A primeira Kalanchoë

Estou a ficar viciada em vasos floridos e em sementes para plantar.
Acho que há uma necessidade imensa de ver algo a crescer à minha volta e de fazer parte activa desse processo fantástico. As sementes depressa acabam por germinar e crescer.
Estou naquela fase em que quero ver que cores vão brotar e dar o ar da sua graça.
Há tantas variedades e eu não tenho jardim. Mas o que é preciso é vontade e com motivação tudo se consegue...
Entreguei-me e rendi-me à jardinagem... e agora não posso passar numa florista porque o impulso para comprar algo é demasiado forte.
Mas como a minha mãe diz: mais vale gastar o dinheiro nisto do que noutras coisas...

Ontem comprei a minha primeira suculenta, uma Kalanchoë vermelhinha...

publicado por Ameixinha às 21:41 | link do post | comentar | partilhar