Domingo, 11.10.15

Bolo de maçã com cobertura

30-08 027.jpg

O Verão terminou com um  gafanhoto a saltar para cima de mim. E eu, no meio da rua a sacudir a saia, qual dançarina de flamenco! Finalmente o outono chegou com tantas coisas boas, tantas cores lindas, tantos aconchegos. Do doce de figo, ao doce de abóbora com coco, este domingo termina com bolo... porque a chuva, pede sempre bolo! Adios, gafanhotos! Olé!

 

Ingredientes:

100 g de açúcar

150 g de manteiga amolecida

2 ovos

100 g de farinha sem glúten mix B Schar

1 colher (chá) de bicarbonato

1 colher (chá) de fermento

1/2 colher (chá) de canela moída

400 g de maçãs, descascadas e raspadas grosseiramente

60 g de nozes partidas (não usei)

1 colher (chá) de extracto de baunilha

 

Cobertura:

60 g de nozes (usei pinhões)

40 g de açúcar amarelo

 

Preparação:

Pré-aqueça  o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma redonda ou rectangular.

Bata o açúcar com  a manteiga até ficar fofo. Adicione os ovos e bata bem. Peneire a farinha, bicarbonato, fermento e canela juntamente com uma pitada de sal. Misture bem. Adicione as maçãs, nozes e baunilha e envolva bem. Coloque a mistura na forma.

Para a cobertura, misture as nozes com o açúcar e canela, e distribua de forma abundante por cima do bolo. Leve ao forno por cerca de 45 minutos, ou até que um palito espetado no centro, saia limpo.

Deixe arrefecer ligeiramente antes de desenformar. Sirva morno ou à temperatura ambiente.

 

Receita adaptada do livro "apples for jam" da Tessa Kiros.

publicado por Ameixinha às 19:58 | link do post | comentar | ver comentários (7) | partilhar
Domingo, 17.05.15

Chocolate cake from Tessa

3-3 127.jpg

Não me canso de dizer a mim mesma que há males que vem por bem. E há!

Hoje foi dia de lavar e pintar a piscina. Pelos vistos, todos os anos dá-se o mesmo ritual. As paredes, costumeiramente brancas, passaram a azul cor do céu. Um ano de mudança que me recebeu aqui de braços abertos. Logo a mim, que nem sei nadar :) Os homens pintavam diligentemente e as mulheres, como sempre, limpavam a tinta que deixavam o azulejo pintalgado. O bolo já estava pronto, porque hoje também foi dia de bolo. Bolo de chocolate, com uma cobertura simples. Bolo bom, húmido, fácil. A piscina enche. Vai levar cerca de 48 horas a encher, é grande. Hoje ninguém pôde usufruir de um banho nela, mas houve churrasco, vinho, conversa, muitos risos. Terminou com bolo, e que belo final de domingo :)

3-3 137.jpg

Bolo de chocolate (Apples for jam, Tessa Kiros)

180 g de manteiga

50 g de chocolate negro

30 g de cacau em pó

3 ovos, separados

150 g de açúcar

85 g de farinha (usei metade Doves Farm e metade mix B da Schar)*

1 1/2 colher (chá) de fermento

3 colheres (sopa) de leite

 

1 pacote de natas

compota a gosto

extracto de baunilha

nozes q.b.

 

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180º. Unte e enfarinhe uma forma de mola com 24 cm de diâmetro. Derreta a manteiga numa caçarola, junte  o chocolate partido e o cacau e mexa até dissolver. Retire a caçarola do lume. Bata as claras em castelo. Noutra tigela bata as gemas em espuma, junte o açúcar e bata. Adicione a mistura de chocolate, um pouco de cada vez. Peneire a farinha e o fermento e envolva bem. Adicione o leite e bata.

Cuidadosamente, envolva as claras em castelo até estarem incorporadas na massa. Coloque na forma e leve a cozer por cerca de 30-35 minutos. Deixe arrefecer na forma. Coloque num prato de servir e decore com natas batidas com 1 colher de sopa de compota de frutos vermelhos e 1 colher de chá de extracto de baunilha. Salpique nozes por cima e sirva.

