10 comentários:

sao33 a 18 de Agosto de 2013 às 21:14
Adoro as batatas assim,costumo fazer quando me sobram batatas cozidas.
Ficaram uma delicia
bj
Ondina Maria a 18 de Agosto de 2013 às 23:08
Ai a Tessa... suspiro...
Ai as receitas da Tessa... suspiro...

Por acaso só uso açúcar RAR, mas também nunca faço caramelo! :p
alcina a 18 de Agosto de 2013 às 23:21
Pois as batatinhas parecem-me muito bem, gosto muito de batatas assim aquecidas em azeite e alho.
Quanto á saga do açúcar estava quase tentada a ir para a cozinha agora mesmo para confirmar tal feito, porque eu compro açúcar do que me vem á mão e provavelmente já comprei continente e nunca me sucedeu nada parecido :-) bem não posso experimentar.... porque o que tenho é rar hehe
mas confirmo que ás vezes o barato sai caro :-)
Nani a 19 de Agosto de 2013 às 14:58
Eu fiquei encantada com as delicias que estão em sua mesa, um almoço perfeito! As batatas estão com uma cor perfeita!
Ah fui ver o pudim da sua mãe, delicioso!
Beijos
Ginja a 19 de Agosto de 2013 às 19:33
Esse é um dos livros dela que não tenho e quero muito!!
Adoro a Tessa, as suas histórias, família e receitas, tudo interligado.
E umas batatinhas perfumadas com tomilho sabem bem :)
esse açúcar é malandro!
Um beijinho.
Lia a 20 de Agosto de 2013 às 12:36
Querida Ameixinha,
Este post está hilariante!!!!
Também adoro a Tessa e já fiz estas batatinhas com a carne de porco com sementes de coentros do outro livro dela o apples for jam.
Beijinhos querida,
Lia.
Alexandra a 20 de Agosto de 2013 às 17:30
Agora fiquei com uma dúvida pertinente (para mim, claro): Porque raio será que o açucar não caramelizou? De que será feito então? É que só tenho desse em casa e não gostei dessa novidade. Não porque vá fazer caramelo (deixei-me de doces) mas porque se não faz o que os outros fazem, às tantas não é bem igual aos outros :S
Quanto às batatas.... também me deixei disso por uns tempos, mas têm muito bom aspeto.
numadeletra a 20 de Agosto de 2013 às 18:10
Hummm...
Teresa a 21 de Agosto de 2013 às 11:59
que ótimo aspeto!
Maria a 1 de Setembro de 2013 às 23:30
Ainda não tinha comentado este post q achei uma delícia. A estoria, a relação com as batatinhas, hahaha e as batatinhas propriamente ditas. Também adoro a Tessa e tudo o que ela faz me sai bem a mim.
Beijinho
Maria