Segunda-feira, 25.06.12

Tarte francesa de cebola

 

Estes dias quentes pedem receitas mornas ou frias. Tartes e quiches, sandes e saladas, iogurtes e gelados, muita fruta e muita água.

Não gostei do aspeto da tarte, embora o sabor seja muito bom. Usei fatias de bacon mas não as parti em tiras, cozinhei-as inteiras e acho que isso prejudicou um bocadinho em relação à imagem. De resto... oh là là :)

 

 

Ingredientes:

1 base de massa quebrada*

2 cebolas, finamente fatiadas

3 ovos

1/2 chávena de leite

180 g de bacon fumado, cortado em tiras

40 g de queijo gruyère, ralado

sal e pimenta q.b.

 

 

Preparação:

Salteie o bacon numa frigideira em lume médio-alto até que o bacon esteja cozinhado, cerca de 7 minutos. Reserve. Na mesma frigideira adicione as cebolas e deixe-as cozinhar por 10 minutos até que esteja cozinhada mas não as deixe ganhar cor.

Numa tigela, bata os ovos com o leite. Tempere com sal e pimenta.

Pré-aqueça p forno a 200ºC, unte uma tarteira e coloque nela a massa quebrada, pique-a com um garfo. Verta as cebolas e o bacon na base da tarteira e salpique o queijo. Coloque a mistura de ovos por cima e leve ao forno por 25-30 minutos.


 

*Faço a massa quebrada na máquina do pão. Coloco 250 g de farinha, 100 g de manteiga amolecida aos pedacinhos e 1/2 colher de chá de sal na cuba. Ligo no programa básico e vou juntando cerca de 125 ml de água fria, mexendo com a colher de pau nos cantos. Deixo amassar por 15 minutos e levo mais 15 minutos ao frigorífico. Está pronta a estender.

 

Receita no blog Chicho's Kitchen.

publicado por Ameixinha às 22:45 | link do post | comentar | ver comentários (27) | partilhar
Quarta-feira, 20.06.12

Panquecas doces de courgette


Voltamos às panquecas e voltamos às courgettes. Elas estão por aí, lindas e verdes. Verde tem sido uma cor recorrente neste blog. Gosto de verde desde sempre e de courgette desde que provei pela primeira vez. Panquecas são uma paixão antiga, a que volto sempre que preciso de um certo conforto e sabor familiar. Pois bem, voltamos e partilhamos umas panquecas doces de courgette com iogurte grego... ui :)

 

Ingredientes:

1/2 chávena de farinha

3 colheres (sopa) de açúcar

1 colher (chá) de fermento

1/4 colher (chá) de bicarbonato

1/4 colher (chá) de sal

1 ovo

1/2 chávena de iogurte grego (ou iogurte natural drenado)

2 colheres (sopa) de manteiga derretida

1/2 chávena de água ou leite (opcional)

1 courgette, ralada 

 

 

Preparação:

Junte os ingredientes secos e reserve. Noutra tigela, bata o ovo, iogurte e a manteiga. Combine os ingredientes secos e líquidos. Envolva a courgette. Se a mistura estiver demasiado espessa, adicione o leite ou água. Asse 1/3 de chávena da mistura obtida de cada vez na frigideira.

 



Fonte:

Pinch of yum.

 

Obrigada a todas pelos votos de melhoras e pela força ;) Continuação de boa semana!

 

 

publicado por Ameixinha às 22:28 | link do post | comentar | ver comentários (25) | partilhar
Domingo, 17.06.12

Gelado de pistácio


 

Tal como tinha prometido à minha mãe, fiz-lhe o gelado favorito: pistácio. É um verde esperança, sabemos que tudo vai melhorar, aos poucos. Tudo melhora com umas colheradas de verde pistácio :) Mãezinha, o nosso amor é verde!

