ameixa seca a 28 de Dezembro de 2008 às 21:07
Ez, tomara eu ter a arte que as tuas mãos transportam. Por cá, tenta-se dar vida aos dedos... os teus têm vida própria :) A alma, essa é a maior arte, a que eu vou tentando preservar, porque também tenho labirintos... e a saída está à minha espera! Abraço ;)

Comentar:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.