Domingo, 17.01.10

O meu animal é fenomenal!

Humildemente dirijo-me a todos quantos cá aparecem e perguntam pelo Matias, a todos quantos se preocupam com ele, a todos que me dão força e incentivo. Não vos posso pedir nada pois já muito me têm dado, mas leiam com atenção este pedido "versado" :)
Porque o humor é a única maneira que tenho de ultrapassar os desatinos da vida. Espero que gostem.

Já agora, aproveito para dizer que o blog "Só Possuídos" tornou-se público para que, aqueles que realmente se importam, sigam os passos desta luta e saibam o que se vai passando!


O possuído Matias

Eu tenho um gato
Chamado Matias.
Encontrei-o no mato
Há já muitos dias.

Comigo ficou
Bem sossegadinho
Até que se passou
Andava tolinho.

Lá fomos os dois
Ao senhor doutor.
E logo depois,
Passou-lhe o estupor*.

Afinal o que era
O que acontecia?
Está doente, pudera
É epilepsia.

Somos possuídos,
Somos sim senhor!
Tomamos comprimidos
Para passar a dor :)

Passados uns meses
Não fazia xixi.
Mas vai ser sempre isto,
Doença aqui, doença ali?

Depois do internamento
E algaliação,
Viveu-se um momento
De consternação.

Só pode comer
Ração da Royal!
Lá terá que ser,
Pra bem do animal.

E agora, entretanto
Voltou a desfalecer.
Estou noutro pranto
A vê-lo sofrer.

Não sabemos o que é
Está sempre a cair.
Não se aguenta em pé
Só me apetece fugir.

O malvado exame
Custa muito tostão.
Esta vida é infame,
Mata-me do coração!

Para ajudar,
Alguém teve uma ideia.
Quem quiser participar
Que vá à Colmeia!

Obrigada à Abelha pela ideia e generosidade demonstrada. A todos quantos me têm ajudado, o meu humilde e sincero agradecimento!

*Estupor - aplicado no sentido de ser "entorpecimento patológico das faculdades intelectuais, acompanhado de estranha expressão fisionómica". Que eu cá não acho que o meu bichinho seja um estupor :)
publicado por Ameixinha às 22:45 | link do post | comentar | ver comentários (63) | partilhar
Quarta-feira, 02.12.09

Tudo isto existe, tudo isto é triste, tudo isto é fado

A cozinha está temporariamente fechada, apesar de hoje ter feito mais uma fornada de Beijos de chocolate e de ter muitas sugestões culinárias para publicar.
Mas não penso apenas em comida! O meu gatinho continua internado e eu preocupo-me com ele. Este blog é o espelho da minha vida e as histórias são variadas. Ultimamente, giram à volta do meu gato que, por estar doente, merece destaque e todo o meu carinho!

Hoje levei a máquina comigo e tirei-lhe uma foto. Está com o ar mais triste do mundo mas come e bebe bem :) Também faz xixi, mas continua algaliado e, malandros e flexíveis como todos os gatos são, conseguiu arranjar posição para ir com a boca à algália ;) A sorte é que só lhe dá para lamber.

Não esperei para entrar. Quando disse que queria ver o Matias a menina voltou a dizer que ia ver como estava tudo lá dentro. Só espreitou e disse-me para entrar. Depois explicou-me que, quando dizia que ia ver como estava tudo, não era por causa dos gatos mas sim dos cães que estão lá dentro e, de quando em quando, fazem uns xixis aqui e ali :) Fiquei mais tranquila.

