Sexta-feira, 30.01.09

Bolo de abóbora e amêndoa

Tinha uma abóbora de 13 kg à espera de ser usada. Como vivo numa aldeia rodeada de agricultores, sempre tentei comprar as abóboras ao pé da porta, porque são de confiança e mais baratas. Mas nunca, nunca consegui encontrar nenhuma que tivesse aquele tom alaranjado que é própria para fazer docinhos. A abóbora que um vizinho deu à minha mãe era suposto ser laranjinha mas quando a abrimos ela tinha um tom mais amarelado, mais uma desilusão. Depois de partida, retiradas as sementes e a casca, não sobra grande coisa. Levei a cozer grande parte e lá foi ficando mais alaranjada. Com a abóbora fiz panquecas, compota, sopa e este bolinho. O sabor intenso da amêndoa com a abóbora fica excelente. Fui buscar a receita aqui.



Ingredientes:

500 g de abóbora limpa
250 g + 1 colher de sopa de açúcar amarelo (usei 150g + 1 colher)
1 laranja
50 g de manteiga
150 g de amêndoa</a> ralada com a pele
4 ovos
100 g de farinha com fermento
amêndoa</a> em lâminas (não usei)
canela em pó (usei uma mistura de canela com açúcar)


Preparação:


Corte a abóbora em cubos, deite-a num tacho e junte-lhe os 250 g de açúcar amarelo, a raspa da casca e o sumo da laranja. Leve ao lume e deixe cozer durante cerca de 20 minutos com o tacho destapado. Quando a abóbora estiver quase cozida, ligue o forno e regule-o para os 180 °C. Reduza a abóbora a puré com a varinha mágica e junte-lhe a manteiga, a amêndoa ralada com a pele e os ovos, previamente desfeitos. Adicione a farinha, misture bem e deite numa forma de mola, previamente untada. Coza no forno durante cerca de 50 minutos. Um pouco antes de terminar o tempo, polvilhe com o restante açúcar e amêndoa em lâminas.

Sugestão

Depois de fria, se gostar, polvilhe com canela em pó.



Fica um bolo pequenino, pelo menos o meu ficou e pela foto que vi também está pequenino, mas vale a pena, fica muito bom. Quem tiver abóbora para gastar que se atreva :) O aroma da abóbora a cozinhar é excelente.







A Vivian passou-me este selinho para que possa ganhar uma caricatura a P&B dela e eu resolvi pegar e passar para ajudar.
Pelas regras, devo indicar outros 10 blogs para presentear com o mesmo selinho e estes 10, da mesma forma, presenteiam outros 10, seguindo as orientações abaixo:


1 - Exibir a imagem do selo "Olha Que Blog Maneiro"

2 - Postar o link do blog que te indicou

3 - Indicar 10 blogs de sua preferência

4 - Avisar os indicados

5 - Publicar essas regras

6 - Conferir se os blogs indicados repassaram o selo junto às regras

7 -Enviar sua foto ou de um(a) amigo(a) para olhaqueblogmaneiro@gmail.com juntamente com os 10 links dos blogs indicados para verificação.

Caso os blogs indicados repassem o selinho "Olha Que Blog Maneiro" e suas regras, corretamente, dentro de alguns dias o blog que os indicou recebe 1 caricatura em P&B

8 - A caricatura só vale se as regras acima forem seguidas



As minhas indicações são:






A Luciana passou-me o selo dos Sete Pecados (esta imagem não pertencia a um genérico de uma novela brasileira?) porque diz que eu não dou desanso à gula. Euuuuuu? Que maldade! Bem, se esse for o meu único pecado, já não é mau :)

E tenho que passar a mais dois blogues e escolhi dois que me vão enaltecendo a gula:



Vó Mindoca

Fiel ao Tacho



O último mas talvez o mais importante, da Luciana, Vítor, Rosa Eliza e Sarita:







Que somos nós sem afecto? "No man is an island" e um blog sem visitas talvez seja apenas um pseudo-blog. Creio que o meu blog é recheado de afectos, algo que eu muito prezo e que faço os possíveis para retribuir. É na base do afecto que estabelecemos pontes, que nos sentimos próximos e que criamos amizades, mesmo que virtuais. Seria impossível passar este selo a uma pequena quantidade de blogueiras/os. Óbvio que tenho mais afinidade por umas/uns e menos por outras/os. Porque o afecto e a amizade requerem reciprocidade. A todos que sentem afecto pelo meu blog e por quem o constrói, eu só tenho que agradecer e fazer com que não vos desiluda. Não vai ser um selo que vai fortalecer o afecto ou criar mais amizade. São as palavras e as presenças... mesmo que não deixem comentário.

O afecto não se diz, não se passa de mão em mão... sente-se!

E a minha mãe sempre disse que "Quem não se sente não é filho de boa gente!" :) Ou isso ou têm os membros adormecidos de estarem parados em frente ao computador he he

Não podia terminar um post de uma forma tão séria, tinha que me dar para a galhofa ;)

Sejam felizes que eu vou fazer por isso!

Bom fim de semana.

publicado por Ameixinha às 00:15 | link do post | comentar | ver comentários (61) | partilhar
Terça-feira, 27.01.09

Massa thai com tofu e legumes



Tirei montes de fotos ao raio da tigela black men, mas a coisa não ficou propriamente fotogénica (não sei porque algumas fotos que posto dão para ampliar e outras não, quem souber explicar eu agradeço). Quem vê acha que a massa foi só de pimentos e courgettes, mas tem mais ingredientes que, por razão desconhecida, ficaram por baixo da massa.

Adiante, a minha cobaia-mor (mãe querida, mãe querida...) torceu o nariz para uma refeição salgada feita com massa aletria (uma dúvida: esta não é aquela massa a que também chamam cabelo de anjo, pois não?) que é unicamente usada cá em casa para fazer o doce homónimo.
Comentou que não sabia se ia gostar, que lhe parecia esquesito e outras coisitas mais.
E eu, a medo, lá fui provando a massa à medida que ia fazendo, não fosse a senhora ficar desiludida com aquilo.
A receita foi retirada do meu único livrinho de Cozinha vegetariana saudável (que pobreza!!! Não o livro, que é muito bom!) e vou matando saudades das minhas refeições nas cantinas amarelas do tempo da faculdade!
Porém, alguns ingredientes não usei porque não tinha, mas vou passar a receita do livro e entre parênteses as mudanças que fiz. Não fui rigorosa com o peso dos ingredientes nem com os minutos de cozedura que referem.
Ahhh, a minha mãe repetiu a dose e eu também :)


Ingredientes para 4 pessoas - fiz só para duas e ajustei quantidades mas mesmo assim deu muita massa. Ajustem à medida da vossa fome:

170g de aletria
1 colher de sopa de óleo de girassol (usei óleo de soja)
2 talos de erva príncipe, picados e sem as folhas de fora (infelizmente nunca vi disso à venda por cá, não usei)
1 raíz de gengibre, com cerca de 2,5cm, descascada e moída
1 cebola encarnada, cortada em rodelas finas (usei das normais)
2 dentes de alho esmagados
4 malaguetas encarnadas thai, sem sementes e às rodelas (usei uma malagueta pequenina seca e ficou demasiado picante para nós, ajustem aos vossos gostos)
1 pimento encarnado, sem sementes e cortado em pauzinhos
110g de cenouras, cortadas em rodelas muito finas (substituí por tofu em cubos - ver preparação abaixo)
110g de courgettes, bem lavadas e cortadas em rodelas finas
90g de ervilhas tortas, lavadas e cortadas na diagonal (não usei)
6 chalotas, lavadas e cortadas na diagonal (não usei)
60g de cajus (não usei)
2 colheres de sopa de molho de soja
sumo de 1 laranja
1 colher de chá de mel claro
1 colher de sopa de óleo de sésamo (não usei)

