Bolo de banana



Ultimamente anda muito em voga fazer bolo de banana. Eu confesso que nunca tinha experimentado, talvez por não morrer de amores pelo fruto ou por não ter uma receita que me tivesse despertado para usá-la. Mas, depois de ter visto tanta postagem de bolos com banana, decidi-me e cá está a receita escolhida. No fundo, acho que fui incentivada a preparar algo com este fruto porque, a cada dia que passa, a nossa républica transforma-se em républica das bananas e temos que aproveitar e colher o fruto antes que apodreça. Acho que mesmo tentando aproveitar as bananas que vão aparecendo, nem em cem anos conseguiria acabar de as colher. Já Eça dizia, sabiamente, que morremos do mal de sermos portugueses. Morro vagarosamente enquanto cozinho bananas e enquanto anseio cozinhar uma outra espécie de "bananas". Adorava que esses sentissem a minha mão enquanto trabalho a massa, que se misturassem com ingredientes menos ricos em nutrientes e vitaminas, que ficassem uma horinha no forno à espera que lhe espetassem o palito para ver se está prontinho a saborear. Porque um bolo não se faz só com bananas e enquanto pensarmos que é assim, continuam os outros ingredientes a submeter-se a um que até nos tenta obstipar. Ora, isso é a prova provada de que uma républica de bananas não há-de ser muito saudável, certo? É que enquanto as bananas forem utilizadas em bolinhos como este, não me custam nada a engolir e saborear, mas as outras... as outras estão atravessadas e começam a sufocar uma nação, uma pátria. Porque Portugal é mais, muito mais que isto que vamos vendo, ouvindo e sentindo.

Ingredientes:
1 nação em crise
1 primeiro ministro com "curriculum" comprado... ups... enganei-me na receita :) Meus queridos, riam que é a boa disposição que nos vai salvando ;)


Ingredientes:
100g de manteiga (usei 85 de óleo de soja)
4 bananas médias maduras (usei 3 apesar de existir praí muito banana)
1 dl de natas
3 ovos
250 g de açúcar (usei 200 porque a banana já é um fruto muito doce, embora algumas sejam tudo menos doces, mas isso é outra história)
400g de farinha (usei 350 + 50 de farelo de trigo)
2 colheres de chá de fermento em pó
100 g de miolo de avelã ralado (em época de crise, avelãs só mesmo no Natal, portanto não usei)100 g de chocolate para bolos (usei chocolate de leite para bolos, mas o negro é melhor)
1 dl de natas para juntar ao chocolate

Preparação:
Derreter a manteiga. Descascar as bananas - é a parte mais complicada ;)- esmagar com um garfo e misturar às natas. Bater os ovos com o açúcar. Misturar a farinha com o fermento em pó e o miolo de avelã e ir juntando, bem como a manteiga derretida, ao creme de ovos. Juntar o puré de banana. Aquecer o forno a 180º. Untar a forma e polvilhar com pão ralado. Encher com a massa e alisar. Meter no forno durante uma hora e um quarto (no meu forno a gás demorou cerca de 45m). Desenformar e deixar arrefecer numa rede. Derreter o chocolate com as natas no microondas e cobrir com ele o bolo.




Nota: Como sempre, quando começo a escrever nunca sei bem onde vou parar. Não pretendo ferir susceptibilidades políticas e sociais com o que escrevi. Acima de tudo utilizo o meu estatuto de cidadã eleitora e permito-me criticar o que acho que está menos bem. Porque quem cala consente, e eu não consinto mas vou sentindo na pele a crise e, calada não me faço ouvir. Por isso, comam bananas e sejam felizes :) A receita foi retirada da colecção Cozinhar Melhor "Bolos"

Bom dia de Camões, de Portugal e das Comunidades Portuguesas.
tags:
publicado por Ameixinha às 12:01 | link do post | comentar | partilhar