítio algumas vezes. Bendita pasta de chocolate que resolvi levar comigo, porque já eram quase 2 da tarde e o estômago roncava :)
Tudo isto para dizer que, ande eu por onde andar, acabo sempre por voltar a este petisco. É óptimo para aproveitar pão duro e muito simples de fazer, garanto que não é pesadelo nenhum!

Ingredientes:
1 baguete (uso fatias de pão de forma)
3 colheres (sopa) de azeite
3 colheres (sopa) de manteiga, derretida
4 dentes de alho, picados
2 colheres (chá) de sal (uso aromatizado com louro)
1 colher (chá) de pimenta
1 colher (chá) tempero italiano (uso oregãos e tomilho secos)

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Corte o pão em cubos pequenos. Transfira-os para um tabuleiro forrado a papel vegetal (uso a película de silicone). Regue o pão com o azeite e a manteiga, salpique o alho, sal, pimenta e ervas por cima. Envolva bem com as mãos (uso uma colher) os croutons para que absorvam todos os temperos. Leve ao forno por 15-20 minutos até estarem dourados. Sirva depois de arrefecer.

Notas:
Podem usar os temperos que vos apetecer, já fiz sem o alho e sem as ervas. Só com azeite e um pouco de sal também fica muito bom.
Uso os croutons para acompanhar as sopas mas nas saladas também resultam.
Se desejaram podem cobrir com queijo parmesão ralado.
Uso sempre pão de forma já com uns dias. Retiro da embalagem plástica e coloco as fatias dentro de uma saca de pano para pão durante uns dias para endurecerem.
Gosto de comer os croutons quentes, é impossível resistir.
Desconhecendo a medida da baguete, vou cortando o pão até preencher o tabuleiro do forno.
A meio do tempo viro-os para que fiquem dourados por igual.
Vi a receita no blog What´s Gaby Cooking.

Boa semana a todos!

publicado por Ameixinha às 23:11 | link do post | comentar | ver comentários (52) | partilhar
Quinta-feira, 10.06.10

Flan de courgettes

A máquina é nova mas não parece, eu ainda não lhe apanhei o jeito. Sei que tem uma função especial para comida mas só soube disso depois de fazer este flan :) Daí que a coisa não tenha ficado muito bem apanhada, mas foi amplamente saboreada!
Sou a verdadeira fã de courgettes, tanto que até semeei algumas nuns canteiros mas parece-me que não vou ter grande sorte. Enfim, já é algo a que estou habituada!

Esta receita encontrei-a no Cinco Quartos de Laranja, blog da Laranjinha que foi uma das minhas companheiras na viagem ao Sul. Em jeito de homenagem a todas quantas me aturaram naqueles fabulosos 4 dias, decidi fazer uma (ou mais) receita de cada uma delas que vou publicar ao sabor da maré. Não é nada que eu não fizesse antes porque já experimentei receitas de quase todas elas, mas apeteceu-me este pequeno desafio :) Começo muito bem com o Cinco Quartos de Laranja, vamos lá ver onde isto vai parar!


Ingredientes:
2 courgettes
60 g de margarina
5 ovos
sal
pimenta de moínho
1 dl de natas
100 g de queijo ralado em fios

Preparação:
Ligar o forno a 180ºC.
Lavar e ralar as courgettes.
Derreter a margarina numa frigideira anti-aderente, juntar as courgettes e deixar refogar até estarem macias.
Partir os ovos para uma tigela, temperá-los com sal e pimenta acabada de moer.
Bater com uma vara de arames até os ovos estarem desfeitos.
Juntar as natas e o queijo aos ovos. Misturar muito bem.
Deitar este preparado sobre as courgettes (ou envolver nas courgettes) e levar ao forno numa forma untada com margarina, cerca de 20 minutos.

Notas:
Envolvi as courgettes na mistura e adorei o resultado. O melhor de tudo é sentir-se o queijo a cada garfada. Aqui em casa foi servido com carne assada que tinha sobrado do almoço, mas tal como a Laranjinha sugere, uma salada verde acompanha muito bem este flan!

Continuação de bom feriado!

publicado por Ameixinha às 10:01 | link do post | comentar | ver comentários (61) | partilhar
Sexta-feira, 28.05.10

Queijo de cabra dourado

Ora bem, um dos part-time não funcionou e eu fui dispensada depois de ter trabalho 24 horas (3h/dia). Números e contabilidade não são a minha praia... eu gosto é das letras e, no fundo, até me sinto aliviada porque o ambiente não me agradava. Óbvio que o dinheiro faz-me muita falta e, por isso mesmo, esforcei-me todos os dias; mas quando não nascemos para aquilo, não há volta a dar! Vamos lá ver se me aguento no outro part-time. Torçam lá mais um bocadinho por mim... eu não tenho mesmo sorte nenhuma :)
O mesmo aconteceu com este petisco, que retirei do livro "Na cozinha com Nigella". Poderia ter funcionado bem, se eu soubesse a qualidade de queijo certa a usar. Usei um queijo de cabra duro e salgado. O melhor seria mesmo um queijo de cabra mais mole que, com o fritar/assar, ficasse meio derretido por dentro. Mas comeu-se e fica a sugestão... acertem no queijo!

