Lombo de porco e arroz de 3




O que fazer a um lombo de porco assado que sobrou do almoço e que estava seco?
Não sei se vocês gostam mas eu não gosto de comida seca. Então para almoço do dia seguinte pegou-se nos restos do lombo e fez-se um estufado. É sempre uma óptima solução. Também poderia ter picado a carne e fazer empadão, massa à bolonhesa ou qualquer outra coisa. Mas para ser muito simples foi mesmo um estufado que não tem nada que saber.
É só picar alho e cebola e fazer uma "cama" no fundo do tacho (eu usei uma frigideira anti-aderente), deitar um fio de azeite e deixar refogar um bocadinho. Depois coloca-se tomate pelado de lata ou fresco (neste caso usei polpa de tomate mesmo), um copinho de vinho branco, oregãos secos (podem ser colocados só no fim) e deixa-se cozinhar em lume brando. Rectifica-se o sal e já está. A peça de porco que fiz é a parte do porco que chamem de "coelho" e que eu desconhecia o nome.

Foi acompanhado de arroz que chamei de 3 porque foi feito com ervilhas, pedacinhos de bacon e cenoura. Na minha opinião, não se deve colocar o bacon no arroz porque já tinhamos a carne do lombo. Mas ficou delicioso e até acabou por ficar insosso. Creio que o arroz não preciso de dizer como se faz... Também aconcheguei o prato com batatas fritas (Há quem não como batatas quando há arroz e vice-versa. Nesta casa marcha tudo porque o problema é emagrecer e não engordar e quantos mais hidratos mais energia ;-)

A alface não pode faltar nunca. A frisada (que eu gosto muito) acabou e teve mesmo que ser da normal.

No prato não se vê bem como era o arroz e parece arroz branco. Fica a foto do tacho :-)
tags:
publicado por Ameixinha às 17:02 | link do post | comentar | partilhar