Para o tofu:
125gr de tofu simples
1 colher de sopa de sumo de laranja
1 colher de sopa de açúcar
1 colher de sopa de molho de soja
1/4 colher de sopa de ervas (usei oregãos e tomilho secos)
1 dente de alho picadinho

Preparação:

1. Comece por fazer a marinada do tofu. Pressione o tofu para tirar a água com papel de cozinha para absorver melhor o líquido. Depois parta em quadradinhos pequenos. Misture com os ingredientes indicados e deixe a marinar por cerca de meia hora.
2. Passado esse tempo, aqueça um pouco de óleo ou azeite no wok e deite o tofu sem a marinada. Deixe por alguns minutos, retire e reserve.
3. Coza a aletria em água a ferver com pouco sal durante 3 minutos. Escorra, mergulhe em água fria, escorra novamente e reserve.
4. Aqueça o óleo num wok ou frigideira grande e frite a erva príncipe e o gengibre durante 2 minutos. Deite fora a erva príncipe e o gengibre, mantendo o óleo na frigideira.
5. Junte a cebola, o alho, as malaguetas e cozinhe durante mais 2 minutos. Adicione os legumes restante e frite mais 2 minutos. Em seguida, junte a aletria, o tofu e os cajus com o molho de soja, o sumo de laranja e o mel. Frite mais um minuto. Junte o óleo se sésamo e frite durante 30 segundos.
Sirva de imediato.


Informação nutricional por porção: Calorias - 342; Calorias de gordura - 135; Colesterol - 0%
publicado por Ameixinha às 20:30 | link do post | comentar | ver comentários (55) | partilhar
Domingo, 25.01.09

Camembert gratinado



Mais uma entrada que eu fiz e que adorei. Sou uma autêntica fã de queijos, desde os muito mal cheirosos até aos que nem cheiro têm.
A semana passada deram-me um queijo vindo de França, que parecia que tinha um defunto dentro do frigorífico quando o abria, mas era delicioso!!!

Para o camembert, tirei a ideia do blog La Casita Verde. Uma entrada excelente e super saborosa.

1 queijo camembert

2 dentes de alho

1 ramo de salsa

2 colheres de azeite

1 pouco de tomilho (usei seco)

É só pegar no queijo, tirar-lhe a película de plástico e deixar a de papel. Voltar a meter no suporte de madeira em que vem e picar a superfície com um garfo.
Entretanto, piquem dois dentes de alho e a salsa. Misturem numa taça com as duas colheres de sopa de azeite e o tomilho. Misturar bem e deitar sobre o queijo, deixando entranhar por alguns minutos. Levar ao forno durante 5-10 minutos (o meu demorou mais) até estar derretido no meio e douradinho.
Colocar à disposição tostas ou fatias de pão.
Bom Domingo a todos ;)
publicado por Ameixinha às 00:30 | link do post | comentar | ver comentários (73) | partilhar
Quinta-feira, 22.01.09

Bolo de Cenoura e Laranja


Só vou dizer uma coisinha muito simples e clara: um dos melhores bolos que já fiz até hoje e tem a particularidade da receita estar no livro "cozinha vegetariana saudável" da Janet Swarbrick. Portanto, não venham outra vez com a mania da dieta porque este não representa grande perigo e é melhor do que aqueles que levam carradas de açúcar!
Outra coisinha: o meu bolo ficou mais bonito do que o da foto do livro mas, como eu não julgo nada pelo aspecto, tratei de o fazer e o resultado foi simplesmente saboroso. Atrevam-se!