 

Ingredientes:

100 g de pistácios sem casca 

250 ml de leite

400 ml de natas

1 colher (sopa) de brandy

4 gemas de ovos

120 g de açúcar

 

Preparação:

Pele os pistácios (se não saírem facilmente, coloque-os em água a ferver por cerca de 1 minuto, coe e pele). Coloque-os numa picadora e pulse até obter pedaços pequeninos. Transfira para uma panela com o leite, natas e o brandy e leve a ferver. Remova do lume e bata até ficar um pouco cremoso.

Bata os ovos com o açúcar por cerca de 5 minutos até ficar pálido e cremoso. Junte um pouco da mistura de pistácio e, gradualmente, acrescente o resto. Volte a levar a mistura a lume brando e mexa constantemente por cerca de 5 minutos até que fique espesso.

Retire do lume e deixe arrefecer completamente, mexendo de vez em quando. Transfira para uma tigela, cubra e coloque no congelador. Depois de uma hora, retire do congelador, bata a mistura energicamente e leve novamente ao congelador. Faça isso mais 2 ou 3 vezes, depois transfira para um recipente apropriado e deixe ficar no congelador até ficar firme.

Como alternativa, depois de frio, coloque a mistura na máquina de gelados, siga as instruções do fabricante e leve ao congelador.

O meu foi feito na máquina de gelados, depois de frio, ficou pronto em menos de 20 minutos.

 

Notas:

Receita do livro "Falling Cloudberries" da Tessa Kiros.

Não triturei demasiado os pistácios, prefiro encontrar pedacinhos crocantes deles no gelado mas fica ao critério de cada um.

Embora dê um pouco de trabalho pelar os pistácios, o resultado final compensa.

 

 

A Casa do Sal da Figueira da Foz contactou-me para que divulgasse o seu excelente projecto e fantásticos produtos. Para isso estão a oferecer a quem tem um blog de culinária, dois produtos à escolha. Passem por lá, inscrevam-se e conheçam produtos portugueses que todos deveríamos ter nas nossas cozinhas.

 

Boa semana a todos e obrigada!

publicado por Ameixinha às 22:14 | link do post | comentar | ver comentários (25) | partilhar
Domingo, 10.06.12

Low-fat brownies


Duas receitas para uma foto só, porque preciso de poupar tempo e a fotografia não tem sido o meu grande forte. E antes que pensem que o bolo combina com o gelado, eu acho que não combina nada bem. O cacau do bolo acaba por anular o sabor do gelado de pistácio. Para já, deixo a receita do brownie, que já fiz mais que uma vez, porque estamos em altura de bananas maduras e há sempre umas quantas claras que sobram de uma outra sobremesa qualquer. Tenho certeza que ninguém resiste a um quadradinho destes :)

 

Ingredientes:

75 ml/5 colheres de sopa de cacau magro

15 ml/1 colher de sopa de açúcar

75 ml/5 colheres de sopa de leite magro

3 bananas grandes, esmagadas

175g de açúcar amarelo

5 ml/1 colher de chá de extracto de baunilha

5 claras de ovo

75g de farinha autolevedante

75g de farelo de aveia

15 ml/1 colher sopa de açúcar em pó

 

 

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 18ºC. Forre uma forma quadrada com papel vegetal. Misture o cacau, o açúcar e o leite. Adicione as bananas, açúcar amarelo e baunilha.

Bata ligeiramente as claras. Adicione a mistura de cacau e continue a bater. Peneire a farinha sobre a mistura e envolva com o farelo de aveia. Coloque a mistura na forma e leve ao forno por 40 minutos ou até que o topo esteja firme. Deixe arrefecer na forma e corte em quadrados. Salpique o açúcar em pó por cima e sirva.

 

Notas:

Receita do livro "The chocolate and coffee bible".

Usei aveia em flocos que triturei até obter uma areia fina.

Podem diminuir a quantidade de açúcar, foi o que eu fiz.

Usei uma forma rectangular e o brownie ficou mais baixo do que seria desejável.

Como dá para notar, esqueci-me de cobri-lo com o açúcar em pó.

