Fatias recheadas de canela


Para fugir aos doces tradicionais desta época natalícia resolvi experimentar uma receita que já tinha visto no livro "Tartes, tortas e biscoitos".
Só achei que a quantidade de farinha que a receita pedia não é a correcta. Tive que juntar muita mais farinha para poder moldar a massa. Eu não sou muito fã de passas mas admito que gostei muito de as saborear no recheio destas fatias. Ficou muito bom :) Para a próxima vou experimentar fazer com nozes. Deve ficar delicioso!

Ingredientes para 12 fatias:
2 colheres de sopa de manteiga, derretida, mais um pouco para untar
225 g de farinha branca, mais um pouco para polvilhar (usei metade de farinha integral, mas necessita de muita mais farinha para trabalhar a massa depois de levedar)
1/2 colher de chá de sal
1 saqueta de fermento de padeiro seco (usei 10-15 g de fermento de padeiro fresco)
1 ovo, ligeiramente batido
125 ml de leite morno
2 colheres de sopa de xarope de ácer (cá não existe disso e usei compota de alperce para barrar)

Recheio:
4 colheres de sopa de manteiga, amolecida
2 colheres de chá de canela, moída
50 g de açúcar amarelo
50 g de passas

1. Unte com um pedacinho de manteiga um tabuleiro de ir ao forno quadrado de 23 cm (usei uma forma redonda de fundo removível e usei papel vegetal)
2. Peneire a farinha e o sal para uma tigela grande. Acrescente, mexendo, o fermento (se for do seco, se for do fresco convém dissolver no leite morno). Adicione, amassando com a ponta dos dedos a manteiga até que a mistura pareça pão ralado fino. Junte o ovo e o leite e com as pontas dos dedos amasse até obter uma massa.
3. Coloque a massa numa tigela untada, cubra-a e deixe levedar num local quente durante cerca de 40 minutos, ou até ter dobrado de tamanho.
4. Bata ligeiramente a massa durante cerca de 1 minuto até que retome a sua forma original e depois estenda-a num rectângulo, numa superfície ligeiramente polvilhada de farinha (aqui precisei de muita mais farinha para conseguir que a massa me "deslarga-se" dos dedos).
5. Para preparar o recheio, bata em creme numa tigela, a canela e o açúcar até a mistura ficar clara e fofa. Espalhe o recheio sobre a massa deixando uma margem de 2,5 cm a toda a volta (o recheio fica bastante líquido mas passado uns minutos começa a endurecer e fica apto a ser barrado). Salpique com as passas.
6. Enrole a massa como se fosse um rolo, começando pela ponta comprida e prenda-a para selar. Corte o rolo em 12 fatias e coloque-as no tabuleiro, cubra-o e deixe levedar num local quente durante 30 minutos.
7. Leve as fatias ao forno previamente aquecido a 190ºC, durante 20 minutos ou até subirem e ficarem douradas. Pincele as fatias com xarope de ácer (no meu caso, aqueci no microondas a compota de alperce e barrei) e deixe-as arrefecer ligeiramente. Sirva quente.


Estes macarons (eram mais mas antes da foto foram comidos he he) vieram de França para eu provar. Estavam prometidos há alguns meses e os meus amigos Mónica e Henrique (o mesmo do pudim henriquecido) fizeram o favor de me dar este presente. Confesso que fiquei nas nuvens com os macarons. Ainda não tinha provado e fiquei fã. Na próxima vez que eles vierem cá ou eu for a França (nunca se sabe quando me vai sair a sorte grande) vou provar os sabores que me faltam. Na foto tem o macaron de chocolate, de baunilha, de framboesa e de pistache. Mas comi um de violeta que me ficou na memória.
Depois de conhecer os macarons nem tenho coragem para experimentar cá em casa. Melhor que estes é impossível :)

 

P.s.: Não sei se repararam mas, finalmente tenho um prato de servir novo he he!!!!

tags:
publicado por Ameixinha às 13:00 | link do post | comentar | partilhar