Terça-feira, 29.04.08

Ora aí está ele

Digam lá se o meu pato não é o máximo?




publicado por Ameixinha às 14:18 | link do post | comentar | ver comentários (18) | partilhar
Domingo, 27.04.08

Tarte de queijo americana


Mais uma vez cozinhei a altas horas da noite. Esta tarte ficou pronta à uma e meia da madrugada. Até para cozinhar preciso de estar sozinha e em sossego :-) Ao folhear o livro de bolos que comprei, a minha mãe pediu para fazer a tarte de queijo americana porque adora queijo. Decidi experimentar mas tive que fazer algumas alterações. Esta receita pede uma forma de tarte de 26 cm diametro mas a minha encheu e sobrou massa (a minha tem 3,5 cm de altura). Como eu cortei na quantidade de queijo fresco (usei requeijão), se levasse mais ainda sobrava mais massa. Se for uma forma altinha já deve dar para a massa toda. Como não leva farinha não cresce muito. Ficou boa, mas neste tempo quente acho que fica melhor depois de ir um pouco ao frigorífico.


Ingredientes:

10 tostas (100g) ou bolachas maria com o mesmo peso

2 colheres de sopa de açúcar

40 g de manteiga


600 g de queijo fresco (usei 400 g de requeijão porque não havia queijo fresco)

2 dl de natas azedas ou iogurte natural (usei iogurte natural mas acho que se calhar ficava melhor com as natas azedas)

5 ovos

175 g de açúcar

raspa de meio limão

2 colheres de sopa de sumo de limão

50 g de maisena

1 colher de chá de fermento em pó


Preparação:

Meter as tostas ou a bolacha maria num saco ou embrulhar em papel de alumínio e desfazer com o rolo. Amassar com a manteiga e o açúcar, até obter uma massa ligada. Forrar com ela a forma untada com manteiga, alisando.

Misturar o queijo com as natas azedas ou o iogurte. Separar as gemas das claras. Bater as gemas com o queijo, o açúcar, o sumo e a raspa de limão. Bater as claras em castelo. Misturar a farinha com o fermento e peneirar sobre o creme de queijo, juntando depois as claras batidas em castelo.

Deitar na forma, alisar e meter a tarte no nível inferior do forno durante uma hora e meia (só pus uma hora). Soltar logo as bordas da tarte da forma com uma faca e desenformar. Servir depois de fria.

Numa forma maior em altura fica com um aspecto mais bonito porque a massa é muita e nas quantidades originais ainda fica maior :-)
tags:
publicado por Ameixinha às 15:06 | link do post | comentar | ver comentários (9) | partilhar
Quinta-feira, 24.04.08

Compras




De 21 a 26 de Abril realiza-se a feira do livro de fim de edição/saldo na Antiga Casa Malheiros em Vila Nova de Famalicão. Já andava para lá ir desde o primeiro dia de abertura mas o tempo não ajudava. Finalmente ontem lá fui eu com alguns trocos na carteira para ver se trazia alguma coisa para casa. É um sítio pequeno, com seis bancas a representar as editoras. Mas vale a pena porque os preços são muito convidativos. É certo que a maioria dos livros já têm uns anos valentes em cima (os mais recentes ainda são caros) mas consegui trazer e ver algumas coisas interessantes. Como ia com vontade de comprar alguns livros de culinária trouxe os que estão nas fotos. O primeiro é de 1990 e custou 7€ (135 páginas) e tem muitas dicas e imensas receitas de bolos. Na segunda foto são alguns livros de bolso (oito livros de capa dura) da colecção biblioteca activa e que custaram todos 7.50€. Ainda não tive tempo de ler grande coisa mas tem receitas fabulosas e apetecíveis.


