Quarta-feira, 04.03.09

Batata doce recheada


O meu acompanhamento favorito para carne ou peixe, são as batatas. Super versáteis, podem ser comidas fritas, assadas, cozidas, estufadas e em puré (não me lembro de mais nada, mas tinha uma prima que as comia cruas!).

A batata doce, ao contrário do que muitos pensam, não é sequer parente da batata vulgar. É um tubérculo doce altamente nutritivo e o paladar rico e adocicado que tem, desmente a sua origem humilde de planta do Novo Mundo, apresentada aos Europeus por Colombo. Aliás, a batata faz dos americanos uns grandes conquistadores. Hoje em dia há batata em todos os cantos do mundo :)

A batata doce deve o seu sabor a uma enzima que converte os amidos em açúcar, é uma excelente fonte de betacaroteno, contém esteróis vegetais que baixam o colesterol, fibras, vitamina C, potássio entre outros.

Eu resolvi fazê-las assadas e recheadas. Gostamos muito do resultado, tanto pela aparência, como pelo sabor!
Baseei-me nesta receita e fiz algumas modificações.




Para 4 pessoas
4 batatas doces grandes e com a pele lisa
água
sal
150 g de cogumelos
50 g de bacon picado
50 g de margarina
2 colheres de sopa de queijo ralado
1 ovo
noz moscada
tomilho seco
queijo q.b.

Preparação:
Lave muito bem as batatas, coloque-as num tacho, cubra com água, tempere com sal e leve a cozer sobre lume moderado até as batatas estarem macias.
Pique os cogumelos em pedaços pequenos. Leve ao lume a margarina com o bacon picado e quando estiver quente, junte os cogumelos. Deixe saltear até a água que os cogumelos libertam se evaporar. Tempere com sal e pimenta acabada de moer, retire do lume e misture com o queijo. Parta o ovo, separe a gema da clara e junte a gema ao creme de cogumelos, mexendo bem. Ligue o forno.
Escorra as batatas, abra-lhes um rasgo a todo o comprimento na parte de cima e escave parte da polpa cuidadosamente com a ajuda de uma colher de chá. Esmague a polpa retidada e junte-a à mistura de cogumelos e queijo. Perfume com tomilho fresco e uma pitada de noz moscada.
Bata a clara em castelo e envolva-a delicadamente no recheio preparado. Coloque cada batata sobre um quadrado de folha de alumínio e encha as cavidades com o recheio preparado. Coloque mais queijo ralado por cima e leve as batatas ao forno, deixando gratinar até a superfície ficar dourada.


A batata doce tem a casca muito fina, por isso é mais fácil de descascar depois de cozinhada.
Surgiu uma refeição diferente, fácil de fazer, com ingredientes fáceis de encontrar e muito agradável. Podem variar o recheio com outros ingredientes que prefiram, desde que combinem com o adocicado da batata.
É uma entrada mas pode ser servida como prato principal, foi o que aconteceu cá em casa!

*Informações acerca da batata doce foram retiradas do livro "O novo Alimentos Bons, Alimentos Perigosos".
publicado por Ameixinha às 20:40 | link do post | comentar | ver comentários (61) | partilhar
Domingo, 22.02.09

Portobelos recheados



Aqueles que, como eu, têm poucas possibilidades para adquirir determinados produtos alimentícios, ficam a ganhar quando vão ao Modelo (único hipermercado em que vejo acontecer tal coisa) e encontram esses mesmos produtos a baixo custo. Isso acontece porque se está a aproximar o prazo de validade, mas é um prazo que não termina já amanhã. Alguns de vocês devem pensar que, mais um bocadinho, e estou a recolher restos do caixote do lixo! Mas comprar estes produtos nestas condições (excelentes!) é a única maneira de provar coisas que nunca tinha comido!



E devem saber que estes cogumelos grandalhões são tudo menos baratos! Vai daí, não pensei duas vezes em trazê-los comigo e resultaram numa refeição cheia de categoria.



Mais uma vez encontrei inspiração aqui e adaptei aos ingredientes que tinha em casa! É uma entrada perfeita mas resolvi fazer dela um prato principal.



Ingredientes para 4 pessoas:



4 cogumelos portobelo

1 cebola

2 dentes de alho

50g de margarina ou manteiga

Azeite

2 chouriços (usei bacon)

sal

pimenta preta de moinho

1 colher de sopa de colorau doce

1 colher de sopa de salsa picada (usei oregãos frescos)

queijo q.b.



Preparação:

Lave e enxugue muito bem os cogumelos.

Corte um pouco de papel de alumínio que dê para colocar os cogumelos e pincele com manteiga líquida.

Retire os pés aos cogumelos e escave um pouco a polpa. Pique finamente a polpa e os pés e coloque as copas na folha de alumínio. Ligue o forno e regule-o para os 220 °C.

Descasque a cebola e os dentes de alho e pique-os finamente. Derreta a margarina com azeite numa frigideira larga, junte a cebola e o alho picados e deixe cozinhar até a cebola começar a alourar. Nessa altura junte os pés dos cogumelos picados e salteie até a água que libertarem se evaporar.

