Folar de folha/ de Olhão


Ainda ando descompensada com o encontro de quarta-feira! Aquilo deixou-me de rastos mas feliz :) Lamento informar mas o relado do convívio não vai ser hoje. Esta época Pascal está a ser atribulada, não vou passar a Páscoa em casa e hoje andei a comprar o que vai ser preciso. Por isso, só consegui postar a esta hora e, para relatar o que aconteceu na quarta-feira, preciso de me concentrar e de escrever com mais tranquilidade :) Aguardem, até porque não tirei fotos nenhumas e estou à espera que algumas meninas enviem para mim. Só posso dizer que houve muito riso, uma mulher à beira de um ataque de nervos, muito passeio, cumplicidades, conversas, presentes e gente linda!

A Nóemia já fez o seu relato do encontro. Aconselho a ler porque é, sem dúvida alguma, um texto muito bonito e emocionante. Quem não foi, não sabe o que perdeu :)

Por agora, apresento mais uma receita de folar porque a Páscoa quer-se docinha!

Vi a receita no Figo Lampo, No Soup For You e, por último, no Manjar de Ideias Doces. Decidi que tinha mesmo que fazer, mas sem tempo é complicado. Só ao fim da tarde consegui pôr a mão na massa (desta vez teve mesmo que ser) e o folar ficou pronto mesmo agora. Acabo de lhe dar uma trinca e de sentir o cheirinho maravilhoso pela casa toda!


Como podem reparar o meu folar ficou uma espécie de ninho :) Tive uns problemas com a receita mas lá a adaptei e a meio da cozedura o folar cresceu bem e tocou na tampa da MFP. Depois, como tudo o que sobe, desce... ele desceu desalmadamente! A Nani fez o folar de Olhão integralmente na MFP e isto não lhe aconteceu, portanto não tenham receio de o fazer porque é mesmo muito bom. Quem já provou diz que é o melhor de todos :) Podem sempre aproveitar o afundanço da massa para decorar com amêndoas por cima he he

Aconselho mesmo a colocarem muito açúcar entre os discos de massa. O meu folar não ficou muito doce e nem se notam as camadas da massa, porque a camada de açúcar foi mesmo fininha! Como a massa não leva açúcar... abusem :)

Não sei se foi pela quantidade de manteiga mas acho esta massa parecida com a dos croissants folhados! Isso não é mau, pelo menos para mim!


Ainda vão a tempo de fazer um destes para Domingo :)

Ingredientes
20 grs de fermento padeiro fresco ou 1 saqueta do seco

2,5 dl de água tépida

2 colheres de sopa de aguardente

60 grs de banha

125 grs de margarina

sumo de 1 laranja

sal q.b.

açúcar e canela q.b. para polvilhar

500 grs de farinha de trigo

Preparação:
Colocar na cuba da máquina do pão pela ordem indicada (dissolver o fermento fresco na água), programar ciclo "sandes" tamanho I, deixar amassar, retirar a massa depois de estar amassada e em bola, retirar a pá e não desligar a máquina. Divida a massa em 7/8 bolas, estenda com as mãos ou rolo quase à medida da cuba e barrar cada uma depois de esticada com manteiga ou margarina dos dois lados, ir colocando na cuba, polvilhar com açúcar e canela. Repetir até esgotar a massa. Fechar a tampa para a massa levedar e cozer.



Feito na máquina do pão não fica com o mesmo aspecto daquele que é feito no forno. Mas acredito que o sabor fique bem parecido!

Aproveito para desejar boa Páscoa a todos aqueles que a festejam e um bom fim de semana!
tags: ,
publicado por Ameixinha às 18:54 | link do post | comentar | partilhar