No fim de semana volto lá. O que eu queria do Jamie Oliver ainda estava a 20€ e os meus trocos não me chegam para tudo :-)




tags:
publicado por Ameixinha às 12:35 | link do post | comentar | ver comentários (11) | partilhar
Terça-feira, 22.04.08

Poema à Terra

Porque hoje é Dia da Terra e eu sou uma acérrima defensora do ambiente e do meio que nos envolve - acho que agora somos nós que envolvemos o meio - não poderia deixar esta data esquecida. A todos quantos amam a Terra como planeta e pela fauna e flora que a caracteriza, obrigada pela luta e preservação de todos os dias.

Um poema singelo ao som da chuva:



Pedaços de um mundo
Que se fundiu,
De azul e verde profundo
Que o tempo destruiu.
Pela àgua se desenvolveu
Em fases, ciclos e etapas,
Cresceu e adormeceu
No sonho de diplomatas.
Assinar mil petições
E dizer que se é contra
As rebeldes instituições
Que a ela fazem afronta.
De pouco adianta, porém,
Munidos de palavras
É possível ir além
E soltar as amarras.
Dar vida e calar a dor,
Defender com amável fervor
As várias faces da Terra
Para calar esta fera
Que é cancro e desbasta
O habitat que nos alcança.
É tempo de dizer basta!
É hora de ter esperança
Que também é verde e purifica!
tags:
publicado por Ameixinha às 18:06 | link do post | comentar | ver comentários (11) | partilhar

Lombo de porco e arroz de 3




O que fazer a um lombo de porco assado que sobrou do almoço e que estava seco?
Não sei se vocês gostam mas eu não gosto de comida seca. Então para almoço do dia seguinte pegou-se nos restos do lombo e fez-se um estufado. É sempre uma óptima solução. Também poderia ter picado a carne e fazer empadão, massa à bolonhesa ou qualquer outra coisa. Mas para ser muito simples foi mesmo um estufado que não tem nada que saber.
É só picar alho e cebola e fazer uma "cama" no fundo do tacho (eu usei uma frigideira anti-aderente), deitar um fio de azeite e deixar refogar um bocadinho. Depois coloca-se tomate pelado de lata ou fresco (neste caso usei polpa de tomate mesmo), um copinho de vinho branco, oregãos secos (podem ser colocados só no fim) e deixa-se cozinhar em lume brando. Rectifica-se o sal e já está. A peça de porco que fiz é a parte do porco que chamem de "coelho" e que eu desconhecia o nome.

Foi acompanhado de arroz que chamei de 3 porque foi feito com ervilhas, pedacinhos de bacon e cenoura. Na minha opinião, não se deve colocar o bacon no arroz porque já tinhamos a carne do lombo. Mas ficou delicioso e até acabou por ficar insosso. Creio que o arroz não preciso de dizer como se faz... Também aconcheguei o prato com batatas fritas (Há quem não como batatas quando há arroz e vice-versa. Nesta casa marcha tudo porque o problema é emagrecer e não engordar e quantos mais hidratos mais energia ;-)

A alface não pode faltar nunca. A frisada (que eu gosto muito) acabou e teve mesmo que ser da normal.

No prato não se vê bem como era o arroz e parece arroz branco. Fica a foto do tacho :-)
tags:
publicado por Ameixinha às 17:02 | link do post | comentar | ver comentários (5) | partilhar
Segunda-feira, 21.04.08

Mocaccino

Para quem não sabe ou não "está a ver" o que é um mocaccino é exactamente o que mostra a imagem. É uma bebida de origem italiana (óbvio) composta por café, chocolate quente, leite e chantilly.
Nunca experimentei fazer em casa mas Sábado compramos uma máquina expresso nova e talvez experimente um dia destes. O que eu tomei no café tinha estes ingredientes todos e mais um que era um sabor: laranja, avelã e outros que não me lembro. Não me perguntem como eles fazem isso, deve ser alguma essência que juntam. Eu escolhi avelã e sabia mesmo a avelã.

O mocaccino é servido numa chávena pouco maior que a do café e a base é o chocolate quente(cerca de 1/3) depois o café (1/3) e por cima há quem faça espuma do leite (na máquina expresso como se faz com o capuccino) ou então o chantilly.