Quando olhei para o Matias ele estava numa posição muito sexy... a lamber aquele novo apetrecho que lhe arranjaram. Não sei se será influencia da galdéria de baixo que... continua uma galdéria :)
Tive tempo para conhecer melhor a vizinhança. Isto é aos bocadinhos que se vai sacando a informação he he
A gatinha que está na jaula ao lado do Matias, é cega mas muito meiguinha. Não tem dono, está lá para ser adoptada mas ninguém a quer por ser cega. Deu-me uma vontade imensa de a trazer comigo... é linda, mas com uma mãe a ver a dobrar, um pai a recuperar de um cancro na próstata, um gato epiléptico e com estruvites (cálculos urinários) achei que era demasiado para mim :)

A que está por baixo já conhecem... a senhora galdéria que continua com o cio. Não sei se tem dono ou não mas também é meiguinha. Tem que ser, né? Não estivesse ela desejosa que lhe passassem a mão ou outra coisa qualquer he he

Há um gato preto de olhos castanhos fantásticos, também para adopção mas, segundo a veterinária, por ser preto é mais difícil de ser adoptado. As pessoas continuam a associar gatos pretos à má sorte. Pura ignorância!
Por baixo desse, está um imenso gato, enorme e gordo mas com problemas emocionais e psicológicos. Automutila-se e precisa de cuidados médicos. Está lá há três meses, tem donos mas não se importam muito com ele. Que tristeza!!!
Também têm dois gatinhos pequeninos, prontos para receberem uma família que os queira amar e tratar.

Depois estão as possuídas das cadelas, todas de raça indefinida, meiguinhas, fofinhas, fantásticas!
Tive tempo para dar mimos e conhecer um bocadinho da história de cada uma. Duas delas foram atropeladas e estão ali em recuperação, quem as levou lá, deve ficar com elas. As outras são de lá. A veterinária confessou-me que, apesar de estarem para adopção, já não se consegue ver sem elas :)

E é assim, o meu fadário com os animais. Fui para ver o meu e acabei a dar miminhos a todos. Afinal, todos eles têm histórias de vida que não são muito felizes.

Se tudo correr bem, o Matias vem para casa amanhã ao fim do dia ou na sexta à tarde. Vamos lá ver se faço a árvore de Natal no fim de semana :)
tags:
publicado por Ameixinha às 19:30 | link do post | comentar | ver comentários (70) | partilhar
Sábado, 13.06.09

Um ano com bolo mármore

Faz hoje um ano que o Matias foi "raptado" para vir cá para casa :)
Não me lembrava que tinha sido no dia de Santo António, felizmente assinalo tudo numa agenda!
Para celebrar fiz um bolinho mármore com natas que estavam quase a passar do prazo. É uma receita que foi passada por um membro do fórum da amizade e aproveitei para testar.
Fica melhor do que parece. O interior tem um ar horrível, parece tudo menos comestível mas, foi este bolo que me salvou ontem, a mim e à B., enquanto as marchas desfilavam. Das 21 às 3 da madrugada, sem acesso às farturas porque estava gente que parecia o fim do mundo, tive a bela ideia de levar uma fatia de bolo para petiscar. Podia ter levado o bolo todo porque a fome apertou nas bancadas!
Pois, o típico português de marmita atrás, faltou-me o garrafão de tintol porque não me cabia na carteira, senão tinha ido :)
Embora não pareça - não julguem pelas aparências - é um bolo que fica muito fofinho e húmido. Era suposto ter saído matizado como o mármore, assim para imitar o pêlo do Matias, uma vez que foi feito em honra dele... mas a coisa misturou-se e saiu o que saiu :)
Viva o Matias, que fique por cá por muitos e longos anos. Que continue gordo, atrofiado, atolamado, desnorteado, esgrouviado, ensonado e acarinhado por todos nós!

Bolo mármore com natas:
6 ovos
2 pacotes de natas
2 colheres de sopa de manteiga
2 chávenas de açúcar (usei 1 chávena e meia)
2 chávenas de farinha (usei 1 de farinha normal e 1 de integral... o gato já está muito gordo!)
2 colheres de chá de fermento
6 colheres de sopa de chocolate

Misture as gemas com o açúcar. Acrescente as natas e a manteiga derretida. Mexa, se o fizer com a batedeira a massa deve ser pouco batida.
Adicionar a farinha, onde foi previamente nisturado o fermento, alternando com as claras batidas em castelo. Dividir a massa em duas partes e misturar o chocolate a uma delas. Colocar as duas massas alternadas na forma untada de manteiga e farinha ou use uma folha de papel vegetal como eu se não quiser untar e enfarinhar. Leve ao forno a 45 minutos, o meu forno esteve no máximo.