 

*Ou 125 g de farinha de trigo se não forem intolerantes ao glúten

publicado por Ameixinha às 22:40 | link do post | comentar | ver comentários (5) | partilhar
Terça-feira, 18.11.14

Gugelhupf de ameixas e nozes

Gugelhopf.jpg

Mudei de casa pela primeira vez na vida - tirando os 5 anos que passei em Coimbra - e foi um processo longo! Um processo que ainda não terminou. Primeiro mudaram os meus pais. Fiquei à espera que acertassem com a medida do colchão da minha cama. Só à terceira é que conseguiram. Faltava a coizinha, o puzzle do Ikea estava muito complicado. Quase 2 semanas depois já havia fogão. Lá fui eu e o Matias. Depois faltava o meu roupeiro, porque não havia transporte para ir buscá-lo. Domingo 2 amigos fizeram o favor de ajudar a pô-lo no sítio. Hoje, trouxe o Tomás para cima. Sim, porque só me mudei para uma casa150 metros acima da antiga. Ou seja, a aldeia é a mesma. Ui, que alegria :/

Estou a habituar-me ao forno eléctrico e ainda não testei receitas novas. Restam-me experiências do fogão a gás. Boas experiências!

Este bolo pede uma chávena de chá. Estes dias chuvosos precisam de ser adoçados. Há lá melhor coisa que bolo e casas semi-novas? Boa combinação!

Gugelhopf fatia.jpg

 Ingredientes:

100 g de manteiga

175 g de açúcar em pó

1 colher (sopa) de açúcar baunilhado

3 ovos, 1 pitada de sal

60 g de nozes raladas

50 g de ameixas secas

1 colher (chá) de canela moída

125 ml de leite

250 g de farinha sem glúten

1 colher (chá) de fermento

 

Preparação:

-Bata a manteiga e os açúcares. Separe os ovos. Incorpore pouco a pouco as gemas na mistura de manteiga e açúcar. Noutra tigela, bata as claras com o sal em castelo.

- Unte com manteiga uma forma com chaminé e pré-aqueça o forno a 180ºC. Incorpore, pouco a pouco, o miolo de nozes, as ameixas aos pedacinhos, a canela e o leite na massa de manteiga. Numa tigela à parte misture a farinha com o fermento. Incorpore esta mistura, pouco a pouco, na massa, batendo sempre. No fim, incorpore delicadamente as claras batidas em castelo.

- Deite a massa na forma preparada e leve a cozer durante 40-45 minutos. Deixe arrefecer e desenforme.

 

*Receita adaptada do livro "Padaria e pastelaria sem glúten".

publicado por Ameixinha às 22:10 | link do post | comentar | ver comentários (12) | partilhar
Sábado, 22.02.14

Toalha felpuda

 

Com o frio que tem feito é só isso que me apetece, uma toalha felpuda, um cobertor quente, um gato no colo e abraços.

Nem sei bem por onde andei este tempo todo. Cozinho todos os dias mas têm sido pratos repetidos e, quando faço algo novo, o tempo cinzento escuro demove-me de pegar na câmara fotográfica. Não me apetece e, quando não me apetece, não há volta a dar. Não me chateio com isso, tudo a seu tempo.

E cá estamos de volta, trazemos um bolo sem glúten e sem lactose, um quadrado de doçura e de amor. Porque o sabor do coco - leiam isto com o som correcto faxavor, é o fruto do coqueiro é amor puro para mim. 

Tudo o que precisamos na vida é amor, não é verdade?!

Então, tomem lá um quadrado de amor e tenham um excelente Domingo :)

 

 

Bolo:

1 1/2 chávena de farinha de arroz

3 colheres (sopa) de fécula de batata

2 colheres (sopa) de polvilho doce

3 ovos

1 1/2 chávena de açúcar

2 colheres (sopa) de manteiga de soja

1 chávena de leite de coco

3 colheres (sopa) de coco ralado

1 colher (chá) de essência de baunilha

1 colher (chá) fermento em pó

 

Calda:

1/2 chávena de leite de coco

1/3 chávena de açúcar

1/2 chávena de leite sem lactose

coco ralado q.b.

