Bolo de Tiramisu

Hoje, a receita é daquelas compridas, com muitos passos e ingredientes. Mas, não se assustem porque vale bem o tempo perdido para fazer este bolo, um dos melhores que já comi e o mais elogiado até hoje pelos provadores oficiais! Depois de verem o que eu vi aqui, será que vão resistir ou deixam-se levar como eu me deixei?

Quanto ao encontro no Porto, estou a dar os últimos retoques no meu relato! Podem ler aqui, aqui e aqui o que as meninas acharam e ver também algumas fotos da Invicta! Eu sou sempre a mesma atrasada mas sairá na próxima postagem, ainda esta semana :)

Agora, aproveitam que ainda está calor, e apreciam este tiramisu-daqui-da-minha-frente-senão-eu-como-tudo he he


Para o bolo:
2 chávenas de farinha
2 colheres de chá de fermento em pó
1/8 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/4 colher de chá de sal
1 1/4 (10 colheres de sopa) de manteiga sem sal à temperatura ambiente (fiz com manteiga com sal e eliminei a quantidade de sal acima indicada)
1 chávena de açúcar
3 ovos grandes
1 gema grande
1 1/2 colher de chá de extracto de baunilha
3/4 chávena de buttermilk

Coloque a placa centrada no forno pré-aquecido a 180ºC. Unte duas formas de 22cm diâmetro redondas com manteiga e farinha, sacudindo o excesso e coloque papel vegetal a revestir o fundo (o meu forno não dá para ter duas formas redondas ao mesmo tempo, por isso levei a massa a cozer toda de uma só vez, mas não fica igual. Se puderem façam como a receita pede).

Misture a farinha, o fermento, bicarbonato e o sal. Com a batedeira, bata a manteiga a velocidade média até estar suave e cremosa. Junte o açúcar e bata por 3 minutos. Adicione os ovos, um a um e depois a gema, batendo por 1 minuto entre cada adição. Agregue a baunilha, não se preocupe se a mistura parecer estar coalhada. Reduza a velocidade da batedeira e junte os ingredientes secos alternando com o buttermilk, junte os ingredientes secos em três partes e o buttermilk em duas (comece e termine com os ingredientes secos); raspe os lados da bacia/tigela para baixo e misture até que os ingredientes desapareçam na massa.
Divida a massa pelas formas em quantidades iguais e alise a superfície com uma espátula. Leve ao forno por 28-30 minutos, quando estiver pronto estarão dourados e ocos ao toque. Inserindo uma faca dos lados ela sairá limpa.
Transfira os bolos para uma rede e deixe arrefecer por 5 minutos. Depois desenforme e deixe arrefecer à temperatura ambiente.

Para o extracto de café:
2 colheres de sopa de café solúvel
2 colheres de sopa de água a ferver

Misture o pó com a água e reserve.

Para a calda de café:
1/2 chávena de água
1/3 chávena de açúcar
1 colher de sopa de amaretto, kahlua ou brandy (usei brandy)

Numa tigela pequena, misture a água e o açúcar e leve a ferver. Coloque a calda numa tigela à prova de calor e misture nela uma colher de sopa do extracto de café e o álcool, reserve.

Para o recheio e cobertura:
1 pacote de mascarpone (250 gramas)
1/2 chávena de açúcar em pó, peneirado
1 1/2 colher de chá de extracto de baunilha
1 colher de amaretto, kahlua ou brandy (usei brandy)
1 chávena de natas
75 gr de chocolate em pepitas (podem usar granulado de chocolate ou chocolate cortado em pedaços pequeninos)

Coloque o mascarpone, o açúcar, a baunilha e o álcool numa tigela e misture até estar suave. Com a betedeira ou fouet, bata as natas até formar picos firmes. Com uma espátula de borracha (eu não tenho, foi mesmo de colher), junte 1/4 das natas ao mascarpone. Vá juntando o resto das natas ao mascarpone com toques suaves.


Montagem:

Caso faça o bolo numa forma só ao mesmo tempo, corte a meio.
Com um pincel, ensope a parte de baixo do bolo com 1/3 da calda de café. Por cima coloque algum creme de mascarpone - cerca de 1 1/4 de chávena - e pressione as pepitas de chocolate no creme. Na outra parte do bolo coloque metade da calda de café. Depois vire o lado ensopado por cima do recheio de mascarpone. Ensope o topo do bolo com o resto da calda de café.

Para a cobertura, junte o resto do extracto de café no restante mascarpone. Prove até decidir quanto extracto quer usar. Se a mistura parecer demasiado mole, leve ao frigorífico coberta com película aderente por 15 min. Refrigere o bolo também.
Com uma espátula de metal, vá colocando a cobertura nas laterais do bolo e no topo. Refrigere por 3 horas ou até 1 dia antes de servir.
Antes de servir polvilhe o topo com cacau.

No blog de onde tirei a receita existe um passo a passo. Podem lá ir ver que é mais fácil de entender.

Nota: O Creme de mascarpone fica tão bom que a minha mãe me pediu para não o usar todo na cobertura, aproveitando para comer o resto às colheradas :) Usei também um resto de amêndoas laminadas que tinha para "forrar" as laterais.
É uma sobremesa trabalhosa mas pode ser feita por etapas e pode ser feita até 1 dia antes de ser comida, o que ajuda bastante! Foi o que eu fiz :)
Desde que o fiz, que me perguntam todos os fins de semana se há daquele bolo que leva aquele queijo :)


A tradução é minha e é livre. Caso existam dúvidas, não hesitem em enviar um mail que eu terei todo o gosto em esclarecer!
publicado por Ameixinha às 17:00 | link do post | comentar | partilhar