Continua o príncipe da casa, faz pose, ar altivo e desconfiado! Tem cá uma lata :)

Bom fim de semana a todos!
tags: ,
publicado por Ameixinha às 17:00 | link do post | comentar | ver comentários (68) | partilhar
Quinta-feira, 19.02.09

Flan fresco


Há algum tempo a STA enviou-me uns pacotinhos de cuajada. Coisa que eu nunca tinha visto à venda por cá! Decidi experimentar uma das receitas dela, não há melhor homenagem do que fazer a receita de uma blogueira, em forma de agradecimento pela simpatia e disponibilidade de enviar o produto :)

De entre as receitas dela, decidi experimentar o Flan Fresco que ela disse que gostava muito! Uma receita descomplicada, simples e rápida de fazer. O melhor de tudo é que este flan não precisa de ir ao forno, é só um bocado de fogão para engrossar e depois vai ao frigorífico. Solidifica muito depressa e está pronto a comer num abrir e fechar de olhos!

Vou tratar de experimentar outras receitinhas com este pózinho vindo das Espanhas. Eles estão a tomar conta de nós... mais um bocadinho e viramos província españuela. Tenho a sensação que estaríamos bem melhor! Será?

A foto está má porque foi tirada num daqueles dias em que a chuva insistia em cair e a luz era inexistente! Por isso, peço um desconto :) Na parte de cima dá para notar (mal) que tem uma estrela. A minha forma é assim mesmo!

Ingredientes:
4 ovos
200 gr de açúcar
700 gr de leite
2 pacotes de cuajada
caramelo q.b.

Preparação:
Colocar os ovos e o açúcar numa tigela e bater. Juntar o leite e a cuajada e levar ao lume até engrossar. Verter para uma forma caramelizada e levar ao frigorífico até solidificar.
A receita da STA foi feita na bimby, podem ver aqui.

Eu sei que uma blogueira me ofereceu um selo, mas ela não deixou aviso aqui no blog. Eu ontem deixei comentário no blog dela, mas como já estou velha, eu não me lembro quem foi :)

Peço desculpa, mas são tantos blogs que visito que fica um bocadinho complicado! Quem for que me avise para eu publicar, ok?

Agora, outro assunto: havia gente que achava que a salsa não crescia em minha casa, porque dizem que ela não cresce na casa de invejosos. A minha mãe diz que ela cresce bem na casa dos raivosos. Vá-se lá entender esta sabedoria popular!

Eu entendi há poucos dias que ela não cresce devido a este fenómeno da natureza:




E esta hein?
:)
publicado por Ameixinha às 18:45 | link do post | comentar | ver comentários (53) | partilhar
Quinta-feira, 08.01.09

Leite creme especial




Se eu não der notícias nos próximos tempos, é porque enregelei em frente ao ecrã, ok?
Está muito frio e o que me tem salvo é o Matias dormir comigo por cima do cobertor. Ele bem quer enfiar-se debaixo dos lençois mas eu não partilho tanta intimidade com o bichinho :) E lá temos dormido os dois. Acho que deve ser por isso que ele anda a confundir os meus braços e as minhas pernas com alguma gata no cio he he
O meu Matias está a ficar um adolescente, com as hormonas aos pulos e a líbido em alta! Crescem tão rápido... aiiiii :)
E agora nem sei onde ele anda, saltou pela janela e foi dar uma voltinha, deve ser para ver se encontra algumas garinas para lhe afagarem os bigodes. O bichano está ligeiramente gorducho (7 meses, 5 kg), tem o rabo partido (que o faz ser um bocadito desiquilibrado e manhoso, mas há quem ache isso charmoso, né?) e, por isso, espero que não sofra nenhum desaire amoroso.
Bem... se tal acontecer, tem sempre a comida para afogar as mágoas he he


