Quarta-feira, 01.02.12

Bolo de canela e leitelho

 

É incrível, mas está quase a fazer um ano que fiz esta receita. O blog anda a passo de caracol, mas não me consigo habituar à ideia de publicar receitas todos os dias. Talvez até tirasse algum benefício disso, mas o blog tem tido cada vez menos comentários. Se publicasse todos os dias, seria um deserto total de visitas, parece-me.

Este bolo fica com uma capa crocante que faz toda a diferença. Além disso, as nozes são um dos meus frutos secos favoritos e, combinadas com a canela, temos um bolo ótimo para o lanche da manhã ou da tarde. Parti aos quadrados e enfiei-as num tupperware, prontas para distribuir pelos amigos ;) Os fins de semana deveriam ser sempre de convívio e de partilha, em assembleias soalheiras de gente risonha e de coração cheio de amor para dar!

 

Ingredientes:

2 1/4 chávena de farinha

1 chávena de açúcar amarelo

3/4 chávena de açúcar branco

1 + 1 colher (chá) de canela moída, dividida

1/2 colher (chá) sal

1/4 colher (chá) de gengibre moído

3/4 chávena de óleo

1 chávena de amêndoas laminadas (usei nozes)

1 colher (chá) de fermento

1 colher (chá) de bicarbonato de sódio

1 ovo grande

1 chávena de leitelho/buttermilk

 

Preparação:

Misture a farinha, açúcares, canela, sal e gengibre. Junte o óleo e envolva até ficar suave. Retite 3/4 de chávena da mistura e combine com as amêndoas e a canela. Misture e reserve. À restante mistura de farinha junte o fermento, bicarbonato, ovo e leitelho. Mexa. Coloque numa forma untada de 22 cm. Salpique a mistura de amêndoa reservada sobre toda a superfície. Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC cerca de 35-40 minutos. Coloque numa grade para arrefecer e, depois de frio, sirva.

 

Notas:

Receita retirada do blog Food Librarian.
Para o buttermilk coloquei uma colher de sopa de sumo de limão e juntei leite até completar 1 chávena. Deixe descansar por 10-15 minutos para coalhar e use.

sinto-me:
música: Fix You - Coldplay
publicado por Ameixinha às 14:36 | link do post | comentar | ver comentários (67) | partilhar
Quinta-feira, 30.06.11

Bolo de courgette e nozes

 
Voltamos à carga com courgettes, num bolo enriquecido com nozes e passas, para quem gostar. Eu deixo-as de fora por desdém e por teimosia. Há-de vir o dia em que me vou aperceber do quanto elas são saudáveis e saborosas mas, até esse dia chegar, opto pelas nozes que combinam muito bem com o aroma de canela.

Ingredientes:
3 ovos
3/4 chávena de óleo
1 2/3 chávena de açúcar amarelo
2 chávenas de courgette ralada
2 colheres (chá) extracto de baunilha
3 chávenas de farinha
3 colheres (chá) de canela
1 1/2 colher (chá) de fermento
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 colher (chá) de sal
1/2 chávena de passas (opcional)
1/2 chávena de nozes (opcional)

Preparação:
Misture a farinha, canela, fermento, bicarbonato e sal.
Numa tigela, bata bem os ovos. Adicione o óleo, açúcar, courgette e baunilha. Misture bem.
Adicione levemente a mistura de farinha. Junte as nozes e as passas, se usar.
Coloque a massa numa forma de bolo inglês untada e enfarinhada. Coza a cerca de 180ºC por cerca de 45 minutos ou até que ao espetar um palito este saia limpo.