Ingredientes para 10-12 fatias

2 colheres de sopa de óleo
2 colheres de sopa de mel
2 colheres de sopa de melaço (cá não encontro disso então aumentei a quantidade do mel)
2 ovos
2-2 1/2 chávenas de cenouras, descascadas e raladas
raspas da casca de uma laranja
1 colher sopa de sumo de laranja (usei mais- se virem que a massa está muito compacta, juntem mais sumo de laranja)
2 1/4 chávenas de farinha de trigo integral
4 colheres de sopa de gérmen de trigo
1 colher de chá de canela
1 pitada de sal
2 colheres de chá de fermento em pó
1 colher de bicarbonato de sódio

Preparação:
Ligue o forno nos 190ºC.
Bata o óleo, o mel, o melaço e os ovos. Junte a cenoura, as raspas da casca de laranja e o sumo.
Misture os ingredientes secos e junte a mistura de cenoura. Misture bem. Deite para uma forma untada e enfarinhada com cerca de 22 cm.
Leve ao forno durante cerca de 30 minutos ou até estar pronto. Deixe arrefecer durante 10 minutos na forma, depois retire da forma e deixe arrefecer completamente numa grelha.
Polvilhei com açúcar em pó mas na receita não diz.

Quantidade de calorias por porção: 114; calorias de gordura: 36




Diz que Natal é quando nos apetece e eu continuo a receber presentes, fabulásticos por sinal. A minha cozinha está ainda mais impregnada do aroma a Canela :)

Ora vejam este embrulho que me chegou às mãos.



Dá para adivinhar quem foi que enviou, certo? Partilhamos blogs com canela e eu já lhe tinha dito que, quando crescer, quero ser como ela :) Verdade, verdadinha!
Obrigada por tudo, é tão precioso para mim que estou a pensar bem como vou utilizar estas coisas fantásticas! Confesso que a minha mãe já usou um bocado de fio para pendurar um quadro do meu irmão que se estatelou no chão. Agora o fio faz parte de uma obra de arte he he
Abraços!
tags:
publicado por Ameixinha às 22:00 | link do post | comentar | ver comentários (95) | partilhar
Terça-feira, 20.01.09

Chuchus gratinados



Deram-me três grandes chuchus porque já não sabiam o que fazer com tanto chuchu em casa. Aceitei e pus-me à procura de receitas para que os chuchus não fossem todos parar à sopa. Salvei dois enormes para fazer no forno, como muito queijinho à mistura e gostei do resultado. A minha mãe comeu mas não ficou deslumbrada, de resto ninguém se atreveu a experimentar.

Encontrei algumas receitas de chuchu gratinado no forno, inclusivé no Livro do Pantagruel mas encontrei esta receita e achei que era mais rica e decidi experimentar.

Os meus chuchus eram aqueles cheios de picos que ninguém pode tocar. Trabalho acrescido para mim, estão a imaginar-me de luvas de jardinagem (isto porque não tinha umas luvas de futebolista à mão) a descascar os chuchus? Muito divertido he he


Ingredientes:

3 chuchus cozidos (usei dois mas muito grandes)

1/2 copo de requeijão light ou 2dl de natas (usei natas light)

2 xícaras (chá) de leite desnatado

2 ovos

200g de presunto light (usei 10 fatias de fiambre)

300g de mussarela ralada

50g de queijo ralado

1 colher de sobremesa de amido de milho

sal a gosto

2 colheres de sopa de azeite

pitada de noz moscada

manteiga ou margarina para untar

queijo ralado para polvilhar


Preparação:
Corte os chuchus em tiras e cozinhe-os em água a ferver e sal, deixe al dente.

No copo do liquidificador ou noutro recipiente coloque o leite, o requeijão (ou natas), ovos, sal, pimenta (opcional), noz moscada, amido de milho e queijo ralado e reserve.

Num refractário untado com manteiga intercale em camadas de chuchu, fatias de fiambre e a mussarela ralada.

Por cima despeje o creme reservado, polvilhe com queijo ralado e leve ao forno pré-aquecido 180ºC por 20 minutos.