Adiante que ainda não disse nada de jeito!
Este leite creme que apresento hoje, é ligeiramente diferente dos que costumam ser feitos. Eu sou uma grande fã de leite creme quentinho com uma dose de canela moída pelo meio e por cima. Mas, atrevi-me a experimentar esta receita que vi no site da Vaqueiro e não me arrependi nadinha. Arrependi-me foi de comprar o ferro de queimar açúcar manual. Aquilo não dá jeito nenhum, mas o eléctrico era o dobro do preço e, em tempo de crise, não me posso esticar. Com jeito e perseverança a coisa vai.



Ingredientes:
Para 4 a 6 pessoas

5 dl de leite
1 casca de limão
30 g de maisena
8 colheres de sopa de açúcar
3 gemas (usei 2)
2 dl de natas bem frias

Preparação:

Leve ao lume o leite com a casca de limão e deixe ferver.
Entretanto, bata as gemas com 5 colheres de sopa de açúcar até estarem esbranquiçadas.
Junte a Maisena e misture muito bem.
Retire a casca de limão do leite e junte-o, em fio ao preparado anterior, mexendo sempre. Deite outra vez no tacho e leve de novo ao lume, mexendo sempre com a vara de arames, até engrossar um pouco.
Bata as natas com 2 colheres de sopa de açúcar até espessarem um pouco (não devem ficar em chantilly).
Adicione as natas delicadamente ao leite creme e deite numa travessa ou prato fundo e deixe arrefecer.
Depois de frio, polvilhe o leite creme com o restante açúcar e queime com um ferro em brasa, próprio para o efeito.

A coisa com o ferro não me correu tão bem como eu estava à espera. Não é nada prático queimar o açúcar uma vez e ter que lavar logo o ferro de seguida para que não fique o açúcar agarrado.

É a vida dos pobres he he




O Matias acabou de chegar... está refastelado em cima da minha cama para a soneca da tarde :)
tags: ,
publicado por Ameixinha às 13:33 | link do post | comentar | ver comentários (44) | partilhar
Sábado, 09.08.08

Peru com grão em molho verde


Pois é, o Verão anda muito tímido mas, de quando em quando, vem umas ondas de calorzinho que temos que aproveitar. É nessas alturas que surgem umas comidas mornas/frias para comer com todo o vagar que o calor convida. Sinto-me tãoooo Alentejana quando a temperatura sobe :) Não me apetece fazer nada e até me custa cozinhar.

Assim, peguei num frasco de grão cozido e escaldei-o em água quente. Entretanto grelhei uns bifinhos de perú, previamente regados com sumo de limão, alho e sal. Deixei o grão arrefecer e coloquei os bifinhos por cima. Fiz o molho com azeite, cebola, pimenta, sal, salsa e uma colher de mostarda. Misturei bem e espalhei por cima da carne e do grão.


O Verão quer-se simples, vagaroso e descansado :)



Em representação dos habitantes desta casa o Matias deseja aos visitantes um óptimo fim de semana :)

publicado por Ameixinha às 01:15 | link do post | comentar | ver comentários (40) | partilhar
Quarta-feira, 02.07.08

Tcharan!!!

Não resisto a mostrar umas fotos do "piqueno" cá de casa. Anda numa fase de atacar tudo o que mexe, come que nem uma lontra gigante e adormeçe nos sítios mais estranhos. Tcharan... É o Matias manhoso ;)

Agarrado às novas tecnologias...a vítima foi a bateria do computador :)

O sítio onde mais gosta de estar, seja acordado seja a dormir.

Pois é, tenho um sapo mas o desgraçado não se transforma em princípe nem por nada. Se calhar é sapa e o Matias lá se agarrou a ela :)


Parecia um dia de praia... estendido que nem um lagarto ao sol. Olhem-me para aquela barriga ;)
tags:
publicado por Ameixinha às 18:41 | link do post | comentar | ver comentários (38) | partilhar
Quarta-feira, 25.06.08

Um animal, uma planta e comida... esta é a minha vida!