 

Preparação:

Para a calda, leve os ingredientes ao lume, mexendo até ferver. Retire e deixe arrefecer.

 

Bata as claras em castelo.

Noutra tigela, bata as gemas, açúcar, manteiga até formar um creme. Junte as farinhas, coco, leite de coco, fermento e essência. Bata, acrescente as claras e incorpore delicadamente. Coloque num tabuleiro quadrado ou rectangular e leve ao forno a 180ºC até ficar dourado na superfície.

Deixe arrefecer, corte em quadrados, mergulhe cada quadrado na calda e passe por coco ralado. Leve ao frigorífico.

 

Receita no blog Não Contém Gluten 

publicado por Ameixinha às 22:56 | link do post | comentar | ver comentários (15) | partilhar
Terça-feira, 10.12.13

Bitter marmelade chocolate loaf

Qué como quem diz: bolo de chocolate e compota de laranja :) 

Decidi-me a gastar aquele frasco de compota de laranja amarga que não me passou na goela porque, vamos combinar, para amarga já bastam algumas cenas da minha vida. Eu quero é doce, chocolate, açúcar, ou seja, tudo o que faz mal mas sabe bem. 

Com alguma precaução, comecei a fazer uma receita que encontrei no livro "The chocolate and coffee bible" e que pede uma quantidade razoável da dita marmelada de laranja. O resultado surpreendeu, até porque adaptei a receita para servir uma dieta sem glúten e, o bolo foi ficando melhor no dia seguinte. Escusado será dizer que o recheio/cobertura é que dão a humidade a este bolo. Uma receita que vou repetir, para acabar de vez com aquele frasco manhoso que olha para mim de cada vez que abro o frigorífico. Vai ter que ser para breve, porque tenho receio de dar uma de Alexander Fleming e vir a descobrir um novo antibiótico na porta do meu frigorífico :)

 


 

Bolo:

 115 g de chocolate semi-amargo

3 ovos

200 g de açúcar

175 ml de natas azedas*

180 g de farinha schar (ou 200 g de farinha normal para bolos)

 

Recheio e cobertura:

175 g de marmelada de laranja /compota de laranja

115 g de chocolate semi-amargo

60 ml de natas azedas

casca de laranja, para decorar, opcional

 

Preparação:

 

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma de bolo inglês.

Parta e derreta o chocolate.

Misture os ovos com o açúcar e bata até ficar espesso e cremoso, junte as natas azedas e o chocolate.

Junte a farinha e misture usando uma colher de metal.

Coloque a mistura na forma e coza durante 1 hora ou até que um palito inserido no meio do bolo saia limpo. Deixe arrefecer por alguns minutos na forma, desenforme e deixe arrefecer totalmente.

Faça a cobertura. Derreta dois terços da marmelada de laranja em lume brando. Parta e derreta o chocolate, junte à marmelada com as natas**.

Parta o bolo em duas ou três camadas, recheie com a marmelada, monte o bolo e cubra-o com o restante da cobertura. Deixe assentar e sirva depois de frio.

 

*Para obter natas azedas, junte 1 colher (sopa) de sumo de limão a 200 ml de natas e deixe repousar por 10 minutos antes de usar.

**Como a minha marmelada tinha pedaços de casca de laranja, optei por passar o recheio numa peneira e obtive uma cobertura mais homogénea. É opcional.

publicado por Ameixinha às 19:02 | link do post | comentar | ver comentários (17) | partilhar
Quinta-feira, 24.10.13

Bolo de cenoura



Queria falar do amor e, mais que isso, queria senti-lo. Estes dias vi-o, de mão dada, e deu-me um calorzinho no coração e um sorriso esperançoso nos lábios. 

O amor está na tristeza, na doença e na pobreza, porque todos parecem amar quando há alegria, dinheiro e saúde. É o facilitismo da condição mas, amar verdadeiramente, amam aqueles que suportam a desfavorabilidade das suas vidas. Vi-o, o amor, em duas mãos trabalhadoras entrelaçadas, duas faces envelhecidas pelo labor, dois corpos a seguir um só caminho. A serenidade dos dois disse tudo, apesar do silêncio entre eles. Escutei tudo, com o coração, e neles havia a tranquilidade do verdadeiro amor, desprovido de riquezas materiais, enaltecido pela simplicidade de um entrelaçar de dedos. O amor está em todo o lado, em cada um de nós, desde que tenhamos os olhos abertos e um bilhete de comboio :)

O amor tem aroma de canela, porque podemos ser pobres mas havemos sempre de cheirar a limpo!

