10 comentários:

xana bértolo a 22 de Abril de 2014 às 17:18
Olha eu gosto imenso de arroz de cabidela, mas gostei imenso desta tua versão!!!É que fiquei mesmo curiosa :)
Bombom a 22 de Abril de 2014 às 19:37
Olá Ameixinha
Como tens passado? Nem imaginas como gostei desta tua versão de Arroz de Frango (de Cabidela ou não). Fizeste-me recordar os saudosos dias da minha meninice em que também criávamos galinhas, coelhos e patos e em que se comia o Arroz dos ditos assim fresquinho.
Hoje torna-se difícil, mas lá na aldeia ainda consigo arranjar quem mos venda. Adoro Arroz de Cabidela, mas noto que o meu marido não aprecia muito por causa do sangue. Por isso, adorei a tua receita e não tardará muito que a experimente, pois na verdade o vinagre é que lhe dá o "toque" que o distingue dos outros.
Desejo que tudo esteja a correr bem aí por casa. Um abraço da Bombom
Babette a 22 de Abril de 2014 às 19:40
Este era capaz de provar!... o verdadeiro só de pensar arrepia-me. Sou mesmo menina de cidade ;)
Babette
sofia a 22 de Abril de 2014 às 20:58
Ola Ameixinha,
Eu tambem adoro cabidela e concordo contigo: o sabor caracteristico da cabidela é o vinagre. Ja experimentei com vinagre e alfarroba para lhe dar a cor, mas usando balsamico e vinho tinto, pode dispensar-se a alfarroba!
Beijinhos
Sofia
Lina a 22 de Abril de 2014 às 21:54
Olá Ameixinha, há quanto tempo... Que maravilhoso esse arroz de frango e quase cabidela!! Tenho a certeza que o sangue não lhe faz falta nenhuma, a avaliar pelo óptimo aspecto.
Beijinhos
sao33 a 23 de Abril de 2014 às 10:38
Ficou um arroz delicioso e sem sangue então melhor ainda.
bjs
Susana Gomes a 23 de Abril de 2014 às 11:04
Eu adoro uma boa cabidela, cozinhada pela minha mãe... ai tão bom!
Mas e não é que esta tua ideia está mesmo bem amanhada? Vou experimentar, ora vou.
Um beijinho :)
Ondina Maria a 24 de Abril de 2014 às 11:55
também ajudei a minha avó a matar muito galo caseiro. E o arroz de cabidela, com sangue muito avinagrado, continua a ser das minhas comidas favoritas :)
Helena a 5 de Maio de 2014 às 01:14
Ameixinha querida
Uma ideia genial para quem gosta de cabidela como eu e não quer traficar sangue ;)
Adorei a tua partilha, amanhã vou comprar frango para fazer , tal o entusiamo !
Beijo
Lia a 14 de Maio de 2014 às 14:04
Querida Ameixinha,
Adorei esta tua versão da cabidela e olha, levo a receita comigo, pois não lhe resisto.
Eu também ajudei a minha mãe a matar muitos frangos e a depená-los e a esfolar coelhos e mais, no Norte assisti a muita matança do porco dos meus avós!!
Beijinhos grandes,
Lia.