A minha vida resume-se em grande parte a estas paixões. Creio que nada me deixa tão feliz como plantar uma semente e nascer uma flor, abraçar um animal e receber dele uma fidelidade incondicional, e cozinhar.
Primeiro que tudo quero apresentar o mais recente membro desta família. Chama-se Matias e foi encontrado num terreno abandonado por trás de minha casa. Já não o deixamos lá... veio directo para o banho e para a desparatisação. É um gato feliz a azucrinar a cabeça de quem cá mora com tanto "miauuuu". A minha vida sem animais não faz sentido. Não fará nunca e, com eles, sinto-me a pessoa mais doce e carinhosa do mundo ;)
Segundo, apresento o meu girassol mais velho (parece que estou a falar de filhos eh eh) que me saiu gigante... já vai quase nos dois metros. Já ultrapassou o muro da minha casa e espero que ninguém o leve ao passar.
Terceiro, vamos à comidinha que se faz tarde. Confesso que nunca tinha experimentado massa recheada. Mas, depois de ver nalguns blogues a dita, resolvi comprar e arriscar. Esta é apenas recheada com queijo mas estou curiosa para experimentar as outras variedades. A minha cobaia ficou fã, não fosse ela maluquinha por queijo, e pediu para fazer mais vezes. Não segui nenhuma receita especial. Cozi a massa (tortellini). Fiz um refogado com alho, cebola e azeite q.b. Juntei uma cenoura ralada, 2 tomates maduros cortados aos quadrados, 4 fatias de paio cortadas e temperei só com pimenta branca. Não coloquei sal porque o paio já tem sal suficiente. Juntei um fio de vinho branco e deixei apurar. Nos pratos coloquei a massa com o refogado por cima e o queijo ralado (usei limiano). Levei a gratinar no microondas e polvilhei com cebolinho e azeitonas picadas. Simples e saboroso.
Espero que gostem do que está nas fotos :) E já agora peço que cliquem no ícone aqui ao lado da Luta Contra a Fome e no ícone lá mais em baixo (depois das fotos dos meus companheiros de lar) da Ajuda aos Animais. Façam como eu... a clicar clico em tudo para ajudar, porque um clique não custa nada e ajuda a salvar muitas vidas. Seja uma criança, um adulto, um animal ou uma árvore. A solidariedade também nos salva ;)
publicado por Ameixinha às 21:26 | link do post | comentar | ver comentários (48) | partilhar

mais sobre mim

a possuída moída

Sobrevivo numa selva de hipocrisia, burocracia e cegueira de quem não quer ver. Prefiro não me lembrar da crise de valores que vivemos, mesmo sendo quase impossível esquecer-me disso. Cozinho e como com prazer, mesmo que alguma culpa surja depois. Gosto de andar a pé sozinha, viajar de comboio com um livro na carteira, dizer "Bom dia" com convicção e a sorrir. Ajudar quem precisa é o que me permito fazer sem pensar duas vezes, embora haja muita gente mal-agradecida. Sou adepta da boa disposição, da humanidade e respeito nos serviços de saúde e educação, acredito na capacidade de generosidade e bondade das pessoas que me rodeiam. Entristece-me que, nem sempre, essas capacidades sejam canalizadas quando deveriam. Não gosto das vizinhas coscuvilheiras e de pessoas mal educadas, prepotentes e ocas. Os meus olhos transmitem tudo o resto de mim e são cor da canela. Amo a Fauna e a Flora. Adoro o Outono e as folhas que caem. Não vejo qualquer utilidade em peluches. E a única coisa que é afrodisíaca é o amor.

pesquisar neste blog

 

posts recentes

Posts mais comentados

aqui acontece

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

arquivos

tags

links

subscrever feeds

quantos por cá passaram...