É uma delicia :-)
Um dia destes vou testar a minha máquina nova...
publicado por Ameixinha às 16:29 | link do post | comentar | ver comentários (10) | partilhar
Domingo, 20.04.08

Mimos a distribuir

Recebi um mimo do JMRM do blog http://eueasplantas.blogspot.com/ e fui "intimada" a passá-lo a mais seis blogs. Sendo assim aqui vai:

http://fielaotacho.blogspot.com/

http://boneco-amorinha.blogspot.com/

http://elvirabistrot.blogspot.com/

http://bolbos-em-flor.blogspot.com/

http://www.crassulando.blogspot.com/

http://gulodiceseoutros.blogspot.com/



As regras:

Dizer 6 coisas que não se importem de fazer ou de ter.

Colocar o link da pessoa que o "mimou".

Colocar as regras no blog.

Mimar 6 pessoas para fazerem o mesmo.

Avisar as pessoas, deixando um comentário nos seus blogs.



As 6 coisas que nao me importo de fazer ou ter:



1- Andar a pé muitos km só para não utilizar o carro;

2- Sujar as mãos, magoar-me, partir as unhas, etc. quando estou a tratar das minhas plantas;

3- Ter muitos cabelos brancos ;

4- Ajudar os miúdos da aldeia com os trabalhos da escola;

5- Ter um pato cá em casa :-)

6- Fazer a separação do lixo e ir ao ecoponto

Já está. Agora passem o desafio a 6 pessoas que sejam capazes de manter o passatempo. Não me deixem ficar mal :-p

tags:
publicado por Ameixinha às 19:27 | link do post | comentar | ver comentários (8) | partilhar

Bolo de maçã





Ontem à noite saí para tomar um café (mais precisamente um mokaccino) e quando cheguei a casa já era hoje. Mas mesmo assim, tinha que fazer alguma coisa para o pequeno almoço de Domingo. E tinha uma receita para experimentar já há algum tempo. Foi retirada de um livro da edição especial "Boa mesa" da Caras. E o resultado é o que se vê. Muito bom, óptimo até para um dia encoberto. E não podia deixar de ter canela moída :-) Pode ser servido quente.



Ingredientes:

125 g de manteiga amolecida (usei óleo de soja)
1 chávena de açúcar
2 ovos
1 colher de chá de essência de baunilha (não encontrei no supermercado, não usei)
1/2 chávena de leite
1 1/4 chávenas de farinha (usei metade da quantidade de farinha normal e metade integral)
1 colher de chá de fermento em pó
2 a 3 maçãs (usei apenas uma mas devia ter colocado mais)

Cobertura:
1/4 chávena de açucar mascavado
1 colher de chá de canela em pó
açúcar em pó para polvilhar


Preparação:



Coloque a manteiga, o açúcar, os ovos, a essência de baunilha, o leite, a farinha e o fermento numa taça e bata a baixa velocidade para ligar os ingredientes.Aumente para a velocidade máxima por mais 3 minutos. Deite a massa num tabuleiro de 20 x 30 cm, untado. Corte as maças ao meio, tire o centro e corte cada metade em fatias finas. Ponha as fatias sobre a massa, calcando-as. Polvilhe com a cobertura (misture o açúcar mascavado com a canela) e leve ao forno a 180ºC até o bolo estar cozido. Deixe arrefecer na forma e depois corte em fatias. Eu retirei da forma para uma travessa e não cortei às fatias. Está excelente.
tags:
publicado por Ameixinha às 15:14 | link do post | comentar | ver comentários (10) | partilhar
Sexta-feira, 18.04.08

Patinho


Não... não foi o meu almoço.

Mas há gente a torcer para que um dia venha a ser um arroz de pato...

Este amiguinho apareceu-me cá em casa hoje de manhã, e acho que veio com a àgua. Não há outra explicação. Os vizinhos dizem que não é deles e agora estou a braços com um patinho pequenino que ninguém quer tomar conta.

Já tem um cantinho da cozinha para ele, com àgua, comida e dormida. O problema vai ser quando crescer... Mais um trabalho ter que arranjar sítio para o bichinho ficar.