 

 

Carrot cake

(falling cloudberries from Tessa Kiros)

 

4 ovos, ligeiramente batidos

250 g açúcar

185 ml de óleo de girassol

250 g de farinha sem glúten (usei Mix B da Schar)

3/4 colher (chá) de sal

2 colheres (chá) de fermento

1 colher (chá) de bicarbonato de soda

2 colheres (chá) de canela moída

400 g de cenouras, descascadas e raspadas

55 g de nozes partidas

 

Cobertura:

180 g de manteiga, amolecida

250 g de açúcar em pó

180 g de queijo creme

3 gotas de extracto de baunilha

 

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma de fundo removível de 24 cm de diâmetro.

Bata os ovos e o açúcar até ficar cremoso, adicione o óleo. Peneire a farinha, fermento, canela, sal e bicarbonato. Adicione à mistura de ovos e bata para misturar.

Adicione as cenouras e as nozes e envolva rapidamente com a batedeira. Coloque a mistura na forma e leve ao forno por cerca de 1 hora ou até que um palito inserido no centro do bolo saia limpo. Deixe arrefecer um pouco na forma antes de desenformar para um prato.

 

Enquanto o bolo estiver no forno, faça a cobertura. Bata a manteiga com o açúcar, adicione o queijo-creme e a baunilha e bata até ficar homogéneo.

Quando o bolo estiver frio, espalhe a cobertura no topo e lados do bolo com uma espátula. 

 

Notas:

Para um bolo com glúten, use 300 g de farinha para bolos.

publicado por Ameixinha às 20:31 | link do post | comentar | ver comentários (10) | partilhar
Sexta-feira, 05.04.13

Bolo de banana e cerejas



Depois de um carregamento de bananas, continuamos nos bolos. Este tem um ar bem mais alegre, faz lembrar a primavera que teima em não aparecer. Está frio e vento e não há ânimo para cozinhar. A vontade de comer é que não se vai embora :) Bom sinal.

O melhor deste tempo é que ontem vi um arco-íris e levei uma injecção de energia vital. Há sinais do céu que nos lembram coisas boas na terra.

Preparem-se para a chuva e muito bom fim de semana a todos ;)

 

 

Bolo de banana e cerejas (adaptado do site BBC

 

40 g de cerejas cristalizadas

75 g de nozes

110 g de manteiga amolecida*

110 g de açúcar

2 ovos

3 bananas maduras

175 g de farinha de arroz**

50 g de maizena 

2 colheres (chá) de fermento sem glúten

 

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180º. Corte as cerejas aos pedacinhos e junte às nozes.

Bata a manteiga com o açúcar até ficar suave. Adicione os ovos, um de cada vez, e bata entre cada adição.

Amasse as bananas e adicione à mistura. Peneire a farinha de arroz, a maizena e o fermento e envolva cuidadosamente na mistura de bananas. Gentilmente adicione as cerejas e nozes. Coloque na forma e leve ao forno até dourar.

 

*Para um bolo sem lactose, usei planta de soja.

**Caso prefiram e não tiverem qualquer intolerância ao glúten, podem usar farinha normal para bolos.

publicado por Ameixinha às 20:15 | link do post | comentar | ver comentários (10) | partilhar
Quarta-feira, 27.03.13