Ingredientes:
1 ovo
1 boa pitada de pimenta
30 g de pão ralado panko (usei pão ralado normal)
1 embalagem (4x25 g) de rodelas de queijo de cabra

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 220ºC/ gás 7.
Bata o ovo numa taça grande com a pimenta e ponha o pão ralado num prato raso.
Mergulhe o queijo de cabra na mistura de ovo e pressione firmemente no pão ralado. Tem de virar o queijo e pressionar do outro lado para o revestir uniformemente; envolva também os lados.
Coloque os queijos de cabra revestidos num tabuleiro de forno forrado e coza durante 10 minutos, altura em que o queijo deve estar macio por dentro, mas ainda com a mesma forma. Também os pode fritar, aquecendo uma frigideira com óleo suficiente para os cobrir enquanto fritam. Quando o óleo estiver quente, só precisam de um minuto ou dois para fritar.

Bom fim de semana a todos :)

publicado por Ameixinha às 20:40 | link do post | comentar | ver comentários (51) | partilhar
Quarta-feira, 10.03.10

Empadas de salsichas

Durante os anos de faculdade, não me lembro de ter comprado uma lata de salsichas, aqui em casa raramente temos salsichas, não sou grande fã de salsichas. Por amor do Senhor, não me venham dizer que a minha vida tem falta de salsicha... isso já eu sei :)
Mas, num cabaz de Natal lá vinha uma latinha e andou dois meses perdida até que eu decidisse o que fazer com elas. Encontrei a sugestão numa TeleCulinária de 2001 nº 1173, e dei-lhes bom uso!

Ingredientes:
2 latas de salsichas pequenas (usei 1 lata de 6 ou 8 salsichas, esqueci-me de anotar)
1 colher de (chá) de salsa picada
1 colher (sopa) de mostarda
1 colher (sopa) de ketchup
500 gr de massa folhada (usei apenas um rolo de cerca de 225 gr)
Ovo batido para pincelar (usei molho de soja)

Preparação:
Abra as latas de salsichas e escorra-as; leve-as a cozer em água durante 10 minutos, escorra-as e deixe que arrefeçam.
Corte-as depois em rodelas finas para uma tigela, junte-lhes a salsa picada, a mostarda e o ketchup e misture bem.
Estenda a massa folhada com o rolo até uma espessura fina. Corte círculos de massa com dimensões suficiente para forrar forminhas de empadas. Depois de forradas, encha-as com a mistura.
Corte mais círculos de massa, cubra o recheio e aperte bem os bordos para a massa ficar bem presa.
Pincele com o ovo batido e leve ao forno a 200º C durante 20 minutos. Desenforme e sirva mornas ou frias.

Esta rendeu elogios até dos esquesitos. Vale a pena comprar salsichas de quando em quando. Acho que deve ficar bom na versão veggie, com salsichas de soja.
Não me lembro quantas empadas obtive. Eu conto-as na altura e, como acho que ainda tenho boa memória (mesmo sabendo que não é verdade), esqueço-me de apontar no caderno, mas tenho certeza absoluta que dá mais que estas cinco que aqui aparecem :)
São óptimas mornas ou frias. Isto de comer salsichas muito quentes pode queimar e muito ;)
tags:
publicado por Ameixinha às 10:00 | link do post | comentar | ver comentários (77) | partilhar

mais sobre mim

a possuída moída

Sobrevivo numa selva de hipocrisia, burocracia e cegueira de quem não quer ver. Prefiro não me lembrar da crise de valores que vivemos, mesmo sendo quase impossível esquecer-me disso. Cozinho e como com prazer, mesmo que alguma culpa surja depois. Gosto de andar a pé sozinha, viajar de comboio com um livro na carteira, dizer "Bom dia" com convicção e a sorrir. Ajudar quem precisa é o que me permito fazer sem pensar duas vezes, embora haja muita gente mal-agradecida. Sou adepta da boa disposição, da humanidade e respeito nos serviços de saúde e educação, acredito na capacidade de generosidade e bondade das pessoas que me rodeiam. Entristece-me que, nem sempre, essas capacidades sejam canalizadas quando deveriam. Não gosto das vizinhas coscuvilheiras e de pessoas mal educadas, prepotentes e ocas. Os meus olhos transmitem tudo o resto de mim e são cor da canela. Amo a Fauna e a Flora. Adoro o Outono e as folhas que caem. Não vejo qualquer utilidade em peluches. E a única coisa que é afrodisíaca é o amor.

pesquisar neste blog

 

posts recentes

Posts mais comentados

aqui acontece

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

arquivos

tags

links

subscrever feeds

quantos por cá passaram...