Notas:
A receita foi retirada do blog Honey & Jam.
Diminuí a quantidade de óleo para 1/2 chávena; o açúcar para 1 chávena; e usei 2 chávenas de farinha para bolos e 1 chávena de farinha integral.
publicado por Ameixinha às 12:52 | link do post | comentar | ver comentários (43) | partilhar
Quarta-feira, 24.02.10

Bolo de cenoura, alcaravia e nozes

Como não é muito fácil encontrar receitas que levam alcaravia, fiz um apelo para que, caso alguém encontrasse alguma, me enviasse para o mail. A Isabel enviou-me esta magnífica receita, retirada daqui. Fiz alguns ajustes, uma vez que não usei a cobertura/recheio e modifiquei a farinha. Muito sinceramente, este bolo não exige qualquer tipo de recheio ou cobertura. A cenoura dá uma consistência bem húmida à massa e as nozes dão-lhe estilo :) Pronto, confesso que não tinha mascarpone em casa e não me apeteceu ter trabalho a fazer a cobertura! No fundo, acho que ainda deve ficar melhor, não fosse eu adoradora oficial de mascarpone he he

Em relação à alcaravia, considero-a opcional. Se não tiverem, não a usem mas façam este bolo que fica fantástico.
Usei uma forma redonda de 18 cm de diâmetro. No original é feito em forma quadrada. Façam como preferirem!
Não ficou com uma aparência fantástica? E o sabor acompanha o aspecto exterior, lindo por fora e maravilhoso por dentro :)

Ingredientes:
1-2 colheres (sopa) de alcaravia (usei apenas uma colher de sopa mas acho que uma de chá é suficiente)
3 ovos grandes
70 gr de açúcar amarelo
80 gr de nozes sem casca
100 gr de farinha de trigo 85 (usei 65 mas podem usar farinha para bolos)
300 gr de cenouras raladas
2 colheres (chá) de fermento
1-2 colheres (chá) de canela moída
1 pitada de sal
1 limão

Recheio e cobertura:
1 limão
200 gr de mascarpone
30 gr de açúcar em pó

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Bata os ovos com o açúcar amarelo. Adicione as nozes picadas, a farinha, o fermento, o sal, a canela e a alcaravia. Misture bem e adicione a cenoura e o sumo de limão. Despeje a mistura numa forma não muito grande, untada e enfarinhada, e leve ao forno por 45 minutos.

Para a cobertura, misture o mascarpone com o sumo de limão e o açúcar em pó.
Quando o bolo arrefecer, abra-o ao meio e cubra com metade do mascarpone. Coloque a outra metade do bolo por cima e cubra com o restante mascarpone. Polvilhe com canela e corte o bolo em pedaços.

Espero testar novas receitas em breve com estas sementes. Se ficarem boas já sabem... a receita vem cá parar.

Bom resto de semana a todos, se é que isso é possível com tanto vento e tanta chuva em Portugal, ou com tanto calor noutras partes do planeta! Onde é que está o equilíbrio? É que para desequilibrados bastamos nós :)
publicado por Ameixinha às 15:31 | link do post | comentar | ver comentários (83) | partilhar
Quarta-feira, 06.01.10