Entretanto, tire a pele aos chouriços e pique-o finamente na picadora. Junte o chouriço aos cogumelos e misture bem. Tempere com sal, se for necessário, e com pimenta acabada de moer. Polvilhe com o colorau e misture bem. Retire do lume, deixe arrefecer um pouco e perfume com a salsa picada/oregãos.

Distribua o recheio pelos cogumelos, cubra com queijo, polvilhe com mais oregãos e leve ao forno durante cerca de 20 minutos.

Acompanhei com massa cozida em água e sal.







A Turmalina passou-me este selo da amizade. Agradeço-lhe muito e retribuo o selo, porque ela merece! Ela diz que este blog é "todo o ardido e a doçura da canela que ela (Eu) mói". É uma bela frase e acho que é bem verdadeira. Apesar de, às vezes, ser mais ardido do que doçura he he



Eu teria que passar a 8 blogs, mas é difícil distribuir amizade a tão poucos blogs. Há pessoas por quem tenho muita amizade e nem as conheço, mas gostava que sentissem a minha amizade sem ser através dos selos. Um dia quando conhecer essas pessoas, espero que sintam tanta amizade por mim como eu por elas :)


E apesar das cenas que se seguem eu tenho eterna amizade, muitas vezes paixão, pelos animais. Adivinhem quem eu encontrei ontem, com este ar majestoso, na floreira do manjericão?


Ahhh pois é, mais do mesmo... o artista de sempre. Ontem fulminou-me com este olhar altivo :)




Bom Domingo a todos e bom Carnaval!


publicado por Ameixinha às 13:00 | link do post | comentar | ver comentários (70) | partilhar
Domingo, 25.01.09

Camembert gratinado



Mais uma entrada que eu fiz e que adorei. Sou uma autêntica fã de queijos, desde os muito mal cheirosos até aos que nem cheiro têm.
A semana passada deram-me um queijo vindo de França, que parecia que tinha um defunto dentro do frigorífico quando o abria, mas era delicioso!!!

Para o camembert, tirei a ideia do blog La Casita Verde. Uma entrada excelente e super saborosa.

1 queijo camembert

2 dentes de alho

1 ramo de salsa

2 colheres de azeite

1 pouco de tomilho (usei seco)

É só pegar no queijo, tirar-lhe a película de plástico e deixar a de papel. Voltar a meter no suporte de madeira em que vem e picar a superfície com um garfo.
Entretanto, piquem dois dentes de alho e a salsa. Misturem numa taça com as duas colheres de sopa de azeite e o tomilho. Misturar bem e deitar sobre o queijo, deixando entranhar por alguns minutos. Levar ao forno durante 5-10 minutos (o meu demorou mais) até estar derretido no meio e douradinho.
Colocar à disposição tostas ou fatias de pão.
Bom Domingo a todos ;)
publicado por Ameixinha às 00:30 | link do post | comentar | ver comentários (73) | partilhar
Domingo, 18.01.09

Requeijão gratinado com frutos secos


Uma entrada muito simples e saborosa que fiz no Natal. Para aconchegar o estômago enquanto esperavamos pelo bacalhau :)
Retirei do fórum Petiscos.
Faz-se da seguinte maneira:

Coloca-se um requeijão escorrido dentro de um recipiente que vá ao forno. Por cima polvilha-se com um bocadinho e açúcar e canela (pouco). Leva-se ao forno a gratinar até dourar.
Depois aquece-se uma ou duas colheres de sobremesa de mel no microondas e junta-se frutos secos a gosto (usei pinhões e nozes).
Com uma colher espalha-se esta mistura por cima do requeijão e leva-se de novo ao forno por mais alguns minutos.

Fica uma entrada deliciosa e muito bonita. Serve-se com pão ou tostas.
Gostei dele quente mas adorei comer no dia seguinte já frio.


A SusanaG do blog Paladares aos Molhos, a Zé do blog Raspas de Laranja e a Pepermint, passaram-me este miminho que eu aceitei de bom grado. É suposto passar a mais alguns blogs mas a cada dia que passa, torna-se complicado passar a alguém. Então, este eu vou deixar para todos os blogs que eu visito (e são muitos) e nos quais comento :)

A Dona do Mundo desafiou-me a falar um bocadinho mais de mim e eu aceitei :)

As regras são:

1. Linkar a pessoa que te indicou;

2. Escrever as regras do meme em seu blog;

3. Contar 6 coisas aleatórias sobre você;

4. Indique mais 6 pessoas e coloque os links no final do post;

5. Deixe a pessoa saber que você o indicou, deixando um comentário para ela;


Ora bem... aleatóriamente à medida que me fui lembrando:


1- Tenho seis furos nas orelhas mas nenhum piercing nem tatuagem. Já me bastam os sinais no corpo e como costumam dizer: "Se Deus te marcou, algum defeito encontrou", ou seja, não sou boa peça he he

2- Faço duas covinhas no rosto (uma de cada lado, óbvio!) quando sorrio :)