O creme pode ser substituído por molho béchamel light e o fiambre pode ser omitido.

A Mary avisou-me que tinha um prémio para mim no blogue dela. Eu passei e trouxe-o para cá. Não sei se este é um blog Amazing (que isto não é para deixar ninguém deslumbrado) mas vou tentar mantê-lo do jeito que está :)



A Dama do Lago também me ofereceu este selo que eu aceitei de bom grado. Até senti este blog mais monárquico :)
O meu blog é "dórado", tão lindoooo! Mas nem tudo que reluz é oiro, "portantos" cuidadinho para não se ofuscarem com as lights :) Diz que de Espanha nem bom vento nem bom casamento, mas os prémios são bem vindos, ok? he he


Não há duas sem três, aqui vai mais um :)
A Borboleta Africana ofereceu-me este selinho, símbolo do grande companheirismo que se vive entre blogueiros. Não é mentira nenhuma que se criam grandes laços de amizade, porque eu sinto-os e, pelos vistos, alguém sente o mesmo por mim e pelo meu blog. Então resta-me agradecer à Borboleta as lindas palavras que me dirigiu. O mundo é pequenino e Portugal ainda é mais, um dia levamos as ecobags a passear ;)


É sempre complicado para mim escolher a quem passar, porque visito todos os que estão na minha lista (e já são muitos) e todos eles, de uma ou outra forma, são-me significativos.

Vou passar os três selos a 15 blogs, só porque hoje me apetece e nem é meu costume fazê-lo, mas eu já sei que estes selos vão acabar por ir parar a blogs que eu adoro, como acontece com os outros selos :) Se já tiverem os selos, o post termina aqui, se não passe para o parágrafo seguinte (tenho saudades dos testes psicológicos que passei e lembrei-me agora disto he he)

E os nomeados são (ao estilo do rufar da bateria nos Óscares):

A arte dos trapinhos

A Tasca da Cenourita

Digo eu com os nervos

Eu crio a minha vida

Delícias & Companhia

Iguarias de Açúcar e Sal

Freak Veggie

Cozinhar com os Anjos

Magic Flavours

Sabores de Canela

Manjar de ideias doces... e não só

Experiências na Cozinha

Ponto de Pérola

Menos Calorias Mais vida

O Prazer dos Sabores

Podem passar a quem quiserem ou não passar, eu escolhi 15 blogs mas podem ser menos ou mais, acho eu.
E a minha escolha foi toda muito portuguesinha he he Heróis do mar, Nobre povo Nação valente... não fosse o Socras e os lambe botas andarem a destoar aqui no meio :)

Podemos dar a volta por cima deste descalabro? YES WE CAN!!! Força nisso ;)

publicado por Ameixinha às 17:45 | link do post | comentar | ver comentários (61) | partilhar
Domingo, 18.01.09

Requeijão gratinado com frutos secos


Uma entrada muito simples e saborosa que fiz no Natal. Para aconchegar o estômago enquanto esperavamos pelo bacalhau :)
Retirei do fórum Petiscos.
Faz-se da seguinte maneira:

Coloca-se um requeijão escorrido dentro de um recipiente que vá ao forno. Por cima polvilha-se com um bocadinho e açúcar e canela (pouco). Leva-se ao forno a gratinar até dourar.
Depois aquece-se uma ou duas colheres de sobremesa de mel no microondas e junta-se frutos secos a gosto (usei pinhões e nozes).
Com uma colher espalha-se esta mistura por cima do requeijão e leva-se de novo ao forno por mais alguns minutos.

Fica uma entrada deliciosa e muito bonita. Serve-se com pão ou tostas.
Gostei dele quente mas adorei comer no dia seguinte já frio.


