Panquecas de banana

Com leite condensado


Com canela moída e açúcar


Com sementes de romã*

Esta receita poderia ter dado seguimento à saga dos títulos picantes, como o pão com chouriço, os queques de iogurte e a farofa quebra bico. Mas resolvi não continuar a saga, não fosse correr o risco de este blog ser considerado demasiado brejeiro.

Para hoje umas panquecas de banana sublimes. Quem, como eu, não gosta de bananas ao natural, experimente estas panquecas e verá como são deliciosas. Ficam super cremosas por dentro e com um sabor fantástico. Com a farinha integral ficam mais saudáveis e a bananinha também tem muito potássio e faz muito bem à saúde. Usei uma frigideira pequenissima que me foi dada no meu aniversário, especialmente para fazer panquecas :) Adoro-a!!!

Panquecas de banana

1 chávena de farinha de trigo (usei meia de farinha de trigo e meia de farinha integral)
1 colher de sopa de açúcar
2 colheres de chá de fermento
1/4 colher de chá de sal
1 ovo levemente batido
1 chávena de leite integral
2 colheres de sopa de óleo vegetal (usei de soja)
2 bananas maduras, esmagadas

1. Numa tigela, misture a farinha, açúcar, fermento e sal. Noutra tigela, amasse as bananas e adicione o ovo, leite e o óleo. Misture até ficar uniforme.
2. Agora, coloque a mistura molhada na mistura seca. Misture por uns 10 segundos. É importante não misturar demais, senão cria glúten e a panqueca fica borrachuda.
3. Deixe a massa descansar por 5 minutos. Pra fritar, use uma panela ou grill elétrico a 180 graus C. Se preferir, use uma frigideira antiaderente. Ponha umas gotinhas de água na frigideira pra ver se a temperatura está correcta. Se a água se movimentar ou pular, a temperatura está boa. Se a água não se mexer ou evaporar, ajuste o fogo de acordo. Passe um pouco de manteiga pra criar uma camada de gordura na panela. Retire o excesso com papel de cozinha.
4. Use uma concha para colocar a massa na frigideira e as panquecas ficarem do mesmo tamanho.
5. Vire quando estiver dourado por baixo e as bordas estiverem um pouco firmes. Use uma espátula de borracha ou plástico para retirar as panquecas e sirva quente.


Sirva com um bom café e xarope de ácer ou mel. Fica bom com frutas, sorvete e outros. Eu provei com leite condensado, açúcar e canela e sementes de romã. Xarope de ácer aqui não existe e eu nem sei se gosto! Quem gostar e tiver use-o porque deve ficar maravilhoso.

Foram as melhores panquecas que já comi até hoje. A minha mãe adorou e comeu como se não houvesse amanhã. Deu 6-7 panquecas gordinhas :)

Receita retirada daqui.


* Há algum tempo atrás na minha visita a novos blogs de língua Inglesa, descobri um que ensinava uma técnica para descascar romãs facilmente. Adoro romãs, mas confesso que torna-se complicado descascar algumas delas. Fui a correr experimentar esta dica porque ainda tenho romãs "desviadas" do terreno abandonado aqui ao lado de casa. Resulta e aconselho experimentar!
É só cortar as romãs a meio, enfiá-las numa bacia com água fria (eu sei que com este frio não dá vontade de fazer isso mas vale a pena) e vai-se retirando as sementes pressionando as cascas com os polegares. As sementes de romãs vão ficar depositadas no fundo da bacia. E as partículas da pele vão ficar em cima, na tona da água. É só deitar fora as partículas e as cascas. Escorrer a água e temos as sementes prontas a usar :) Não sei se me fiz entender!
Infelizmente não me lembro do nome do blog mas sei que a blogueira é dos Estados Unidos e vive em Brooklyn, se não me engano!
tags:
publicado por Ameixinha às 10:00 | link do post | comentar | partilhar