Bolo de frutos secos, iogurte e limão

Massa:
6 ovos
1/2 chávena de açúcar
1 1/4 chávena de iogurte natural
1/4 chávena de azeite
1 1/2 chávena de farinha
1 colheres (chá) de fermento
2 chávenas de frutos secos e torrados como noz pecã, amêndoas e pistácios
1 colher (sopa) de raspa de limão
Cobertura:
1 chávena de frutos secos, torrados e picados
1/4 chávena de açúcar não refinado (usei mascavado)
Preparação:
Separe as gemas e as claras. Bata as gemas juntamente com metade do açúcar, até a mistura apresentar uma consistência clara e cremosa. Adicione o iogurte e o azeite. Bata as claras em castelo. Junte-lhe o açúcar restante e bata até que estas fiquem firmes e brilhantes. Junte a farinha, o fermento e os frutos. Envolva a mistura de claras com a mistura de gemas e a raspa de limão. Forre uma forma com 20 cm de diâmetro com papel vegetal untado com manteiga. Deite a mistura na forma e leve ao forno a 180 ºC durante 30 minutos. Retire do forno. Aplique a cobertura e volte a levar ao forno durante 25 a 30 minutos, ou até o bolo estar cozido. Sirva quente com natas batidas com açúcar.
Este bolo foi retirado da colecção da Activa "Os melhores doces do mundo - Bolos de festas". É um bolo de origem norte-americana, mais exactamente dos Estados Unidos.
Ficou extremamente fofo e húmido, típico dos bolos feitos com iogurte. Só achei a quantidade de frutos secos exagerada. Tive que substituir as nozes pecãs por nozes normais e também usei avelãs. Para a próxima não vou colocar pistácios porque não gostei. Depois do bolo arrefecer os pistácios ficaram moles e o sabor fica estranho. Acho que nozes, amêndoas e avelãs combinam muito melhor, mas podem usar os frutos secos da vossa preferência. Todos gostaram, é um bolo que fica bastante bonito na mesa, embora a foto não ajude a perceber.
Aconselho a usar apenas 1 chávena de frutos secos na massa e 1 chávena para a cobertura. Não piquei os frutos da cobertura porque na foto do bolo eles apareciam inteiros.
Quer-me parecer que o açúcar não refinado usado na cobertura seria o demerara mas eu não tinha, então usei mascavado claro.
É um bolo simples de fazer que tanto resulta bem para uma festa como para um simples chá :)
Já que a minha vida está de pantanas... decidi trocar as voltas à postagem, comecei com a receita e terminei com a minha opinião acerca do bolo :) É só para variar!
Os meus Brownies continuam em votação, aqui! Obrigada a todos quantos já foram votar :)
publicado por Ameixinha às 12:55 | link do post | comentar | ver comentários (57) | partilhar
Segunda-feira, 04.01.10

Bolo-rainha

Receita baseada nesta da STA e feita do mesmo modo que a receita de bolo-rei da revista Lusitana de Natal. Ou seja, levedou três vezes. Comecei a fazer a massa às 10 da manhã e o bolo-rainha foi o último a sair do forno, por volta das 5 da tarde!
Na altura de partir, ficou tudo desconfiado, será que está bom? Tem bom aspecto mas vamos lá ver se é como os de compra! E eu indignada: Será que está bom? Tem obrigação de estar maravilhoso depois de três levedações e tantas horas a preparar!
Depois de provarem disseram que estava delicioso e eu achei que me estavam a gozar! Mas não, ficou mesmo muito muito bom! A partir de agora não há cá bolos de compra cá em casa, nem sequer bolo-rainha. Tenho o orgulho de dizer que fiz todos os doces e todos terem ficado muito bons :)
Fiz algumas alterações no modo de fazer e juntei uns pedacinhos de chocolate negro e de leite que tinha e precisava de usar. Ficou ainda melhor assim!