A SusanaG do blog Paladares aos Molhos, a Zé do blog Raspas de Laranja e a Pepermint, passaram-me este miminho que eu aceitei de bom grado. É suposto passar a mais alguns blogs mas a cada dia que passa, torna-se complicado passar a alguém. Então, este eu vou deixar para todos os blogs que eu visito (e são muitos) e nos quais comento :)

A Dona do Mundo desafiou-me a falar um bocadinho mais de mim e eu aceitei :)

As regras são:

1. Linkar a pessoa que te indicou;

2. Escrever as regras do meme em seu blog;

3. Contar 6 coisas aleatórias sobre você;

4. Indique mais 6 pessoas e coloque os links no final do post;

5. Deixe a pessoa saber que você o indicou, deixando um comentário para ela;


Ora bem... aleatóriamente à medida que me fui lembrando:


1- Tenho seis furos nas orelhas mas nenhum piercing nem tatuagem. Já me bastam os sinais no corpo e como costumam dizer: "Se Deus te marcou, algum defeito encontrou", ou seja, não sou boa peça he he

2- Faço duas covinhas no rosto (uma de cada lado, óbvio!) quando sorrio :)

3- Já fui acusada de ser anoréctica e lésbica. Ainda bem que foi em alturas diferentes, não sei se aguentava tanta emoção junta he he A primeira porque já fui ainda mais magra do que o que sou e a segunda por ter rapado o cabelo. Ahhh e já fui expulsa do átrio da igreja pelo padre porque estava a passar com o meu namorado da altura e eu tinha o cabelo rapado e ele os cabelos muito compridos. Tive uma adolescência fantástica he he

4- Eu já saí a meio de um casamento para ir comprar um casaco novo, porque acharam que eu era uma menina bonita e merecia algo melhor. Passo a explicar: não compro roupa nova para estas ocasiões. Quando dizem que querem a nossa presença, ninguém diz que temos que comprar roupa nova. Eu faço questão de estar presente e é isso que conta, o meu casaco tinha uma "pikena" queimadura na manga (daquelas que se fazem junto ao fogão) e houve quem não tivesse achado muita graça he he

5- Sou incapaz de dormir com as orelhas destapadas, seja Inverno ou Verão, há-de sempre existir um lençol para me cobrir :)

6- Dou-me melhor com idosos do que com jovens e adorava trabalhar num lar. Tenho um carinho especial pelas pessoas mais velhas que eu ;)

E agora gostava de saber um bocadinho mais das seguintes blogueiras:

Noémia

Abóbora Amarelinha

Margarida



A Neyma passou-me o seguinte desafio:


1- Agarrar o livro mais próximo

2- Abrir na página 161

3- Procurar a quinta frase completa

4- Colocar a frase no blog

5- Não escolher a melhor frase, nem o melhor livro! Utilizar mesmo o livro que estiver mais próximo

6- Passar para 5 cinco pessoas

Ora o livro chama-se "Caracteres" e na página 161, 5ª frase completa diz assim:
«Nunca se vive o bastante para lucrar com os próprios erros e faltas.»


Tomemos isto como um ensinamento :)


Agora as cinco pessoas que eu gostava de passar são:

Isabel
Cláudia M.
2dmim
Cor de Chá
Moonlight

Se já responderam a este desafio, podem responder outra vez porque o livro não deve ser o mesmo né? :)

Tenham um bom Domingo, de preferencia sem erros e que não vos falte nada he he Em época de crise é o que temos que pedir!

publicado por Ameixinha às 00:10 | link do post | comentar | ver comentários (64) | partilhar
Sexta-feira, 16.01.09

Quadrados de chocolate



Este foi o bolo que fiz para o aniversário do meu irmão, ainda em 2008. Jantou fora com os amigos e vieram a casa comer o bolo :)
Só posso dizer que é um dos melhores bolos de chocolate que já comi, porque fica super húmido devido à calda e é super simples de fazer! Retirei a receita no blog 100% açúcar.