3- Já fui acusada de ser anoréctica e lésbica. Ainda bem que foi em alturas diferentes, não sei se aguentava tanta emoção junta he he A primeira porque já fui ainda mais magra do que o que sou e a segunda por ter rapado o cabelo. Ahhh e já fui expulsa do átrio da igreja pelo padre porque estava a passar com o meu namorado da altura e eu tinha o cabelo rapado e ele os cabelos muito compridos. Tive uma adolescência fantástica he he

4- Eu já saí a meio de um casamento para ir comprar um casaco novo, porque acharam que eu era uma menina bonita e merecia algo melhor. Passo a explicar: não compro roupa nova para estas ocasiões. Quando dizem que querem a nossa presença, ninguém diz que temos que comprar roupa nova. Eu faço questão de estar presente e é isso que conta, o meu casaco tinha uma "pikena" queimadura na manga (daquelas que se fazem junto ao fogão) e houve quem não tivesse achado muita graça he he

5- Sou incapaz de dormir com as orelhas destapadas, seja Inverno ou Verão, há-de sempre existir um lençol para me cobrir :)

6- Dou-me melhor com idosos do que com jovens e adorava trabalhar num lar. Tenho um carinho especial pelas pessoas mais velhas que eu ;)

E agora gostava de saber um bocadinho mais das seguintes blogueiras:

Noémia

Abóbora Amarelinha

Margarida



A Neyma passou-me o seguinte desafio:


1- Agarrar o livro mais próximo

2- Abrir na página 161

3- Procurar a quinta frase completa

4- Colocar a frase no blog

5- Não escolher a melhor frase, nem o melhor livro! Utilizar mesmo o livro que estiver mais próximo

6- Passar para 5 cinco pessoas

Ora o livro chama-se "Caracteres" e na página 161, 5ª frase completa diz assim:
«Nunca se vive o bastante para lucrar com os próprios erros e faltas.»


Tomemos isto como um ensinamento :)


Agora as cinco pessoas que eu gostava de passar são:

Isabel
Cláudia M.
2dmim
Cor de Chá
Moonlight

Se já responderam a este desafio, podem responder outra vez porque o livro não deve ser o mesmo né? :)

Tenham um bom Domingo, de preferencia sem erros e que não vos falte nada he he Em época de crise é o que temos que pedir!

publicado por Ameixinha às 00:10 | link do post | comentar | ver comentários (64) | partilhar
Sábado, 10.01.09

Roupa Velha


Ora cá está a roupa-velha cá de casa.

Ele faz-se com as sobras da ceia do dia anterior. Dia 24 e 31 comemos o fiel bacalhau cozido que é servido com batatas e couves cozidas. Há quem enriqueça com cenoura e ovo.

Para regar o bacalhau fazemos um molho cozido que é o que eu mais gosto e, por incrível que pareça, foi a única foto que me esqueci de tirar. Mas podem usar o azeite simples para fazer a roupa-velha.

Isto começa assim:
As sobras do bacalhau, batatas e couves são cortadas em pedaços pequenos (há variações conforme o gosto das pessoas: há quem faça a roupa velha completamente mastigada tipo puré, há quem a faça aos pedaços grandes, nós gostamos dela no meio-termo) e, cá em casa, partimos já para dentro de um tacho. Picamos alguns dentes de alho (é a gosto) e juntamos azeite necessário para levar ao lume. Como já está tudo cozido, só vai ao lume para aquecer. Costumamos juntar também uma pitada de cominhos que lhe dá um sabor fantástico. Aconselho toda a gente a colocar cominhos na roupa-velha. É uma delícia, apesar do aspecto não ser dos melhores :)
Confiem em mim, o aspecto não é tudo e, neste caso, não quer dizer mesmo nada!
publicado por Ameixinha às 12:23 | link do post | comentar | ver comentários (46) | partilhar

mais sobre mim

a possuída moída

Sobrevivo numa selva de hipocrisia, burocracia e cegueira de quem não quer ver. Prefiro não me lembrar da crise de valores que vivemos, mesmo sendo quase impossível esquecer-me disso. Cozinho e como com prazer, mesmo que alguma culpa surja depois. Gosto de andar a pé sozinha, viajar de comboio com um livro na carteira, dizer "Bom dia" com convicção e a sorrir. Ajudar quem precisa é o que me permito fazer sem pensar duas vezes, embora haja muita gente mal-agradecida. Sou adepta da boa disposição, da humanidade e respeito nos serviços de saúde e educação, acredito na capacidade de generosidade e bondade das pessoas que me rodeiam. Entristece-me que, nem sempre, essas capacidades sejam canalizadas quando deveriam. Não gosto das vizinhas coscuvilheiras e de pessoas mal educadas, prepotentes e ocas. Os meus olhos transmitem tudo o resto de mim e são cor da canela. Amo a Fauna e a Flora. Adoro o Outono e as folhas que caem. Não vejo qualquer utilidade em peluches. E a única coisa que é afrodisíaca é o amor.

pesquisar neste blog

 

posts recentes

Posts mais comentados

aqui acontece

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

arquivos

tags

links

subscrever feeds

quantos por cá passaram...