Ingredientes:
raspa de casca de laranja e limão
100 g de açúcar
50 g de sumo de laranja e limão (na totalidade)
50 g de leite
50 g de manteiga
1 ovo
2 colheres (sopa) de vinho do porto
20 g de fermento de padeiro
1 pitada de sal
350 g de farinha
Frutos secos q.b . (usei nozes, amêndoas, pinhões, amendoins e avelãs. Reserve algumas para a decoração)
1 ovo batido
pedacinhos de chocolate q.b.
açúcar e canela q.b.
açúcar em pó
geleia de alperce para pincelar
Preparação:
Dissolva o fermento no leite morno e deite-o na cuba da MFP juntamente com o sumo e a raspa de laranja e limão, a manteiga, o ovo, o açúcar, a farinha e o sal. Programe o ciclo "massa" e deixe terminar.
Depois junte o vinho do porto (usei tinto por isso a massa ficou mais escura) e os frutos secos. Programe novamente o ciclo "massa" e deixe terminar o programa.
Estenda a massa com as mãos (é bastante maleável e não se pega aos dedos) e espalhe uma mistura de açúcar e canela por cima da massa (este pormenor deixa o recheio mais húmido) e os pedacinhos de chocolate. Enrole, dê a forma desejada (eu deixei assim mas podem dar a forma tradicional de bolo-rei com o buraco no meio), coloque-a no tabuleiro e deixe levedar mais uma vez até dobrar de volume. Pincele com o ovo batido, decore com os frutos secos que reservou, uns pedacinhos de chocolate e polvilhe com porções de açúcar em pó.
Leve ao forno pré-aquecido a 180 ºC por 30 a 35 minutos. Retire e pincele com geleia.
Lembram-se que os meus Brownies de mascarpone estavam a concurso no blog Bagunça na Cozinha? Pois bem, já estão publicados e podem passar por lá e deixar um comentário. Quem ganha é quem tem mais comentários. Portanto, se gostaram, comentem de vossa justiça :)
O Matias continua por cá, uns dias melhor, outros pior. Ainda tem perdas de força e fica estendido no chão como se estivesse desmaiado. Hoje ainda não teve nenhum badagaio mas, o dia ainda vai a meio. Ando num desassossego que não desejo a ninguém. Mas continuo com a fé inabalável de que um dia isto vai melhorar e ele vai ser um gato feliz com uma dona ainda mais feliz :)
Obrigada a todos pela força e pelo carinho!
publicado por Ameixinha às 14:58 | link do post | comentar | ver comentários (62) | partilhar
Sábado, 02.01.10

O começo de um novo ano

Achei que 2009 tinha ficado para trás, com ele levaria todos os problemas, mágoas, tristezas. Mas não foi isso que aconteceu! Infelizmente comecei o novo ano a chorar, incrédula, desesperada. Não comi passas, não bebi champagne, não vesti cuequinha fio dental azul, não saltei para cima de uma cadeira, não quis começar o ano com superstições. Não sei se foi por isso que o primeiro dia do ano começou tão mal! Acredito que o que tem que ser tem muita força. E tem mesmo!
Portanto, aconteceu! Hoje voltei com o Matias ao veterinário. Já no Domingo passado deu sinais de desequilíbrio e perda de força nas patas. Ontem piorou, caía e ficava estendido. É um gato epiléptico, achei que seria algum problema derivado da doença. Hoje levei-o e, para já, vamos diminuir a dose de luminaletas porque pode estar a ser uma dose excessiva para ele. É bom que melhore senão só uma ressonância nos poderá dizer o que ele tem no cérebro. É que os veterinários também não sabem bem como surgiu a epilepsia e até poderá ser outra coisa que ele tem e que esteja a causar epilepsia. Resta-me orar para que seja apenas epilepsia!
Não me vou queixar da falta de dinheiro, só quero que o bicho fique bem. Não faço ideia quanto custa a ressonância, sinceramente não quero saber!
Quero um novo ano, uma nova vida! Dou o melhor de mim e o meu bichinho não tem culpa se eu fui má peça. Portanto, deslarguem-nos e ide chatear outra freguesia, ok?
Adiante... a mesa cá de casa teve (do centro para a esquerda), rabanadas recheadas (desta vez com creme de pêra), bolo-raínha, tarte de coco coberta, frutos secos, bolo de frutos secos, iogurte e limão, aletria e mousse de manga que não apareceram na foto. As receitas surgirão a seu tempo, espero que seja em breve :)

Aqui está o prato dos frutos secos com uns fabulosos figos vindos do Algarve e que são uma delícia, avelãs, amêndoas, pinhões e nozes.
Claro que houve bacalhau cozido, roupa-velha e cabrito no dia seguinte. Perguntam vocês como é que eu não engordo? E eu respondo: é simples, se tiverem um gato como eu tenho, dia 1 começam logo a fazer dieta, porque a vontade de comer vai pró brejo :)
Fiquem bem e tudo de bom, o mau parece ter ficado por aqui!
publicado por Ameixinha às 19:15 | link do post | comentar | ver comentários (64) | partilhar
Quarta-feira, 30.12.09

