Quarta-feira, 25.06.08

Um animal, uma planta e comida... esta é a minha vida!

A minha vida resume-se em grande parte a estas paixões. Creio que nada me deixa tão feliz como plantar uma semente e nascer uma flor, abraçar um animal e receber dele uma fidelidade incondicional, e cozinhar.
Primeiro que tudo quero apresentar o mais recente membro desta família. Chama-se Matias e foi encontrado num terreno abandonado por trás de minha casa. Já não o deixamos lá... veio directo para o banho e para a desparatisação. É um gato feliz a azucrinar a cabeça de quem cá mora com tanto "miauuuu". A minha vida sem animais não faz sentido. Não fará nunca e, com eles, sinto-me a pessoa mais doce e carinhosa do mundo ;)
Segundo, apresento o meu girassol mais velho (parece que estou a falar de filhos eh eh) que me saiu gigante... já vai quase nos dois metros. Já ultrapassou o muro da minha casa e espero que ninguém o leve ao passar.
Terceiro, vamos à comidinha que se faz tarde. Confesso que nunca tinha experimentado massa recheada. Mas, depois de ver nalguns blogues a dita, resolvi comprar e arriscar. Esta é apenas recheada com queijo mas estou curiosa para experimentar as outras variedades. A minha cobaia ficou fã, não fosse ela maluquinha por queijo, e pediu para fazer mais vezes. Não segui nenhuma receita especial. Cozi a massa (tortellini). Fiz um refogado com alho, cebola e azeite q.b. Juntei uma cenoura ralada, 2 tomates maduros cortados aos quadrados, 4 fatias de paio cortadas e temperei só com pimenta branca. Não coloquei sal porque o paio já tem sal suficiente. Juntei um fio de vinho branco e deixei apurar. Nos pratos coloquei a massa com o refogado por cima e o queijo ralado (usei limiano). Levei a gratinar no microondas e polvilhei com cebolinho e azeitonas picadas. Simples e saboroso.
Espero que gostem do que está nas fotos :) E já agora peço que cliquem no ícone aqui ao lado da Luta Contra a Fome e no ícone lá mais em baixo (depois das fotos dos meus companheiros de lar) da Ajuda aos Animais. Façam como eu... a clicar clico em tudo para ajudar, porque um clique não custa nada e ajuda a salvar muitas vidas. Seja uma criança, um adulto, um animal ou uma árvore. A solidariedade também nos salva ;)
publicado por Ameixinha às 21:26 | link do post | comentar | ver comentários (48) | partilhar
Sábado, 29.03.08

Afinal são Calandivas

A minha nova aquisição é amarelinha (é uma cor que só aprecio em plantas).


Pensava que estava a adquirir Calancóis (Kalanchoë) mas afinal são Calandivas, porque as flores são dobradas e, por isso, distintas das flores dos Calancóis. Mas pertencem à mesma família de plantas.


Fica a foto para a posteridade e futura comparação.








publicado por Ameixinha às 14:34 | link do post | comentar | partilhar
Segunda-feira, 24.03.08

Mais uma face sardenta

Encontrei-a tristemente sozinha na época da Páscoa. Agarrei nela e trouxe-a para casa. Tem uns tons avermelhados que eu adoro. É mais uma para alegrar o interior deste lar. Estive a contar as plantas que existem dentro de casa e a minha mãe só cá tem um vaso natural... De resto são todas as flores artificiais que eu abomino pelos cantos. É Primavera... haja nova vida!

publicado por Ameixinha às 13:56 | link do post | comentar | ver comentários (3) | partilhar
Quinta-feira, 20.03.08

Face sardenta


A minha nova aquisição... na verdade a minha mãe é que me desencaminhou :-)

Espero que sobreviva!

Uma Hypoestes phyllostachya :-) Tive ajuda na identificação.