Ingredientes:

4 ovos
1 chávena de óleo
1 chávena de açúcar
1 chávena de chocolate em pó
2 chávenas de farinha
1 colher de sopa de fermento
1 chávena de água a ferver


Preparação:

Misture tudo muito bem. Junta-se a chávena de água a ferver e mexa bem.
Unte um tabuleiro, polvilhe com farinha e leve ao forno moderado.

Calda:

7 colheres de sopa de leite
7 colheres de sopa de açúcar
5 colheres de sopa de chocolate em pó
1 colher de sopa de manteiga

Vai tudo ao lume até ligar bem.

Quando o bolo estiver cozido, retire do forno, deixe arrefecer ligeiramente, pique o bolo com um palito e vá deitando a calda até ensopar.
Deixe arrefecer bem e corte depois aos quadrados.

Querem mais simples e melhor? Não creio que seja possível!
E não se venham queixar da dieta depois do Natal, dos abusos e tal... blá, blá, blá!
Vem aí o fim de semana, enlouqueçam he he Não é uma fatia de bolo que vos vai fazer inchar mais :)
Espalhem o aroma do chocolate e sejam felizes!!!
Bom fim de semana ;)
publicado por Ameixinha às 00:01 | link do post | comentar | ver comentários (76) | partilhar
Quarta-feira, 14.01.09

Cannelonni com legumes e bang bang



Esta massa já foi feita em 2008 e os dias ainda eram longos porque a foto não tem edição de imagem. Estava um dia solarengo e eu de volta dos tachos. Daí a minha palidez habitual :) Não é doença, ok? Não me dou bem com o sol nem com a praia, que eu cá não gosto nada de estar feito lagarto a apanhar banhos de sol e com a areia enfiada em sítios um bocadito desconfortáveis he he
Adiante que eu quando começo a escrever divago um bocadito.

Ora... esta massa é muito simples de fazer. Desta vez não me esqueci de enfiar as placas de lasanha em água fria depois de as cozer por alguns minutos :)
Podem usar cannelonnis já prontos de compra. Eu tinha as placas e cozi-as para as conseguir enrolar.


Ingredientes do recheio:
1 cebola
2 dentes de alho
Bacon q.b.
1 lata de cogumelos (ou cogumelos frescos laminados)
Polpa de tomate q.b.
Tomate q.b (em lata ou fresco maduro)
1 pimento
1 beringela
azeite q.b.
queijo q.b.
oregãos para polvilhar

Deita-se um pouco de azeite numa frigideira ou wok e leva-se a estalar a cebola e os dentes de alho, tudo picado. Depois junta-se o bacon partido em quadrados e os cogumelos. Deixa-se fritar em lume brando por 5 minutos.
Deita-se a beringela, o pimento e a polpa de tomate e deixa-se refogar 10-15 minutos. Tempera-se de sal e pimenta.
Entretanto coloca-se no fundo de um pirex o tomate de lata partido aos pedacinhos e espalhado.
Quando o refogado estiver pronto, recheam-se as placas, enrolam-se e dispõem-se no fundo do pirex umas ao lado das outras. Coloca-se mais tomate partido por cima e depois as fatias de queijo ou queijo ralado a gosto. Polvilha-se com oregãos e vai ao forno para gratinar.

Podem usar os legumes que tiverem à disposição que fica muito bom. Sem molho béchamel, sem natas, sem nada que possa contribuir para o entupimento de veias e canais, a não ser o bacon que pode ser substituído por outro legume, por soja granulada ou por tofu :)

Agora aqui está a foto do dispára biscoitos. Já entenderam o bang-bang? :)
Um objecto bastante útil. Prepara-se a massa de biscoitos, escolhe-se a forma que se quer obter, enfia-se o disco na base do dispára biscoitos e com um click o biscoito sai perfeitinho. Depois é só ir ao forno. Quando voltar a fazer biscoitos vou tentar tirar fotos de todo o processo!

publicado por Ameixinha às 01:25 | link do post | comentar | ver comentários (71) | partilhar
Sábado, 10.01.09

Roupa Velha


Ora cá está a roupa-velha cá de casa.