Bolo de banana da Tessa



Um destes dias riram-se de mim por eu estar a jantar enquanto via os desenhos animados na rtp2. Defendi-me dizendo que nos outros canais, à hora do jantar, só se ouvem desgraças. Hoje resolvi dar nova oportunidade à informação, mas entre o marido abusador que matou a mulher grávida, entre a troika e entre a primeiríssima entrevista que o Sócrates - não é o filósofo, é o armado ao pingarelho - vai dar, eu prefiro mil vezes ver o Gaspar e Lisa. Mon dieu de la France, o mundo lá fora é uma catastrophe, porque não hei-de eu preferir jantar sossegada no mundo maravilhoso de dois cães antropomórficos? Eu sei que a relação entre os dois é um bocadinho manhosa. Afinal um cão e uma cadela tão amigos, um dia hão-de acabar aos amassos ou a cheirar o rabo um ao outro e eis que, de repente, têm a seu cargo uma ninhada :) Resta-me esperar que o Gaspar não seja um banana e trate a sua amiguinha com o respeito e carinho que ela merece senão... viram notícia num canal noticiário porque o Gaspar, vítima dos tempos críticos, resolveu descarregar a sua frustração na Lisa e ela acabou num ganido só.

Ai, o mundo lá fora está uma verdadeira feijoada, é por isso que eu continuo nos doces :)

 

Banana bread (ligeiramente adaptado do livro Apples for jam):

 

125 g manteiga

180 g de açúcar amarelo

350 g de bananas maduras, esmagadas

2 ovos

1 colher (chá) de extracto de baunilha

1 colher (chá) de canela moída

250 g de farinha

1 colher (chá) fermento

3/4 colher (chá) de bicarbonato de soda

3 colheres (sopa) leite morno

 

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180ºC e unte uma forma de bolo inglês.

Bata a manteiga com o açúcar até ficar cremoso e junte as bananas. Adicione os ovos, baunilha, canela e mexa bem.

Peneira a farinha e fermento, adicione à mistura anterior e bata até ficar suave. Envolva o bicarbonato ao leite e junte à mistura.

Coloque na forma e leve ao forno por 50 minutos ou até que um palito saia limpo do centro do bolo. Coloque numa grelha para arrefecer. Sirva morno ou frio, simples ou torrado com manteiga, mas deixe arrefecer completamente antes de o guardar num recipiente hermético, onde se pode manter bem durante muitos dias.

 

 

Notas:

Usei planta de soja e leite de soja para ter um bolo livre de lactose.

Pode adicionar nozes ou avelãs aos pedaços ao bolo.

Quanto mais maduras as bananas, mais doce o bolo fica. A consistência é bastante húmida.

 

publicado por Ameixinha às 21:45 | link do post | comentar | ver comentários (25) | partilhar
Quinta-feira, 14.03.13

De repente, um poema e um bolo





Poderia escolher Pessoa

Até mesmo Florbela Espanca

Poesia é mais que boa

Temos sorte em ter tanta.

 

Baudelaire estava à mão

E poesias de Júlio Diniz,

Mas há algo na Separação

E na forma como se diz.

 

Não precisei procurar mais

Para um poema convidar

De Vinicius de Moraes

Trouxe um soneto a jantar.

 

Em jeito de sobremesa

Fazendo juz à doçaria

Um bolo com uma surpresa

Cerejas em cada fatia.

 

 

Soneto da separação:

 

De repente do riso fez-se o pranto

silencioso e branco como a bruma

E das bocas unidas fez-se espuma

E das mãos espalmadas fez-se o espanto.

 

De repente da calma fez-se o vento

Que dos olhos desfez a última chama

E da paixão fez-se o pressentimento

E do momento imóvel fez-se o drama

 

De repente, não mais que de repente

Fez-se de triste o que se fez amante

E de sozinho o que se fez contente

 

Fez-se do amigo próximo o distante

Fez-se da vida uma aventura errante

De repente, não mais que de repente.

 

 

Bolo de amêndoa e cereja (Boa mesa)

 

150 g de manteiga amolecida

3/4 chávena de leite

3 ovos

1 chávena de açúcar

1/2 chávena de amêndoas raladas

1 1/2 chávena de farinha

3 colheres (chá) de fermento em pó

1/2 chávena de cerejas cristalizadas picadas

 

Preparação:

Ponha a manteiga, o leite, os ovos, o açúcar e as amêndoas na batedeira. Adicione a farinha e fermento peneirados. Bata em velocidade reduzida durante 1 minuto. Raspe a massa que ficou agarrada aos lados da taça e aumente para a velocidade média. Bata durante mais 4 minutos. Envolva as cerejas na massa. Coloque numa forma ondulada bem untada. Leve ao forno a 160º C durante 1 hora, ou até o bolo estar cozido. Deixe na forma durante 10 minutos antes de desenformar para uma rede, para arrefecer.