 

Bom Domingo e bom início de semana a todos!

publicado por Ameixinha às 17:07 | link do post | comentar | ver comentários (22) | partilhar
Domingo, 03.06.12

Bolo de laranja, azeite e pinhão



Achei que depois de voltarmos todos para casa, o meu tempo iria esticar. Foi um equívoco. Parece que, quanto mais faço, mais tenho para fazer.

Ligo o computador apenas ao fim do dia, depois de jantar, para ver a metereologia porque há roupa a lavar e preciso saber se a poderei estender lá fora ou não. 

Felizmente tenho cozinhado ao almoço e jantar, mas não me consigo organizar para fotografar. Há muitas mais coisas essenciais em fila de espera que ocupam a minha cabeça e pesam nos meus ombros. First things first!! O blogue nunca foi prioridade e não é mesmo. 

O meu tempo divide-se entre a casa, família e amigos. 80% do meu tempo é para a minha mãe e eu amo-a mais a cada dia que passa. De vez em quando relembramos os maus momentos que passaram, e eu lembrei-me que entre esses momentos, num dos dias em que ela ainda estava nos cuidados intensivos, eu fiz este bolo. Um bolo em dose dupla, para poder ser partilhado com os melhores amigos. Eu partilhei esta fornada, um bolo de sabor intenso, tal como a amizade e o amor devem ser sentidos.

 

 


Ingredientes:

4 ovos, separados

1 colher (chá) de extracto de baunilha

250 g de açúcar em pó

50 g de açúcar amarelo

200 ml de azeite

400 g de farinha 

1 colher (chá) de fermento em pó

raspa de uma laranja

250 ml de sumo de laranja

40 g de pinhões

 

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180º. Unte com azeite duas formas de aro removível com 22 cm de diâmetro e enfarinhe. Bata as claras em castelo até estarem firmes. Junte as gemas à baunilha e bata até fazerem espuma. Adicione os açúcares e depois o azeite, um pouco de cada vez, mexendo entre cada adição. Junte a farinha, fermento, raspa e sumo de laranja e bata bem até obter uma massa suave. Envolva gentilmente as claras em castelo.

Despeje a massa entre as duas formas e salpique-a com os pinhões. Leve ao forno por cerca de 35 minutos ou até que o topo fique dourado e um palito inserido no centro saia limpo. Deixe arrefecer antes de servir.

 

Fonte:

Apples for Jam da Tessa Kiros.

música: O amor é mágico - Expensive Soul
publicado por Ameixinha às 23:03 | link do post | comentar | ver comentários (26) | partilhar

mais sobre mim

a possuída moída

Sobrevivo numa selva de hipocrisia, burocracia e cegueira de quem não quer ver. Prefiro não me lembrar da crise de valores que vivemos, mesmo sendo quase impossível esquecer-me disso. Cozinho e como com prazer, mesmo que alguma culpa surja depois. Gosto de andar a pé sozinha, viajar de comboio com um livro na carteira, dizer "Bom dia" com convicção e a sorrir. Ajudar quem precisa é o que me permito fazer sem pensar duas vezes, embora haja muita gente mal-agradecida. Sou adepta da boa disposição, da humanidade e respeito nos serviços de saúde e educação, acredito na capacidade de generosidade e bondade das pessoas que me rodeiam. Entristece-me que, nem sempre, essas capacidades sejam canalizadas quando deveriam. Não gosto das vizinhas coscuvilheiras e de pessoas mal educadas, prepotentes e ocas. Os meus olhos transmitem tudo o resto de mim e são cor da canela. Amo a Fauna e a Flora. Adoro o Outono e as folhas que caem. Não vejo qualquer utilidade em peluches. E a única coisa que é afrodisíaca é o amor.

pesquisar neste blog

 

posts recentes

Posts mais comentados

aqui acontece

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

arquivos

tags

links

subscrever feeds

quantos por cá passaram...