Pan de nuez

Viva el Mexico :)
Já tinha dito há uns meses que tenho um correspondente mexicano. Não tive nenhum na adolescência e, surgiu ter um quando adulta. Continuamos a manter o contacto através da net e através de carta. Ele, de quando em quando, envia-me umas revistas de culinária mexicanas e, foi numa dessas revistas, que vi este pan de nuez que, de pão não tem nada e já vão ver porquê :)
Este bolo é muito fácil de fazer, pouquíssimos ingredientes e bem rápido. E o meu bolo ficou igual à foto que trazia na revista, adoro quando isso acontece, sinal que deu certo ;)
A revista chama-se "Cocina con alegría" Año 2 Número 12. Quem não quer uma cozinha com alegria? Eu quero e nem sempre a coisa dá para rir, às vezes voam ingredientes, materiais e voa a paciência mas este pan de nuez deu satisfação a quem o provou. Isso eu posso garantir :)
Ingredientes:
2 1/2 chávena de nozes
3/4 chávena de açúcar
7 ovos separados
manteiga para untar
farinha para enfarinhar (dahhhh)
açúcar em pó e canela em pó para polvilhar
Preparação:
1. Num processador moa as nozes até obter um pó ligeiro (não moer demasiado, deixar aos pedacinhos pequenos mas não em farinha) e junte o açúcar.
2. Misture as gemas de ovos batidas com as nozes e o açúcar até incorporar.
3. Com uma batedeira monte as claras em castelo.
4. Agregue as claras à mistura de nozes de forma envolvente e com a ajuda de um salazar ou colher de inox.
5. Unte uma forma com manteiga e enfarinhe.
6. Verta a mistura para a forma e leve ao forno pré-aquecido a 180º por 45 minutos ou até que ao introduzir um palito este saia limpo.
7. Deixe arrefecer antes de retirar da forma e sirva polvilhado com uma mistura de açúcar e canela em pó.
Fica um bolo húmido que se conserva assim por bastante tempo. Este não foi comido num só dia porque no Natal há sempre muita coisa para provar mas, garanto que quem provou adorou :) Não é o típico bolo de noz, é cem vezes melhor e passou a ser o bolo de noz cá de casa! A repetir muitas vezes, sem qualquer dúvida.
Que consigamos deixar de lado as nossas diferenças, divergências e preconceitos. Que reine a fraternidade, sinceridade e generosidade. Que possamos crescer como pessoas, que saibamos dar o melhor de nós, que os sorrisos dêem lugar aos risos e que, a existir lágrimas, que sejam apenas de alegria!
Eu espero ter esgotado o stock em 2009 :)
Já agora, aproveitando a onda de pedinchice, que nunca nos falte dinheiro, nem discernimento, nem humildade. Que o desemprego diminua, que ninguém sinta fome, que as necessidades básicas sejam colmatadas, que as famílias valorizem o elo que os une, que o amor suplante o ódio e que a guerra dê, finalmente, tréguas. Como dizia a outra: lutar pela guerra é o mesmo que fornicar pela virgindade!
Sim, isto pode ser uma utopia mas como Gedeão escreveu: "sempre que o homem sonha, o mundo pula e avança como bola colorida entre as mãos de uma criança" :)
Eu poderia continuar mas tenho que ir começar a preparar as coisitas para amanhã!
publicado por Ameixinha às 18:53 | link do post | comentar | ver comentários (66) | partilhar
Quarta-feira, 31.12.08

Tarte de nozes e chocolate

 

 



As queridas Cris e Leila desafiaram as blogueiras a apresentarem uma torta ou bolo recheado. A torta dos brasileiros é a tarte dos portugueses, daí o nome :)

A aparência ficou bastante agradável e o aroma muito bom. 
Esta sobremesa é bastante simples e rápida de fazer. Pode estar à mesa em qualquer altura do ano que ninguém se vai queixar!