Ele faz-se com as sobras da ceia do dia anterior. Dia 24 e 31 comemos o fiel bacalhau cozido que é servido com batatas e couves cozidas. Há quem enriqueça com cenoura e ovo.

Para regar o bacalhau fazemos um molho cozido que é o que eu mais gosto e, por incrível que pareça, foi a única foto que me esqueci de tirar. Mas podem usar o azeite simples para fazer a roupa-velha.

Isto começa assim:
As sobras do bacalhau, batatas e couves são cortadas em pedaços pequenos (há variações conforme o gosto das pessoas: há quem faça a roupa velha completamente mastigada tipo puré, há quem a faça aos pedaços grandes, nós gostamos dela no meio-termo) e, cá em casa, partimos já para dentro de um tacho. Picamos alguns dentes de alho (é a gosto) e juntamos azeite necessário para levar ao lume. Como já está tudo cozido, só vai ao lume para aquecer. Costumamos juntar também uma pitada de cominhos que lhe dá um sabor fantástico. Aconselho toda a gente a colocar cominhos na roupa-velha. É uma delícia, apesar do aspecto não ser dos melhores :)
Confiem em mim, o aspecto não é tudo e, neste caso, não quer dizer mesmo nada!
publicado por Ameixinha às 12:23 | link do post | comentar | ver comentários (46) | partilhar
Sexta-feira, 09.01.09

Hoje acordei e...






Bate leve, levemente
Como quem chama por mim
Será chuva, será gente?
Gente não é certamente
É a NEVE QUE BATE ASSIM HE HE


Está a nevar lá fora e é um dos amanheceres mais lindos da minha vida :)
Eu que fui sempre à Serra para ver neve e nunca vi!
E lá fora está tão branquinho, tão fantástico, que parece que ainda não acordei.
As fotos que tirei mostram como começou, de mansinho e passado cerca de uma hora já estava tudo da cor das penas do Luísinho. E ele todo contente nem quer ir para a casotinha. Os meus animaizinhos olham curiosos para os flocos de neve, tal como eu!
O que eu mais gostei foi de ver as patitas do Luísinho na neve. Não está lindo?
Agora já começou a abrandar mas os telhados e o chão continuam branquinhos :)
Rezem para o tecto da minha casa não nos cair em cima. Não estamos minimamente preparados para isto! Mas que é fabuloso... ai isso é :)
tags:
publicado por Ameixinha às 10:36 | link do post | comentar | ver comentários (64) | partilhar

mais sobre mim

a possuída moída

Sobrevivo numa selva de hipocrisia, burocracia e cegueira de quem não quer ver. Prefiro não me lembrar da crise de valores que vivemos, mesmo sendo quase impossível esquecer-me disso. Cozinho e como com prazer, mesmo que alguma culpa surja depois. Gosto de andar a pé sozinha, viajar de comboio com um livro na carteira, dizer "Bom dia" com convicção e a sorrir. Ajudar quem precisa é o que me permito fazer sem pensar duas vezes, embora haja muita gente mal-agradecida. Sou adepta da boa disposição, da humanidade e respeito nos serviços de saúde e educação, acredito na capacidade de generosidade e bondade das pessoas que me rodeiam. Entristece-me que, nem sempre, essas capacidades sejam canalizadas quando deveriam. Não gosto das vizinhas coscuvilheiras e de pessoas mal educadas, prepotentes e ocas. Os meus olhos transmitem tudo o resto de mim e são cor da canela. Amo a Fauna e a Flora. Adoro o Outono e as folhas que caem. Não vejo qualquer utilidade em peluches. E a única coisa que é afrodisíaca é o amor.

pesquisar neste blog

 

posts recentes

Posts mais comentados

aqui acontece

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

arquivos

tags

links

subscrever feeds

quantos por cá passaram...