 

 

Com este soneto participo no projecto Convidei para jantar, uma ideia da Anasbageri, este mês alojado no Come chocolates, pequena.

 

A fruta cristalizada

Nunca foi minha opção

As cerejas surgiram do nada

E do escárnio fez-se paixão

 

É assim a ligação

Entre soneto e bolo

Com uma fatia na mão

Só não come quem é tolo.

publicado por Ameixinha às 22:55 | link do post | comentar | ver comentários (22) | partilhar
Domingo, 10.06.12

Low-fat brownies


Duas receitas para uma foto só, porque preciso de poupar tempo e a fotografia não tem sido o meu grande forte. E antes que pensem que o bolo combina com o gelado, eu acho que não combina nada bem. O cacau do bolo acaba por anular o sabor do gelado de pistácio. Para já, deixo a receita do brownie, que já fiz mais que uma vez, porque estamos em altura de bananas maduras e há sempre umas quantas claras que sobram de uma outra sobremesa qualquer. Tenho certeza que ninguém resiste a um quadradinho destes :)

 

Ingredientes:

75 ml/5 colheres de sopa de cacau magro

15 ml/1 colher de sopa de açúcar

75 ml/5 colheres de sopa de leite magro

3 bananas grandes, esmagadas

175g de açúcar amarelo

5 ml/1 colher de chá de extracto de baunilha

5 claras de ovo

75g de farinha autolevedante

75g de farelo de aveia

15 ml/1 colher sopa de açúcar em pó

 

 

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 18ºC. Forre uma forma quadrada com papel vegetal. Misture o cacau, o açúcar e o leite. Adicione as bananas, açúcar amarelo e baunilha.

Bata ligeiramente as claras. Adicione a mistura de cacau e continue a bater. Peneire a farinha sobre a mistura e envolva com o farelo de aveia. Coloque a mistura na forma e leve ao forno por 40 minutos ou até que o topo esteja firme. Deixe arrefecer na forma e corte em quadrados. Salpique o açúcar em pó por cima e sirva.

 

Notas:

Receita do livro "The chocolate and coffee bible".

Usei aveia em flocos que triturei até obter uma areia fina.

Podem diminuir a quantidade de açúcar, foi o que eu fiz.

Usei uma forma rectangular e o brownie ficou mais baixo do que seria desejável.

Como dá para notar, esqueci-me de cobri-lo com o açúcar em pó.

 

Bom Domingo e bom início de semana a todos!

publicado por Ameixinha às 17:07 | link do post | comentar | ver comentários (22) | partilhar

mais sobre mim

a possuída moída

Sobrevivo numa selva de hipocrisia, burocracia e cegueira de quem não quer ver. Prefiro não me lembrar da crise de valores que vivemos, mesmo sendo quase impossível esquecer-me disso. Cozinho e como com prazer, mesmo que alguma culpa surja depois. Gosto de andar a pé sozinha, viajar de comboio com um livro na carteira, dizer "Bom dia" com convicção e a sorrir. Ajudar quem precisa é o que me permito fazer sem pensar duas vezes, embora haja muita gente mal-agradecida. Sou adepta da boa disposição, da humanidade e respeito nos serviços de saúde e educação, acredito na capacidade de generosidade e bondade das pessoas que me rodeiam. Entristece-me que, nem sempre, essas capacidades sejam canalizadas quando deveriam. Não gosto das vizinhas coscuvilheiras e de pessoas mal educadas, prepotentes e ocas. Os meus olhos transmitem tudo o resto de mim e são cor da canela. Amo a Fauna e a Flora. Adoro o Outono e as folhas que caem. Não vejo qualquer utilidade em peluches. E a única coisa que é afrodisíaca é o amor.

pesquisar neste blog

 

posts recentes

Posts mais comentados

aqui acontece

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

arquivos

tags

links

subscrever feeds

quantos por cá passaram...