 


Ingredientes:

 

1 base de massa folhada

 

150g de miolo de noz

 

150g de açúcar (usei 100)

 

100g de chocolate em pó (usei 80)

 

4 ovos (usei 3)

 

3dl de natas (usei 2dl)

 

1 dl de leite

 


Preparação:

 

Estique a massa folhada e forre uma tarteira de fundo móvel. Pique o fundo da massa com um garfo e disponha as nozes por cima.

 

Misture bem os ingredientes do recheio, com a ajuda de uma vara arames, e verta por cima das nozes.

 

Leve a cozer a 190ºC, durante cerca de 45 minutos.

 

Findo esse tempo, retire a tarte do forno e deixe-a arrefecer.

 

Decore a gosto.

Receita retirada da revista "Cozinha semanal tradicional" Nº139

Abraços!

publicado por Ameixinha às 12:33 | link do post | comentar | ver comentários (50) | partilhar
Terça-feira, 22.07.08

Ameixas secas com feta e sementes de papoila


Eu queria muito participar no novo concurso do portal "Para Cozinhar". Já não tinha participado do primeiro e prometi a mim mesma que ira esforçar-me para participar no seguinte.Isto foi mesmo à última da hora, mas consegui. A minha máquina continua a fazer das dela e não consigo tirar fotos aproximadas porque fica tudo desfocado. Depois de algumas dezenas (sim, dezenas) consegui esta foto para tentar demostrar a delícia da receita :)

Como o tema é "Queijo" e eu adoro queijo, tratei de procurar fazer alguma coisa bonita e com óptimo paladar. E quando andava numa pesquisa de receitas encontrei uma que me chamou logo a atenção. Não só tinha queijo, como também a particularidade de ter o meu cognome ;)
Era simplesmente perfeito. Adaptei aos meus gostos e saiu o que se vê. Espero que gostem da minha singela participação e boa sorte a todos os participantes. Quem levar a tábua que faço bom uso dela :)



Ingredientes (adaptados à quantidade de pessoas)

Ameixas secas
Queijo feta
Oregãos
Pimenta preta
Sementes de papoila
Nougat

Recheei as ameixas com um cubo de queijo feta e espalhei oregãos, pimenta preta e sementes de papoila por cima. Enfeitei com pedacinhos de nougat. Uma entrada deliciosa :)
publicado por Ameixinha às 16:21 | link do post | comentar | ver comentários (33) | partilhar

mais sobre mim

a possuída moída

Sobrevivo numa selva de hipocrisia, burocracia e cegueira de quem não quer ver. Prefiro não me lembrar da crise de valores que vivemos, mesmo sendo quase impossível esquecer-me disso. Cozinho e como com prazer, mesmo que alguma culpa surja depois. Gosto de andar a pé sozinha, viajar de comboio com um livro na carteira, dizer "Bom dia" com convicção e a sorrir. Ajudar quem precisa é o que me permito fazer sem pensar duas vezes, embora haja muita gente mal-agradecida. Sou adepta da boa disposição, da humanidade e respeito nos serviços de saúde e educação, acredito na capacidade de generosidade e bondade das pessoas que me rodeiam. Entristece-me que, nem sempre, essas capacidades sejam canalizadas quando deveriam. Não gosto das vizinhas coscuvilheiras e de pessoas mal educadas, prepotentes e ocas. Os meus olhos transmitem tudo o resto de mim e são cor da canela. Amo a Fauna e a Flora. Adoro o Outono e as folhas que caem. Não vejo qualquer utilidade em peluches. E a única coisa que é afrodisíaca é o amor.

pesquisar neste blog

 

posts recentes

Posts mais comentados

aqui acontece

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

arquivos

tags

links

subscrever feeds

quantos por cá passaram...