Está completamente assustado e bufa-nos, como as cobras, quando nos chegamos a ele.

Mas enquanto o dilúvio não passar, estou a ver que o patinho achou que a minha casa era a Arca de Noé perfeita, espero que mais nenhum me apareça.
tags:
publicado por Ameixinha às 17:14 | link do post | comentar | ver comentários (14) | partilhar
Quinta-feira, 17.04.08

Ovos mexidos a la desenrasque


O dia está deveras cinzento, frio, chuvoso.

O vento abalroa os cabelos e seca a pele.

Nada melhor que uma sopa quente para contrastar com a luz fria do dia.

O conteúdo do frigirífico não deixa muito espaço de manobra. Só existem ovos em fartura, porque afinal ser paga em géneros desenrasca quando não há mais nada para comer.

Ou era omolete ou ovos mexidos. Omolete não aprecio muito e optei pelos ovos mexidos. O problema é que tinha os ovos e não tinha mais nada de muito especial para acompanhá-los. Queria cogumelos e não havia, pimento e bacon também não. Não me apetecia ir ao mini-mercado e não fui. Casa sem uma lata de atum não é casa :-)

De modo que foi ovos mexidos com o que havia em casa e a sopa de repolho a acompanhar. No final, um descafeinado que compro na feira municipal e que faz a diferença tanto no atendimento amistoso como no preço e no sabor.

Fica apenas a receita dos ovos mexidos que fiz e que estavam desenrascadamente bons.


Ingredientes:

2 ovos

qb cebola picada

qb alho picado

qb de sal

qb de pimenta

1 fio de azeite

1 lata de atum

qb de salsa picada

qb de fiambre

2 fatias de queijo (eu usei limiano)

2 fatias de pão de forma (eu usei integral)


Preparação:


Picar um pouco de alho e cebola com um fio de azeite para uma frigideira anti aderente e deixar alourar. Entretanto partir o atum escorrido em pedacinhos e o fiambre. Bater os ovos com um pouco de sal e pimenta. Colocar as fatias de pão na torradeira com as fatias de queijo por cima de cada uma para derreter.

Quando o "refogado" estiver pronto juntar o atum e o fiambre e envolver com a cebola e o alho. Depois juntar os ovos e mexer sempre. No final, eu juntei a salsa picada congelada ao preparado porque não tinha salsa fresca (mas se tiverem aconselho a juntar só no fim).

Tirar as fatias de pão da torradeira e colocar num prato com os ovos mexidos por cima.

O meu almoço ficou assim e, apesar de não me ser esteticamente muito agradável, estava bom.



tags:
publicado por Ameixinha às 13:48 | link do post | comentar | ver comentários (6) | partilhar

mais sobre mim

a possuída moída

Sobrevivo numa selva de hipocrisia, burocracia e cegueira de quem não quer ver. Prefiro não me lembrar da crise de valores que vivemos, mesmo sendo quase impossível esquecer-me disso. Cozinho e como com prazer, mesmo que alguma culpa surja depois. Gosto de andar a pé sozinha, viajar de comboio com um livro na carteira, dizer "Bom dia" com convicção e a sorrir. Ajudar quem precisa é o que me permito fazer sem pensar duas vezes, embora haja muita gente mal-agradecida. Sou adepta da boa disposição, da humanidade e respeito nos serviços de saúde e educação, acredito na capacidade de generosidade e bondade das pessoas que me rodeiam. Entristece-me que, nem sempre, essas capacidades sejam canalizadas quando deveriam. Não gosto das vizinhas coscuvilheiras e de pessoas mal educadas, prepotentes e ocas. Os meus olhos transmitem tudo o resto de mim e são cor da canela. Amo a Fauna e a Flora. Adoro o Outono e as folhas que caem. Não vejo qualquer utilidade em peluches. E a única coisa que é afrodisíaca é o amor.

pesquisar neste blog

 

posts recentes

Posts mais comentados

aqui acontece

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

arquivos

tags

links

subscrever feeds

quantos por cá passaram...