Aqui fica a foto... Desejo a todos um bom início de Primavera, apesar deste vento gelado e da ameaça de uma Páscoa chuvosa!
Haja alegria...
publicado por Ameixinha às 23:20 | link do post | comentar | partilhar
Sexta-feira, 14.03.08

A primeira Kalanchoë

Estou a ficar viciada em vasos floridos e em sementes para plantar.
Acho que há uma necessidade imensa de ver algo a crescer à minha volta e de fazer parte activa desse processo fantástico. As sementes depressa acabam por germinar e crescer.
Estou naquela fase em que quero ver que cores vão brotar e dar o ar da sua graça.
Há tantas variedades e eu não tenho jardim. Mas o que é preciso é vontade e com motivação tudo se consegue...
Entreguei-me e rendi-me à jardinagem... e agora não posso passar numa florista porque o impulso para comprar algo é demasiado forte.
Mas como a minha mãe diz: mais vale gastar o dinheiro nisto do que noutras coisas...

Ontem comprei a minha primeira suculenta, uma Kalanchoë vermelhinha...

publicado por Ameixinha às 21:41 | link do post | comentar | ver comentários (3) | partilhar
Sábado, 16.02.08

Phalaenopsis



Outra das minhas plantinhas que tanto estimo. Uma orquídea que foi oferecida em Dezembro e que adoro. Infelizmente tem mostrado sinais de fraqueza e está a perder as folhas. As flores aguentam-se firmes, mas hoje disseram-me que seria melhor cortá-las porque está a desgastar a orquidea que está a morrer. E o centro do caule já deve estar podre. Estou simplesmente triste e com pensamentos contraditórios em relação ao que fazer.
publicado por Ameixinha às 20:30 | link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar
Sábado, 02.02.08

Bonsai


Faltavam estas fotos das minhas bonsai... são as que tenho e coabitam comigo... São o jardim que tenho e para além de todas as preocupações que me causam, fazem-me sempre sorrir :-)
Em baixo a operculicarya (um presente inesperado) e em cima a ficus que comprei no IKEA...
publicado por Ameixinha às 17:41 | link do post | comentar | partilhar
Domingo, 27.01.08

Janeiro... Mês de flores


Eu que achava que a Primavera é que era a estação por excelência das flores... o início deste 2008 foi preenchido com muitas flores e carinho... Ter amigos especiais é das melhores coisas do mundo... Animais e plantas são uma paixão de sempre... Falta-me espaço... mas lá se arranja um cantinho para mais umas florzinhas...
publicado por Ameixinha às 20:32 | link do post | comentar | partilhar
Sexta-feira, 18.01.08

Pinus Pinea


Aqui estava a rebentar ainda...

Depois cresceu e acabou por morrer... Agora ficou só o vaso verdinho...

publicado por Ameixinha às 21:52 | link do post | comentar | partilhar

Carmona


Esta era a minha Carmona quando estava boazinha...
publicado por Ameixinha às 21:38 | link do post | comentar | partilhar

mais sobre mim

a possuída moída

Sobrevivo numa selva de hipocrisia, burocracia e cegueira de quem não quer ver. Prefiro não me lembrar da crise de valores que vivemos, mesmo sendo quase impossível esquecer-me disso. Cozinho e como com prazer, mesmo que alguma culpa surja depois. Gosto de andar a pé sozinha, viajar de comboio com um livro na carteira, dizer "Bom dia" com convicção e a sorrir. Ajudar quem precisa é o que me permito fazer sem pensar duas vezes, embora haja muita gente mal-agradecida. Sou adepta da boa disposição, da humanidade e respeito nos serviços de saúde e educação, acredito na capacidade de generosidade e bondade das pessoas que me rodeiam. Entristece-me que, nem sempre, essas capacidades sejam canalizadas quando deveriam. Não gosto das vizinhas coscuvilheiras e de pessoas mal educadas, prepotentes e ocas. Os meus olhos transmitem tudo o resto de mim e são cor da canela. Amo a Fauna e a Flora. Adoro o Outono e as folhas que caem. Não vejo qualquer utilidade em peluches. E a única coisa que é afrodisíaca é o amor.

pesquisar neste blog

 

posts recentes

Posts mais comentados

aqui acontece

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

arquivos

tags

links

subscrever feeds

quantos por cá passaram...