Domingo, 19.05.13

Bolachas de manteiga de amendoim


 

Embora a temperatura nos leve a pensar que não estamos na Primavera, a verdade é que as frutas, flores e animaizinhos dão-nos a certeza que o Verão está próximo. Por isso, só podemos estar mesmo na Primavera, e temos que fazer de tudo para convencer o cérebro disso. É isso mesmo que tenho visto, apesar da sensação térmica de cinco graus centígrados não faltam pessoas descapotadas, de unhaca de fora - e outras coisas à mostra - a dar azo à sua coragem ao enfrentar ventos ciclónicos e chuvas geladas, sem guarda-chuva e pensando que são só umas pinguinhas. "Está calor, tenho calor, viva o calor!", devem repeti-lo como uma espécie de mantra para se convencerem disso e eu, que sou uma ovelha negra e que insisto em não andar atrás da maioria, passo de capote até às orelhas e meias opacas até ao pescoço; e ainda tenho a lata de avisar uma beata zelosa, que está agachada a preparar o tapete da procissão, que o fio dental está à mostra. Há gente que não se sente, e ainda bem que a imagem no altar tem olhos mas não vê, porque senão havia de ser bonito :)

 

Ingredientes:

1 chávena de açúcar

1 ovo

1 colher (chá) bicarbonato de soda

1/2 colher (chá) extrato de baunilha

1 chávena de manteiga de amendoim

1 chávena de amendoins partidos (opcional)

 

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180ºC.

Numa tigela, bata o açúcar com o ovo, o bicarbonato e baunilha. Adicione a manteiga de amendoim e os amendoins partidos. Envolva até ficar homogéneo. Coloque colheradas de massa em tabuleiros untados, deixando-as distanciadas umas das outras. Leve ao forno por cerca de 10 minutos. Retire e deixe arrefecer.

 

Notas:

Não usei amendoins partidos, a minha manteiga de amendoim é suave e obtive biscoitos com uma massa mole, perfeita para comer com frutas vermelhas e até um pouco de chantily, para quem gostar.

Receita retirada daqui

 

Bom Domingo!

publicado por Ameixinha às 14:51 | link do post | comentar | ver comentários (16) | partilhar
Domingo, 05.05.13

Manteiga de amendoim caseira

 

 

A Primavera está finalmente aí e eu, este ano, decidi que queria sol e calor. Esqueci-me do sofrimento, dei uma de romântica menininha que queria vestir os longos vestidos coloridos, besuntar o corpo de protector solar e sair por aí de óculos de sol na tromba. Desde sempre ouvi dizer que temos que ter cuidado com aquilo que desejamos. Oh se eu me tivesse lembrado disso antes! Com certeza teria permanecido no lânguido Inverno do meu descontentamento e que bem eu estaria.

A Primavera trouxe-me uma alergia repentina a esse pólen leve e arredio que veio para ficar. Espirro de manhã à noite, tenho comichão até ao cerebelo e há sempre uma narina que insiste em entupir. Depois dos 30 é sempre a descer, confiem nisso. Para além disso, há aquele manhoso bichinho que aparece como se nada fosse, sem ninguém o chamar. Amaldiçoados gafanhotos que saltitam de pedrinha em pedrinha. A semana passada tive um encontro de terceiro grau com a mais alta patente dos gafanhotos, era tão grande que devia ser o avô de uma cambada deles, e esbarrou-se nas minhas pernas. Vindo de trás, espatifou-se contra mim e ficou, visivelmente, transtornado. Como é óbvio, depois do meu cérebro se ter apercebido que objecto voador era aquele, dei a correr até casa com um friozinho no estômago e uma vontade louca de gritar.

Resumindo: estou traumatizada, chateada, constipada e enfiada em casa porque o calor lá fora é o maior inimigo dos meus desejos. O projecto de uma Primavera anunciada, saiu furado. Fazem-se receitas caseiras, que é para não correr o risco de ir ao supermercado e encontrar uma praga de gafanhotos pelo caminho :) 

 

Ingredientes (adaptado daqui):

 

1 1/2 chávena de amendoins

1 1/2 colher (sopa) óleo

1 colher (chá) de extracto de baunilha

1/4 chávena de mel

 

Preparação:

 

Asse os amendoins no forno por alguns minutos, deixe arrefecer e processo-os na liquidificadora cerca de 5-7 minutos até obter uma pasta grossa. Junte o óleo e a baunilha e pulse até a mistura ficar mais cremosa. Se achar necessário, vá juntando um pouco de óleo de cada vez. Adicione o mel e processe por mais alguns minutos.

Guarde à temperatura ambiente durante uma semana ou refrigere no frigorífico se mantiver a manteiga de amendoim por mais tempo.


Rendimento: 1 1/2 chávena.

 

Bom Domingo!

publicado por Ameixinha às 15:00 | link do post | comentar | ver comentários (36) | partilhar

mais sobre mim

a possuída moída

Sobrevivo numa selva de hipocrisia, burocracia e cegueira de quem não quer ver. Prefiro não me lembrar da crise de valores que vivemos, mesmo sendo quase impossível esquecer-me disso. Cozinho e como com prazer, mesmo que alguma culpa surja depois. Gosto de andar a pé sozinha, viajar de comboio com um livro na carteira, dizer "Bom dia" com convicção e a sorrir. Ajudar quem precisa é o que me permito fazer sem pensar duas vezes, embora haja muita gente mal-agradecida. Sou adepta da boa disposição, da humanidade e respeito nos serviços de saúde e educação, acredito na capacidade de generosidade e bondade das pessoas que me rodeiam. Entristece-me que, nem sempre, essas capacidades sejam canalizadas quando deveriam. Não gosto das vizinhas coscuvilheiras e de pessoas mal educadas, prepotentes e ocas. Os meus olhos transmitem tudo o resto de mim e são cor da canela. Amo a Fauna e a Flora. Adoro o Outono e as folhas que caem. Não vejo qualquer utilidade em peluches. E a única coisa que é afrodisíaca é o amor.

pesquisar neste blog

 

posts recentes

Posts mais comentados

aqui acontece

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

arquivos

tags

links

subscrever feeds

quantos por cá passaram...